Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/14023
Título: Contribuição à citogenética de testudines e análise de assimetria flutuante em Eretmochelys imbricata, Cheloniidae
Autor(es): Marinho, Layse Aranha
Palavras-chave: Citogenética;Mesoclemmys tuberculata;FISH;Assimetria flutuante;Eretmochelys imbricata;Cytogenetic;Mesoclemmys tuberculata;FISH;Flutuacting asymmetry;Eretmochelys imbricata
Data do documento: 8-Jul-2011
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: MARINHO, Layse Aranha. Contribuição à citogenética de testudines e análise de assimetria flutuante em Eretmochelys imbricata, Cheloniidae. 2011. 80 f. Dissertação (Mestrado em Bioecologia Aquática) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2011.
Resumo: This work has contributed to knowledge of the order Testudines from cytogenetic and morphological point of view. With regard to the aspects proposed cytogenetic characterization of the species Mesoclemmys tuberculata (n = 5), endemic to the Caatinga biomes, through conventional techniques of cytogenetics and molecular levels. This species presented 2n = 58, NF = 64, the first submetacentric pair, the second metacentric and third subtelocentric, and the other microchromosome telocentric. This species showed a nucleolar bearing pair, coincident with the 18S ribosomal rDNA and that proved to be heterochromatic. Small heterochromatic blocks were also found in the centromeres of the largest chromosomes, as well as terminal regions in most other chromosomes of the complement, that were GC +. Telomeric sequences showed variable patterns of signal intensity, with some repeats more intense in microchromosomes and subtly in the larger ones. When compared with other species of the genus, the G-banding patterns showed a marked similarity between them. The first karyotypic description of the species will aid in future studies and the understanding of evolutionary aspects of this family. From the morphological point of view, we carried out studies of fluctuating asymmetry in sea turtle Eretmochelys imbricata, using methods of benchmarking between hatchlings and adults and their implications for natural selection. Data were collected at two different times: first during the spawning female and the second during the outbreak and birth of the nest. The analyzed characteristics consisted of measurements of length and width of front and rear flippers (CANT, LANT, CPOS and LPOS) also collected data on the number of hull plates, side plates (NPL), the surrounding plates (NPCIRC), and plastron; plates power plants (NPP), inframarginais plates (NPIM). With the values of asymmetry we calculated the value of strict heritability for these traits, the calculation was based on only one parent. A nonparametric analysis Mann-Whitneywas performed to compare the groups (females X hatchlings, newborn hatchlings X dead hatchlings). Adult females showed no bilateral fluctuating asymmetry (FA = 0) on the number plates of the hull and plastron, while offspring, living and dead, showed a greater level of variation in these meristic parameters. In the analysis of females x hatchlings we found a significant difference between the levels of asymmetry in hoof plates (p=0.006) an the width of hindlimbs (p=0.001). Levels of FA suggest an accurate indicator as to the viability or maintenance of the individual to the reproductive phase. The coefficient of heritability (h2) of FA , obtained from the regression analysis, showed that both have low and not statistically significant values(p> 0.1). In the case of exclusion of the effective role of genetics in the generation of FA, reproductive strategies based on high number of subsidiaries products, such as those observed in E. imbricata seems to implicate the production of individuals with high level of developmental instability
metadata.dc.description.resumo: O presente trabalho procurou contribuir ao conhecimento da ordem Testudines sob o ponto de vista citogenético e morfológico. No que diz respeito aos aspectos citogenéticos propôs a caracterização da espécie Mesoclemmys tuberculata (n=5), endêmica da caatinga, por meio de técnicas de citogenética convencional e molecular. Esta espécie apresentou 2n=58, NF=64, primeiro par submetacêntrico, o segundo metacêntrico e o terceiro subtelocêntrico, sendo os demais micromossomos telocêntricos. Esta espécie apresentou um par portador nucleolar, detectado pela impregnação do íon prata e utilização de sondas de DNAr 18S. que se mostrou heterocromático. Pequenos blocos heterocromáticos também foram encontrados em regiões centroméricas dos maiores cromossomos, assim como em regiões terminais na maioria dos outros cromossomos do complemento, que se mostraram GC+. Seqüências teloméricas mostraram padrões variáveis de intensidade de sinal, sendo que alguns repeats foram mais intensos nos micromossomos e de forma sutil nos maiores. Os padrões de bandamento G quando comparadas com outras espécies do gênero mostraram uma pronunciada similaridade entre ambas. A primeira descrição cariotípica na espécie auxiliará em futuros estudos e compreendimento dos aspectos evolutivos desta família. Sob o ponto de vista morfológico, realizou-se estudos de assimetria flutuante em Eretmochelys imbricata, tartaruga marinha, através de métodos de aferição comparativa entre filhotes e adultos e as suas implicações na seleção natural. Os dados foram coletados em dois momentos distintos: o primeiro no momento da desova da fêmea e o segundo na eclosão dos ninhos e nascimento dos filhotes. As características analisadas consistiram em medidas de comprimento e largura de nadadeiras anteriores e posteriores (CANT, LANT, CPOS e LPOS), também coletados dados de número de placas do casco; placas laterais (NPL), placas circundantes (NPCIRC) e plastrão; placas centrais (NPP), placas inframarginais (NPIM). Com os valores de assimetria foi calculado o valor de herdabilidade estricto para essas características, com o calculo baseado em apenas um parental. Foi realizado um teste não paramétrico de Mann-Whitneya partir das medidas repetidas comparando os grupos (fêmeas X filhotes; recém-nascidos X natimortos). As fêmeas adultas não apresentaram assimetria flutuante bilateral (AF=0) quanto ao número de placas do casco e plastrão, enquanto os filhotes, vivos e mortos, mostraram maior nível de variação quanto a estes parâmetros merísticos. Na análise entre fêmeas X filhotes encontrou-se diferença significativa entre os níveis de assimetria para as características de número de .placas do casco (p=0,006) e para a largura da nadadeira posterior (p=0,001) entre estes grupos. Os níveis de AF sugerem um indicador eficiente quanto à viabilidade ou manutenção do indivíduo até a fase reprodutiva. Ao analisarmos o coeficiente de herdabilidade em sentido estrito (h2) da AF a partir da análises de regressão observou-se que ambas apresentam valores baixos, e não significativo estatisticamente (p>0,1). Caso venha a ser excluído um papel mais efetivo dos efeitos genéticos na geração de AF, estratégias reprodutivas baseadas em elevado número de produtos filiais, como os observados em E. imbricata parecem implicar na produção de indivíduos com elevado nível de instabilidade do desenvolvimento
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/14023
Aparece nas coleções:PPGE - Mestrado em Ecologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
LayseAM_DISSERT.pdf1,48 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.