Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/14788
Título: Segredos da alma: a dádiva da assistência de Enfermagem
Título(s) alternativo(s): Secrets of the soul: the gift on the nursing care
Autor(es): Almeida, Sheyla Gomes Pereira de
Palavras-chave: Dádiva;Enfermagem;Relacionamento interpessoal;Gift;Nursing;Interpersonal relationship
Data do documento: 26-Set-2006
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: ALMEIDA, Sheyla Gomes Pereira de. Secrets of the soul: the gift on the nursing care. 2006. 105 f. Dissertação (Mestrado em Assistência à Saúde) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2006.
Resumo: The present study is an analysis of interpersonal relationships between the nursing staff and the patients under their care. Its objectives are to analyze ties/links that may possibly exist in such relationships and to describe, based on the experience of the patients, how they are received by the nursing staff, and what is the extent of their reliability on the nursing staff within the hospital. This investigation is analytical in nature and qualitative in approach, having as its leading thought Marcel Mauss s gift-exchange theory. The study involved eighteen in-patients, eight of them from government institutions, at a large hospital school and ten others from a private specialty hospital; both in the city of Natal, state of Rio Grande do Norte, Brazil. Data were collected between January and March 2006. Results point to ties being created between the nursing staff and patients irrespective of their social status, involving especially the development of friendship and reliability. We have noticed that in both services the interpersonal relationship is associated with the circulation of the symbolic goods mentioned in the patients discourse, such as attention, loving care and concern, among others, marking the formation of ties during hospital stay. Likewise, reliability is also present in close relationship with the technical competence of the professional. Patient hospitality is associated with the manner in which the patients were treated on being admitted to the hospital, although they also refer to hospitality at later moments, during the course of their treatment. Finally, we are in a position to say that there are ties/links between in-patients and nursing staff, irrespective of the patient s social status and class divide. It is thus evident that the antiutilitarian symbolism of gift to give, receive, give back -, which shapes the setting of social ties also takes place in today s utilitarian, individualistic and competitive societies. Thus, human beings whose existence is dependent on mutual relationships try to save their humanity, especially those who are fragile and dependent as is the case of the hospital in-patient
metadata.dc.description.resumo: O presente estudo analisa o relacionamento interpessoal estabelecido entre a equipe de enfermagem e os pacientes, por ela assistidos. Tem como objetivos analisar os possíveis laços/vínculos existentes nestes relacionamentos e descrever, a partir da experiência do paciente, a sua percepção acerca do acolhimento pela enfermagem, bem como de sua confiabilidade na equipe, no contexto hospitalar. Trata-se de uma investigação de natureza analítica e abordagem qualitativa, tendo como fio condutor a teoria da dádiva de Marcel Mauss. Para a sua realização, foram entrevistados 18 pacientes, sendo 08 de instituição pública, internados em hospital escola de grande porte, e 10 de um hospital particular, de especialidades, ambos na cidade de Natal/RN. Os dados foram coletados no período de janeiro a março de 2006. Os resultados indicam que os vínculos se formam entre equipe de enfermagem e pacientes, independentemente de sua condição social, existindo o envolvimento de amizade e confiança, principalmente. Em ambos os serviços, constatamos que o relacionamento interpessoal está vinculado à circulação dos bens simbólicos referidos nas falas dos pacientes, como atenção, carinho, dedicação, entre outros, caracterizando a formação de laços durante o período de internação. Aparece, igualmente, a confiabilidade, guardando estreita relação com a competência técnica do profissional de enfermagem. O acolhimento hospitalar se prende à forma como foram atendidos ao ser admitidos, embora se refiram também a este em momentos subseqüentes, na continuidade do tratamento. Por fim, podemos concluir que há existência de laços/vínculos entre o paciente hospitalizado e a equipe de enfermagem, independente da condição social do paciente ou da clivagem de classe. Evidencia-se, dessa forma, que o simbolismo anti-utilitarista da dádiva dar, receber, retribuir , que configura o estabelecimento de laços sociais, também se efetiva em sociedades utilitaristas/individualistas/competitivas da atualidade. Dessa forma, os humanos procuram salvar a sua humanidade, cuja existência depende das relações com outros, mormente quando se trata de alguém em situação de fragilidade e dependência, como é o caso do paciente hospitalizado
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/14788
Aparece nas coleções:PPGE - Mestrado em Enfermagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
SheylaGPA.pdf864,96 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.