Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/14181
Título: Participação de mulheres na história da Escola Mista no Pará - 1870/1901
Autor(es): Melo, Clarice Nascimento de
Palavras-chave: Mulheres;Escola mista;História;Women;Mixed school;History
Data do documento: 20-Ago-2008
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: MELO, Clarice Nascimento de. Participação de mulheres na história da Escola Mista no Pará - 1870/1901. 2008. 228 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2008.
Resumo: This study aims to problematize the history of mixed schools in Pará, from 1870 to 1901, highlighting women participation that helped to build them. The analytical focus of the research fell on the changes and the continuities of the mixed school in Pará. The object of analysis is the Paraense mixed schools, formed by women. The study also brings out arguments that the mixed school was set up in variable forms, concepts, times and spaces, in an overlapping with the inclusion of women in educational universe, either through education, professionalization or teaching in schools of girls and boys. The documentary sources privileged by the study are: the educational law, the newspapers, the government reports and the journals of education, which were examined in a confrontation between what was said and done. The evidential method helped the documentary reading revealed that, in small lines, the linkages built in the search for clues and signs of Paraense mixed schools was assembled with the participation of women, from the perception that historical knowledge is indirect, conjectural. Evidences indicated that the school for both sexes, legally established in the Province of Grão-Pará in 1870, gave the signals of the junction of girls and boys in school, at a time when the presence of women in education was suggested. Mutations related to the educational organization, with the introduction of mixed school in the following decade had a closer relationship with restrictive settings and more effective integration of women in that school. The inaccuracies of the Republican mixed school have revealed, through winding paths, that signal of contradictions between the modern discourse and conservative practices regarding this school, in communion with the expansion of the mixed school throughout the state, including in groups schools, observing the presence of effective women teachers in the regency of such schools and an expansion of students in relation to the equity between the sexes
metadata.dc.description.resumo: Este estudo objetiva problematizar a história da escola mista no Pará, nos anos de 1870 a 1901, destacando a participação de mulheres que a construíram. O foco analítico da pesquisa incide sobre as mutações e as continuidades da escola mista no Pará. Constitui-se como objeto de análise a escola mista paraense, constituída por mulheres. Traz como argumentação que a escola mista se constituiu e se configurou em formas, conceitos, tempos e espaços variáveis, em um imbricamento com a inserção das mulheres no universo educacional, seja por meio da escolarização, da profissionalização ou da docência em escolas de meninas e meninos. As fontes documentais privilegiadas para o estudo são: a legislação educacional, os jornais diários, os relatórios de governo, as revistas de ensino, as quais foram examinadas cotejando o dito e o praticado. O método indiciário direcionou as leituras documentais, que revelaram, em pequenas linhas, os nexos construídos, na procura de pistas e sinais das montagens da escola mista paraense com a participação de mulheres, a partir da percepção de que o conhecimento histórico é indireto, conjetural. As evidências indicaram que a escola de ambos os sexos criada legalmente na Província do Grão-Pará em 1870, deu os sinais da junção de meninas e meninos na escola, no momento em que a presença de mulheres na educação se insinuava. As mutações na organização da educação, com a implementação da escola mista, na década seguinte, conviveram com configurações restritivas e com a inserção mais efetiva das mulheres nessa escola. As imprecisões da escola mista republicana se revelaram nos caminhos sinuosos que sinalizaram a contradição entre o discurso modernizador e as práticas conservadoras em relação a esse tipo de escola, em comunhão com a sua expansão por todo o Estado, inclusive nos grupos escolares, quando se vê a presença incisiva de professoras na regência dessas escolas e um alargamento na eqüidade entre os sexos, na discência.
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/14181
Aparece nas coleções:PPGED - Doutorado em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ClariceNM.pdf1,62 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.