Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/14798
Título: Entre orquídeas e girassóis :o laboratório de Enfermagem na visão de estudantes
Título(s) alternativo(s): Among orchids and sunflowers: the Nursing Laboratory from the point of view of students
Autor(es): Gomes, Cleide Oliveira
Palavras-chave: Ensino/aprendizagem;Enfermagem;Laboratório;Procedimentos de enfermagem;Learning/teaching;Nursing;Laboratory;Nursing procedures
Data do documento: 8-Dez-2004
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: GOMES, Cleide Oliveira. Among orchids and sunflowers: the Nursing Laboratory from the point of view of students. 2004. 109 f. Dissertação (Mestrado em Assistência à Saúde) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2004.
Resumo: To study the teaching/learning process about the Nursing procedures carried out in the laboratory, and learn both the sapiens and the demens dimensions of such process, is the main purpose of this study. The objectives are to: identify the major laboratory contributions to the teaching/learning process from the point of view of undergraduate students and the feelings they express; describe the difficulties they have identified; and analyze the relevance of the laboratory to this process. As part of the inquiry procedure, four core group meetings were held with 26 undergraduate students who had completed the course on Semiology and Semiotics in Nursing, which is the course where the Nursing laboratory is most needed as a learning space. The analysis, based on a qualitative approach, had as fundamental theoretical support studies made by Friedlander and Hayashida, who deal with learning/teaching in the Nursing laboratory, and by authors who favor humanization in teaching such as, among others, Freire, Maturana, Morin, Assmann. Results point toward the relevance of the Nursing laboratory as a facilitator for the learning/teaching process. In their speech the students repeatedly state that the development of procedures in simulated situations enable them to become more self-assured and technically prepared for caring. In addition, they emphasize that feelings such as fear, lack of confidence, anxiety, anguish and panic become diminished at the time of their clinic experience when they have had previous learning in the laboratory. They have also acknowledged that some difficulties of structural nature have become obstacles to a high-quality learning development. In summary, in spite of the difficulties that have been pointed out by the students concerning the use of the Nursing laboratory in the learning/teaching process, they also recognize that this is the locus par excellence where they can develop their skills and appease their anxieties
metadata.dc.description.resumo: Estudar o processo ensino/aprendizagem acerca dos procedimentos de Enfermagem desenvolvidos no laboratório, apreendendo as dimensões sapiens e demens desse processo, é o propósito principal deste estudo. Tem como objetivos identificar as principais contribuições do laboratório de Enfermagem no processo ensino/aprendizagem, a partir da visão de estudantes de graduação, os sentimentos que eles expressam, descrever as dificuldades identificadas por estes e analisar a importância do laboratório nesse processo. Como procedimento de investigação, realizamos quatro reuniões de grupo focal com 26 estudantes de graduação que haviam concluído a disciplina de Semiologia e Semiotécnica em Enfermagem, aquela que mais utiliza o laboratório de Enfermagem como o principal espaço de sua aprendizagem. A análise, de abordagem qualitativa, teve como aporte teórico fundamental os estudos de Friedlander e Hayashida, que tratam do ensino/aprendizagem no laboratório de Enfermagem, e autores que privilegiam a humanização no ensino como Freire, Maturana, Morin, Assmann, entre outros. Os resultados apontam a importância do laboratório de Enfermagem como facilitador do processo ensinar/aprender. Os estudantes, em suas falas, afirmam e reafirmam que a realização de práticas em situações simuladas torna-os mais seguros e preparados tecnicamente para o cuidar. Além disso, ressaltam que os sentimentos de medo, insegurança, ansiedade, angústia e pânico, entre outros, são atenuados por ocasião da experiência clínica quando antes vivenciam a aprendizagem no laboratório. Constatam, igualmente, algumas dificuldades de ordem estrutural que constituem obstáculos ao bom desenvolvimento da aprendizagem. Em síntese, apesar das dificuldades apontadas pelos estudantes, em relação ao uso do laboratório de Enfermagem no processo ensino/aprendizagem, os mesmos reconhecem ser este o lócus por excelência para o desenvolvimento das habilidades e diminuição de suas tensões
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/14798
Aparece nas coleções:PPGE - Mestrado em Enfermagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CleideOG.pdf281,93 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.