Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/14032
Título: Estrutura populacional e aspectos reprodutivos do Octopus insularis Cephalopodas: Octopodidae: implicações para o manejo da pesca de polvo no município de Rio de Fogo-RN
Autor(es): Lima, Françoise Dantas de
Palavras-chave: Maturação. Fecundidade. Estrutura populacional. Manejo;Maturation. Fecundity. Population structure. Management
Data do documento: 12-Abr-2012
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: LIMA, Françoise Dantas de. Estrutura populacional e aspectos reprodutivos do Octopus insularis Cephalopodas: Octopodidae: implicações para o manejo da pesca de polvo no município de Rio de Fogo-RN. 2012. 83 f. Dissertação (Mestrado em Bioecologia Aquática) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2012.
Resumo: In northeastern Brazil, Octopus insularis is the most commercially important cephalopod species and its capture has been performed for several years by the lobster fishermen in the region. In order to obtain information about the reproductive biology, 1108 specimens were collected between November 2009 and September 2011 in the landings and fish markets of Rio do Fogo (RN). For each specimen the mantle length (CM) and total fresh weight (PT) were recorded. Gonads of 264 males and 295 females were examined macroscopically and histologically to assess sexual maturation and determine reproductive indices. Four reproductive stages were determined for males (immature, maturing, mature and post-mature) and females (immature, early maturing, late maturing and mature). The average of eggs recorded in the female s gonads was 93.820 and 39 was the average of spermatophores found in male Needham s complex. Spermathecae with sperm were found in females with 69 mm CM (immature). Males and females become sexually mature at 64.41 and 98.50 mm of CM, respectively. The weight at sexual maturity was 270 g for males and 630 g for females. The values of the size and weight at sexual maturity found in this study show that males mature at smaller sizes than females. For both sexes the maturation peaks occurred in February and November 2010 and also in September 2011. The periods of maximum reproductive activity lasted about 3 months and it seems to occur every 7 10 months. Only one spent female (stage V) was found and the number of mature females was low. Presumably, mature females migrate to deep waters with complex habitat to protect the offspring, indicating that fishery by snorkeling with maximum depth of 15 meters is not reaches this part of the stock. Finally, it is noticeable the importance of the establishment of management strategies for the exploitation of O. insularis different of the ones used for O. vulgaris, once the species have distinct biological features
metadata.dc.description.resumo: No Nordeste do Brasil, Octopus insularis é a espécie de polvo de maior importância comercial e sua captura tem sido realizada durante muitos anos pelos mesmos pescadores de lagosta da região. Visando obter informações a respeito da biologia reprodutiva dessa espécie, foram realizadas amostragens entre novembro de 2009 e setembro de 2011, nas quais foram registrados o comprimento do manto (CM) e o peso fresco total (PT) de 1.108 exemplares presentes nos desembarques e peixarias do município de Rio do Fogo (RN). Desse total foram coletadas aleatoriamente 264 gônadas de machos e 295 de fêmeas, as quais foram analisadas quanto ao grau de maturação e pesadas para obtenção dos índices reprodutivos. Foram determinados quatro estágios reprodutivos macro e microscópicos para machos (imaturo, maturando, maduro, pós-maduro) e fêmeas (imatura, início da maturação, final da maturação, madura), além de determinada a fecundidade. O número médio de ovos encontrados nos ovários das fêmeas foi 93.820 e uma média de 39 espermatóforos no saco de Needham nos machos. Foram encontradas fêmeas com espermatozoa na espermateca a partir de 69 mm de CM, ainda imaturas. O CM da primeira maturação (L50) foi 64,41 e 98.5 mm e o peso foi 270 e 630 g em machos e fêmeas, respectivamente, evidenciando que os machos maturam em um tamanho e peso inferiores às fêmeas. Os picos de maturação foram registrados em fevereiro e novembro/2010 e setembro/2011. As épocas de maior atividade reprodutiva duraram cerca de 3 meses e ocorreram em intervalos de 7 a 10 meses. Apenas uma fêmea no estágio V foi encontrada e o número de fêmeas no estágio IV foi baixo. Provavelmente as fêmeas maduras migram para águas mais profundas de habitats mais complexos com o intuito de realizar a desova, indicando que a pesca através do mergulho livre, realizada até a profundidade máxima de 15 m, não está acessando essa parcela do estoque. Finalmente fica evidenciada a importância de se estabelecerem estratégias de manejo para a exploração de O. insularis, as quais devem diferir das normas atuais aplicadas à pesca de O. vulgaris, pois as duas espécies possuem características biológicas distintas
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/14032
Aparece nas coleções:PPGE - Mestrado em Ecologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
FrancoisDL_DISSERT.pdf3,47 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.