Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/14681
Título: O projeto politico pedagógico de enfermagem e o sistema único de saúde: a visão de discentes
Autor(es): Cavalcante, Rosangela Diniz
Palavras-chave: Enfermagem;sistema único de saúde;currículo;estudantes;Nursing;unique health system;curriculum;students
Data do documento: 29-Out-2009
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: CAVALCANTE, Rosangela Diniz. O projeto politico pedagógico de enfermagem e o sistema único de saúde: a visão de discentes. 2009. 143 f. Dissertação (Mestrado em Assistência à Saúde) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2009.
Resumo: This research aims to analyze, in the view of students, the pedagogic project of undergraduate nursing course, of UFRN, and its articulation with the SUS, in an attempt to understand the issues that permeate the teaching and learning of nursing. This is a qualitative study that used the focus group technique as a tool to collect empirical data. There were three meetings, where we had the collaboration of 23 graduating students from the eighth period of the semester 2009.1. For the analysis of information, we use a theoretical framework based on curriculum guidelines and basic principles of the SUS, making the analogy of the results with the metaphor of Greek mythology, Ariadne's thread, in dialogue with authors who discuss education as a transformative practice. Thus, the texture of the yarn was built of five thematic fields: joint the pedagogic project with the SUS; the teaching/service and theory/practice relation; interdisciplinarity or transdisciplinarity; didactic/methodological and relational approaches; and co-participation of students in the pedagogic project. According to the discussions, we find many difficulties in the teaching and learning process of undergraduate nursing in UFRN to strengthen the SUS, including: dislocation of educational institutions with services, professionals, managers and community; dichotomy between theory and practice; reality of services as a learning field and working process in health; posture adopted by professionals, teachers and other subjects included in the process of health education; decontextualization and fragmentation of teaching with the practice in health and nursing; excessive use of very illustrative methodologies, but little problem-solving; difficult and precarious situation in the relations between teachers and between teachers/students, regarding the acceptance of differences; absence of participation of students in the evaluation process and conduct of the educational project in progress. In this sense, we understand the need an auto-reflexive act of teaching and conducting collective pedagogical course with a view to achieving the SUS. Thus, it is necessary to support practices motivated by the polyphonic dialogue and the exercise of symbiosis and autopoiesis of subjects/actors jointly responsible for the ongoing process of learning for life.
metadata.dc.description.resumo: A presente investigação tem como objetivo analisar, na visão de discentes, o projeto pedagógico do curso de graduação de enfermagem, da UFRN, e sua articulação com o SUS, na tentativa de compreender os desafios que permeiam o processo ensino/aprendizagem da enfermagem. Trata-se de um estudo com abordagem qualitativa que utilizou a técnica de grupo focal como instrumento para coleta do material empírico. Foram realizadas três reuniões, nas quais contamos com a colaboração de 23 estudantes concluintes do oitavo período do semestre letivo 2009.1. Para a análise das informações, utilizamos um aporte teórico fundamentada nas diretrizes curriculares e princípios básicos do SUS, fazendo a analogia dos resultados encontrados com a metáfora da mitologia grega, o fio de Ariadne, mantendo o diálogo com autores que discutem a educação como prática transformadora. Dessa forma, a tessitura do fio foi constituída por cinco teias temáticas: articulação do projeto pedagógico com o SUS; relação ensino/serviço e teoria/prática; transdisciplinaridade ou interdisciplinaridade; abordagens didáticas/metodológicas e relacionais; e co-participação do discente no projeto pedagógico. De acordo com as discussões, encontramos várias dificuldades no processo ensinar/aprender da graduação de enfermagem na UFRN para fortalecimento do SUS, entre elas: desarticulação das instituições de ensino com os serviços, profissionais, gestores e comunidade; dicotomia persistente entre teoria/prática; realidade dos serviços como campo de aprendizagem e o processo de trabalho em saúde; postura adotada por profissionais, docentes e outros sujeitos inseridos no processo de formação em saúde; fragmentação e descontextualização do ensino com as práticas em saúde e enfermagem; uso excessivo de metodologias muito ilustrativas e pouco problematizadoras; dificuldade e fragilidade na convivência entre professores e entre professores/alunos, no que diz respeito à aceitação das diferenças; ausência de participação de discentes no processo de avaliação e condução do projeto pedagógico em curso. Neste sentido, compreendemos a necessidade de autorreflexão do agir pedagógico e condução coletiva da proposta pedagógica do curso, na perspectiva de concretização do SUS. Desse modo, torna-se necessário o apoio em práticas motivadas pelo diálogo polifônico e no exercício da simbiose e autopoiese dos sujeitos/atores co-responsáveis pelo processo permanente de aprendizagem para a vida
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/14681
Aparece nas coleções:PPGE - Mestrado em Enfermagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
RosangelaDC_DISSERT.pdf1,81 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.