Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/13859
Título: Estimativas de mortalidade para a região nordeste do Brasil em 2010: uma associação do método demográfico equação geral de balanceamento, com o estimador bayesiano empírico
Autor(es): Justino, Josivan Ribeiro
Palavras-chave: Sub-registro. Estimador bayesiano empírico. Equação geral de balanceamento. Fator de ajuste;Sub-registry. Empirical bayesian estimator. General equation. Balancing adjustment factor
Data do documento: 15-Ago-2013
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: JUSTINO, Josivan Ribeiro. Estimativas de mortalidade para a região nordeste do Brasil em 2010: uma associação do método demográfico equação geral de balanceamento, com o estimador bayesiano empírico. 2013. 110 f. Dissertação (Mestrado em Abordagens metodológicas em demografia; Dinâmica demográfica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2013.
Resumo: One of the greatest challenges of demography, nowadays, is to obtain estimates of mortality, in a consistent manner, mainly in small areas. The lack of this information, hinders public health actions and leads to impairment of quality of classification of deaths, generating concern on the part of demographers and epidemiologists in obtaining reliable statistics of mortality in the country. In this context, the objective of this work is to obtain estimates of deaths adjustment factors for correction of adult mortality, by States, meso-regions and age groups in the northeastern region, in 2010. The proposal is based on two lines of observation: a demographic one and a statistical one, considering also two areas of coverage in the States of the Northeast region, the meso-regions, as larger areas and counties, as small areas. The methodological principle is to use the General Equation and Balancing demographic method or General Growth Balance to correct the observed deaths, in larger areas (meso-regions) of the states, since they are less prone to breakage of methodological assumptions. In the sequence, it will be applied the statistical empirical Bayesian estimator method, considering as sum of deaths in the meso-regions, the death value corrected by the demographic method, and as reference of observation of smaller area, the observed deaths in small areas (counties). As results of this combination, a smoothing effect on the degree of coverage of deaths is obtained, due to the association with the empirical Bayesian Estimator, and the possibility of evaluating the degree of coverage of deaths by age groups at counties, meso-regions and states levels, with the advantage of estimete adjustment factors, according to the desired level of aggregation. The results grouped by State, point to a significant improvement of the degree of coverage of deaths, according to the combination of the methods with values above 80%. Alagoas (0.88), Bahia (0.90), Ceará (0.90), Maranhão (0.84), Paraíba (0.88), Pernambuco (0.93), Piauí (0.85), Rio Grande do Norte (0.89) and Sergipe (0.92). Advances in the control of the registry information in the health system, linked to improvements in socioeconomic conditions and urbanization of the counties, in the last decade, provided a better quality of information registry of deaths in small areas
metadata.dc.description.resumo: Um dos grandes desafios atuais da demografia é obter estimativas de mortalidade, de maneira consistente, principalmente em pequenas áreas. A carência destas informações, dificulta ações de saúde pública e leva ao comprometimento da qualidade de classificação de óbitos, gerando preocupação por parte dos demógrafos e epidemiologistas na obtenção de estatísticas confiáveis da mortalidade no País. Neste contexto, o objetivo deste trabalho é obter estimativas de fatores de ajuste de óbitos para correção da mortalidade adulta, por estados, mesorregiões e grupos etários na região nordeste, em 2010. A proposta está pautada sobre duas linhas de observação: uma demográfica e outra estatística, considerando também duas áreas de abrangência nos estados da região Nordeste, as mesorregiões como áreas maiores e os municípios como pequenas áreas. O principio metodológico é usar o método demográfico Equação Geral e Balanceamento ou General Growth Balance, para corrigir os óbitos observados, nas áreas maiores (mesorregiões) dos estados, por estas serem regiões menos propícias a quebra dos pressupostos metodológicos. Em seguida, será aplicado o método estatístico estimador bayesiano empírico, considerando como soma dos óbitos nas mesorregiões, o valor de óbito corrigido pelo método demográfico e como referência de observação de área menor os óbitos observados nas pequenas áreas (municípios). Como resultados desta combinação, um efeito de suavização do grau de cobertura dos óbitos é obtido, fruto da associação com o estimador bayesiano empírico e a possibilidade de avaliar o grau de cobertura de óbitos por grupos etários em nível de municípios, mesorregiões e estado, com a vantagem de estimar fatores de ajuste, conforme o nível de agregação desejado. Os resultados agrupados por estado, apontam para uma melhora significante do grau de cobertura de óbitos, segundo a combinação dos métodos com valores acima de 80%. Alagoas (0,88), Bahia (0,90), Ceará (0,90), Maranhão (0,84), Paraíba (0,88), Pernambuco (0,93), Piauí (0,85) , Rio Grande do Norte (0,89) e Sergipe (0,92). Os avanços no controle do registro das informações no sistema de saúde, associado às melhorias nas condições socioeconômicas e de urbanização dos municípios, na última década, proporcionaram uma melhor qualidade do registro das informações de óbitos nas pequenas áreas
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/13859
Aparece nas coleções:PPGDEM - Mestrado em Demografia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
JosivanRJ_DISSERT.pdf3,77 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.