Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/14703
Título: Assistência aos portadores de úlceras venosas: proposta de protocolo
Autor(es): Dantas, Daniele Vieira
Palavras-chave: Úlceras venosas;Assistência integral à saúde;Protocolos;Enfermagem;Venous ulcers;Comprehensive health care;Protocols;Nursing
Data do documento: 3-Set-2010
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: DANTAS, Daniele Vieira. Assistência aos portadores de úlceras venosas: proposta de protocolo. 2010. 136 f. Dissertação (Mestrado em Assistência à Saúde) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2010.
Resumo: Venous ulcers (VU), recurrent chronic wounds resulting from Chronic Venous Insufficiency (CVI), affect different age groups and would severely affect ambulation of patients. The lesions require treatment lasting and complex and are responsible for significant morbidity and mortality. Thus, this study aims to identify the important aspects covered in the scientific literature protocol for assisting patients with venous ulcers, identifying the issues to be proposed by the judges of the study (nurses, doctors and physiotherapists) to the protocol of care provided to patients venous ulcers and present the structure of protocol proposed by the judges of the study to assist patients with venous ulcers treated at a referral hospital of Rio Grande do Norte. This is a descriptive study using a quantitative approach, carried out at the dressings, located in the outpatient surgical clinic of the Hospital University Onofre Lopes (HUOL), located in East Sanitary District, Natal-RN. The sample consisted of 39 professionals, 30 nurses, seven doctors and two physical therapists, team members HUOL surgical clinic and other public and private institutions of Rio Grande do Norte and Jequié/Bahia. These professionals were the judges responsible for selecting the guidelines already proposed in the literature on VU protocols. Approved by the Ethics in Research HUOL (Report n.o 081/07), began the first stage of the study which consisted of reviewing the scientific literature about the relevant aspects to be included in a protocol for assisting patients with VU. These aspects were organized into a proposed questionnaire to the judges of the study. Following examination, held on the content validation with application of the Kappa (K), accepting a score higher than 0.80 and the Likert Scale, whereas rates from 4.0 to 5.0. The data collected were organized in Microsoft Excel and exported into Statistical Package for Social Sciences (SPSS) 15.0. The literature review included national and international scientific articles, thesis, dissertation and institutional protocols. Regarding the characterization of professional nurses predominated (76.1%), between 34 and 45 years (41.0%), female (79.5%), married/consensual union (46.2%), with specialization in VU care (61.5%), working in the hospital network (46.1%), with up to 5 years experience in VU (69.2%) and claiming to feel prepared to care for these injuries (92.3 %). With regard to aspects that had very good agreement (K ≥ 0.81), remained the items found in the literature with some modifications. In the analysis of the proposed evaluation items had very important, ranging from 4.1 (drug treatment) to 4.9 (patient assessment and care of the injury and the injured and perilesional skin). The proposition of the protocol is arranged in eleven items: A) Evaluation of patient and lesion, B) Registration and documentation, C) the wound and perilesional skin, D) an indication of coverage, E) Use of antibiotic and pain treatment, F) Surgical treatment of CVI, G) Drug treatment, H) Improving venous return and prevetion of recurrence, I) Referral of patients, J) Training and K) Reference and counter reference
metadata.dc.description.resumo: As úlceras venosas (UV), feridas crônicas recidivantes que resultam da Insuficiência Venosa Crônica (IVC), acometem diferentes faixas etárias e repercutem de forma severa na deambulação dos portadores. As lesões requerem tratamento duradouro e complexo e são responsáveis por morbi-mortalidade significativas. Diante disso, este estudo tem como objetivos identificar os aspectos relevantes da literatura científica contemplados em protocolo para assistência aos portadores de úlceras venosas; identificar os aspectos a serem propostos pelos juízes do estudo (enfermeiros, médicos e fisioterapeutas) para o protocolo de assistência aos portadores de úlceras venosas e apresentar a estrutura de protocolo proposta pelos juízes do estudo para assistência aos portadores de úlceras venosas atendidos em um hospital de referência do Rio Grande do Norte. Trata-se de um estudo descritivo, com abordagem quantitativa, realizado no setor de curativos, situado no ambulatório de clínica cirúrgica do Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL), localizado no Distrito Sanitário Leste, em Natal-RN. A amostra foi composta por 39 profissionais, sendo 30 enfermeiros, 7 médicos e 2 fisioterapeutas, integrantes da equipe de clínica cirúrgica do HUOL e de outras instituições públicas e privadas do Rio Grande do Norte e de Jequié/Bahia. Esses profissionais foram os juízes responsáveis por selecionar as diretrizes já propostas na literatura sobre protocolos de UV. Aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa do HUOL (Parecer n.o 081/07), iniciou-se a primeira etapa do estudo que consistiu na realização de revisão de literatura científica acerca dos aspectos relevantes a serem contemplados em um protocolo para assistência aos portadores de UV. Esses aspectos foram organizados em um questionário proposto aos juízes do estudo. Após apreciação, realizou-se a validação de conteúdo com aplicação do Índice Kappa (K), aceitando-se escore superior a 0,80 e da Escala de Likert, considerando índices de 4,0 a 5,0. Os dados coletados foram organizados no Microsoft Excel e exportados para Statistical Package for Social Science (SPSS) 15.0. O levantamento da literatura contemplou artigos científicos nacionais e internacionais, tese, dissertações e protocolos institucionais. Quanto a caracterização dos profissionais predominaram enfermeiros (76,1%), entre 34 e 45 anos (41,0%), sexo feminino (79,5%), casados/união consensual (46,2%), com especialização na área de cuidado a UV (61,5%), atuando na rede hospitalar (46,1%), com até 5 anos de experiência em UV (69,2%) e alegando sentir-se preparado para cuidar dessas lesões (92,3%). No que diz respeito aos aspectos que obtiveram concordância ótima (K ≥ 0,81), permaneceram os itens encontrados na literatura com algumas modificações. Na análise dos aspectos propostos, os itens obtiveram avaliação muito importante, variando de 4,1 (tratamento medicamentoso) a 4,9 (avaliação do paciente e da lesão e cuidado com a ferida e a pele perilesional). A proposição do protocolo está disposta em onze itens: A) Avaliação do paciente e da lesão, B) Registro e documentação, C) Cuidado com a ferida e a pele perilesional, D) Indicação de cobertura, E) Uso de antibiótico e tratamento da dor, F) Tratamento cirúrgico da IVC, G) Tratamento medicamentoso, H) Melhoria do retorno venoso e prevenção de recidiva, I) Encaminhamento dos pacientes, J) Capacitação profissional e K) Referência e contra-referência
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/14703
Aparece nas coleções:PPGE - Mestrado em Enfermagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DanieleVD_DISSERT.pdf1,44 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.