Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/14138
Título: Habitus docente e representação social do ensinar Geografia na Educação Básica de Teresina - Piauí
Autor(es): Silva, Josélia Saraiva e
Palavras-chave: Habitus;Representação social;Ensino;Geografia
Data do documento: 28-Dez-2007
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: SILVA, Josélia Saraiva e. Habitus docente e representação social do ensinar Geografia na Educação Básica de Teresina - Piauí. 2007. 193 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2007.
Resumo: The literature about the Geography teaching has shown that most male and female teachers of this subject go on guiding their teaching practice based on the traditional Geography fundamentals, whose main characteristic consist in the description of places. The incorporation of scientific standards that change the old principles and concepts have not been happening, unless in a punctual way. The overcoming of the traditional Geography, related to the aspects accepted by the scientific field have not happened in Brazil yet, not only because of certain obvious obstacles, as the literature has been pointed out but also by symbolic obstacles, which block the incorporation of the new, of the non habitual action. One of those obstacles that motivated the accomplishment of this study was the social representations that are theoretically studied here under the perspective developed by Serge Moscovici. Then, the focus of this doctorate study is concentrated in the apprehension of the content and structure of the social representation of teaching of Geography and its relation with the habitus that gives form and social visibility to the ones who are teachers of that subject in Teresina. The consecution of this work was especially based on the Pierre Bourdieu´s praxiology, mainly on the concepts of social field, habitus and capital, as well as the theory of social representations, specifically on the approach of central nucleus developed by Jean-Claude Abric and Jean-Claude Flament. The initial hypothesis pointed out the existence of a Geographer´s primary habitus built through the development process of the geographic science field in Brazil, as a basis of production of a social representation of teaching geography . That representation, however, would act as a symbolic obstacle to the incorporation of the new scientific contents and pedagogical practice, which require from the teacher investigative and questionable attitude in the presence of the reality and contents approached in the classroom. That initial hypothesis laid on the theoretical purpose that it has been developed by Domingos Sobrinho (1997), which states that there is a narrow relationship between the habitus and social representation. The study was developed with male and female teachers of Geography from public schools of Teresina. The methodology involved the use of a questionnaire, the free-word association technique and deep interviews. The achieved results showed the presence of a complex process of representational construction and its articulation with a habitus produced by the synthesis of several situational and cultural referents, from among of them we can point out an insertion in a social field of practice exclusively related to the teaching and the reproduction of a professoral teaching (SILVA, 2003), built through the school development process, which those male and female teachers were exposed. The initial hypothesis that considered the local reproduction of a primary habitus of the Geography was denied, therefore, it was verified that there is not in Teresina the production/reproduction of the structures, rules and practice of the national scientific field, in which this subject is inserted. Hence, the incorporation of the new patterns of the geographic scientific knowledge is difficult because of the inexistence of a scientific habitus, that is, mental schema systems that would let the teachers mentioned above connect themselves appropriately to the science and its practices. So, it has gotten a social representation of teaching geography based on contents strictly related to the reproduction of structures, mental schema from the educational field which attach themselves to the hegemonic pedagogical practices in the national scope
metadata.dc.description.resumo: A literatura sobre o ensino da Geografia tem mostrado que a maioria dos(as) professores(as) dessa disciplina continuam orientando suas práticas de ensino com base nos fundamentos da Geografia tradicional, cuja característica principal consiste na descrição dos lugares. A incorporação de modelos científicos modificadores de antigos princípios e conceitos não vem acontecendo senão de modo pontual. A superação da Geografia tradicional, no tocante a aspectos hegemonicamente aceitos pelo campo científico, ainda não aconteceu no Brasil, não só devido a certos obstáculos objetivos, como tem sido apontado pela literatura, mas, também, por obstáculos simbólicos, os quais impedem a incorporação do novo, do não habitual. Um desses obstáculos e que motivou a realização desta pesquisa são as representações sociais, aqui teoricamente estudadas na perspectiva desenvolvida por Serge Moscovici. Partindo-se desse pressuposto, o foco deste trabalho de tese concentrou-se na apreensão do conteúdo e estrutura da representação social do ensinar geografia e sua relação com o habitus que dá forma e visibilidade social ao ser professor dessa disciplina na cidade de Teresina. Para tanto, buscou-se apoio na praxiologia de Pierre Bourdieu, particularmente nos conceitos de campo social, habitus e capital, e na teoria das representações sociais, especificamente na abordagem do núcleo central desenvolvida por Jean-Claude Abric e Jean-Claude Flament. A hipótese inicial destacava a existência de um habitus primário do geógrafo, construído ao longo do processo de formação do campo da ciência geográfica no Brasil, como base da produção de uma representação social do ensinar geografia . Essa representação, por sua vez, atuaria como obstáculo simbólico à incorporação dos novos conteúdos científicos e práticas pedagógicas, os quais exigem do docente postura investigativa e problematizadora diante da realidade e dos conteúdos abordados em sala de aula. Essa hipótese inicial balizou-se na proposta teórica que vem sendo desenvolvida por Domingos Sobrinho (1997), segundo a qual existe uma estreita relação entre habitus e representação social. A pesquisa foi desenvolvida junto aos(a) professores(as) de Geografia das escolas públicas de Teresina (PI). A metodologia envolveu a utilização de um questionário, a técnica de associação livre de palavras e entrevistas aprofundadas. Os resultados obtidos revelaram a existência de um complexo processo de construção representacional e sua articulação com um habitus produzido pela síntese de múltiplos referentes situacionais e culturais, dentre os quais destacamos a inserção num campo social de práticas exclusivamente voltadas para o ensino e a reprodução de um habitus professoral (SILVA, 2003), construído ao longo do processo de formação escolar, ao qual esses professores e professoras foram submetidos. A hipótese inicial que considerava a reprodução local de um habitus primário da Geografia foi negada, porquanto constatou-se não haver, em Teresina, a produção/reprodução das estruturas, normas e práticas do campo científico nacional, no qual essa disciplina está inserida. Por conseguinte, a incorporação dos novos padrões do conhecimento científico geográfico é dificultada pela inexistência de um habitus científico, isto é, sistemas de esquemas mentais que permitiriam ao professorado em questão relacionar-se adequadamente com a ciência e suas práticas. Dessa forma, tem-se uma representação social do ensinar geografia pautada em conteúdos estreitamente relacionados à reprodução de estruturas, esquemas mentais, do campo educacional ao qual vinculam-se práticas pedagógicas hegemônicas no âmbito nacional
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/14138
Aparece nas coleções:PPGED - Doutorado em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
JoseliaSS.pdf695,91 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.