Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/14431
Título: As relações de poder na gestão da Escola Estadual Presidente Kennedy em Natal/RN: as ações decisórias dos órgãos colegiados - o conselho de escola e o caixa escolar
Autor(es): Morais, Pauleany Simões de
Palavras-chave: Relações de poder. Poder de decisão. Órgãos colegiados. Gestão Democrática na Escola;Power relations. Discretion. Collegiate bodies. Democratic management in the School
Data do documento: 28-Jun-2012
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: MORAIS, Pauleany Simões de. As relações de poder na gestão da Escola Estadual Presidente Kennedy em Natal/RN: as ações decisórias dos órgãos colegiados - o conselho de escola e o caixa escolar. 2012. 416 f. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2012.
Resumo: The present study examined the relations of power in the management of the Escola Estadual Presidente Kennedy, including the deliberate decisions on the School Council and School Fund, which guided the organization of the school. We sought to understand the management models that influenced the school organization, promoting contradictions in the decision making process. The school management is intensely marked by management models from the business logics as in the case of managerialism of bureaucracy. The formulation of educational policies based on managerialism has proposed a school-centered management with intense accountability of the school community in planning and monitoring the public services. The influences of these models subsidize hierarchical power relations that undermine the actions of decision-making of the collegiate bodies for the democratization of school management. To develop a research on the power, the investigation was based on studies of Bourdieu and Foucault. These authors understand the power in a relational system in a double sense, both in terms of discipline and the possibility of resistance. A theoreticalmethodological matrix was developed focusing on literature review, document analysis, structured interviews with twelve representatives of the segments belonging to the School Council and School Fund, as well as observations in meetings with the production of field notes. It was found that power relations experienced in the organization and activities of the school boards are marked by changes in public management over the years, promoting the contradictions between the concepts of corporate management originated in the business logics and the perspective of democratic management subsidized by official legislative documents at the national and state levels. The observations in meetings and analysis of the records showed that representatives related to management (president and manager of the school) have a privileged position with regard to exposure of their propositions, and are more likely to take a position in the political game of the collegiate bodies of work. It was also seen that the irregularity of meetings, particularly of the School Fund meetings, limits the experience of operation of the representatives in discussions concerning the planning and monitoring the actions of school management. Reports from representatives of the School Council showed that certain segments related to the management recognize their power of decision, however others have little interfere in the decision-making process in order to expound the desires of those who are represented by them. In the School Fund, the analysis of the records and interviews showed restricted moments of the meeting of representatives, and these only being aimed at choice or approval of the implementation plan prepared by the school management. The results showed no indications of moments of reflection to study the best chance for applicability of resources. This collegiate body (School Fund) has a questionable action when planning and monitoring the applicability of the financial resources of the School. To sum up, it was found that the Escola Estadual Presidente Kennedy still lives hierarchical power relations that undermine the institutionalization of democratic management in the various representative segments may take place in the game of political decision-making processes necessary for the organization of the school
metadata.dc.description.resumo: O presente trabalho analisou as relações de poder na gestão da Escola Estadual Presidente Kennedy, compreendendo as decisões deliberadas no Conselho Escolar e Caixa Escolar que orientaram a organização da escola. Procurou-se perceber os modelos de gestão que influenciaram a organização escolar, promovendo contradições na condução do processo decisório. A gestão escolar encontra-se intensamente marcada por modelos de gestão oriundos da lógica empresarial como é o caso do gerencialismo e da burocracia. A formulação de políticas educacionais baseadas no gerencialismo propôs uma gestão centrada na escola com intensa responsabilização (accountability) da comunidade escolar no planejamento e no acompanhamento dos serviços públicos. As influências desses modelos subsidiam relações de poder hierarquizadas que comprometem as ações decisórias dos órgãos colegiados para a democratização da gestão da escola. Para desenvolver a pesquisa sobre o poder, fundamentou-se nos estudos de Bourdieu e Foucault. Esses autores entendem o poder em um sistema relacional em sentido duplo, tanto em seu sentido disciplinador como na possibilidade de resistência. Desenvolveu-se uma matriz teórico-metodológica voltada para a revisão de literatura, análise documental, entrevistas semiestruturadas com doze representantes dos segmentos pertencentes ao Conselho de Escola e Caixa Escolar, bem como observações em reuniões com produção de notas de campo. Identificou-se que as relações de poder vivenciadas na organização da escola e atuação dos colegiados são marcadas pelas transformações da gestão pública ao longo dos anos, promovendo contradições entre a concepção da gestão empresarial oriunda da lógica empresarial e a perspectiva da gestão democrática subsidiada por documentos legislativos oficiais em âmbito nacional e estadual. As observações em reuniões e as análises das atas mostraram que os representantes relacionados à gestão (presidente e gestora da escola) possuem posição privilegiada no que concerne à exposição de suas proposições, tendo maiores possibilidades de tomar posição no jogo político de atuação dos órgãos colegiados. Observou-se, ainda, que a irregularidade das reuniões, particularmente do Caixa Escolar, limita à vivência de atuação dos representantes em reflexões referentes ao planejamento e acompanhamento das ações de gestão da escola. Os relatos dos representantes do Conselho de Escola mostraram que determinados segmentos relacionados à gestão reconhecem seu poder de decisão, no entanto os demais pouco interferem na tomada de posição, intervindo no processo decisório de maneira a expor os anseios dos que representam. No Caixa Escolar, a análise das atas e as entrevistas revelam restritos momentos de encontro dos representantes, sendo esses apenas para escolha ou aprovação do plano de aplicação elaborado pela gestão da escola. Nos resultados, não houve indícios de momentos de reflexões para o estudo das melhores possibilidades para a aplicabilidade dos recursos. Esse órgão colegiado (Caixa Escolar) tem atuação questionável para planejamento e acompanhamento da aplicabilidade dos recursos financeiros da Escola. De modo geral, verificou-se que a Escola Estadual Presidente Kennedy ainda vivencia relações de poder hierarquizadas que comprometem a institucionalização da gestão democrática em que os diversos segmentos representativos possam assumir posição no jogo político de processos decisórios necessários à organização da escola
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/14431
Aparece nas coleções:PPGED - Doutorado em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PauleanySM_TESE.pdf2,31 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.