Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/14811
Título: Processo de trabalho na estratégia saúde da família: potencialidades e fragilidades da atuação do enfermeiro
Autor(es): Chaves, Ana Cláudia Cardozo
Palavras-chave: Enfermagem. Processo de trabalho. Estratégia Saúde da Família. Sistema Único de Saúde;Nursing. Work process. Family Health Strategy. Unified Health System
Data do documento: 12-Dez-2013
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: CHAVES, Ana Cláudia Cardozo. Processo de trabalho na estratégia saúde da família: potencialidades e fragilidades da atuação do enfermeiro. 2013. 123 f. Dissertação (Mestrado em Assistência à Saúde) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2013.
Resumo: The present study aims to analyze the nurse s work process at Family Health Strategy, considering its basic elements and dynamic, and searching to identify aspects that may constitute strengths and weaknesses in its development. This is an analytical case study, with qualitative approach and theoretical-conceptual mark grounded in Dialectic Hermeneutics. Empirical research fields were the Family Health Units of Natal, RN, Brazil. The subjects are nurses working in this Strategy. Data collection was conducted through semi-structured individual interviews combined with field observation. The research was initiated after approval by the Ethics Committee of Universidade Federal do Rio Grande do Norte, according to the guidelines and rules for research involving humans (Resolution 466/12), ensuring proper ethical precepts. The project was approved by register number 398.929, CAAE 19588813.7.0000.5537. From the 9 interviewed nurses, 8 were female and 1 male, average age of 52 years, average graduation time of 27 years and average time they stayed at the same Family Health territory of 7 years. It was found that it is up to the professional nurse in the Family Health care the important role of taking care of human beings in their life, family and community contexts, producing conditions to meet their needs through therapeutic act in health, using for such purpose both materials and immaterial instruments. It was possible to relate aspects that characterize strengths and weaknesses in the work process of nurses in the ESF, according to the speech of the interviewed workers, including the meanings and contradictions. Among the potentialities observed, it was possible to highlight the wide role of the nurse at Family Health; the perception of nurses about teamwork; the relative autonomy of nurses; the commitment of professionals to work; Humanization as a technology; the presence of other agents at work, such as directors and officers at the primary health units; the professional s experience time and contract type in the case studied. As weaknesses in the work process of nurses at Family Health Strategy, were highlighted the limited skills of the workforce; the difficulty in 10 identifying specific limits of the work of nurses in this scenario; the disturbances that occur in the process, the existing gaps in multiprofessional teams; Structural deficits of the units in the studied case, the low coverage of the Family Health in the county, and the political vulnerability of the work conditions. It is considered necessary to understand the dilemmas experienced in everyday life of nurses at Family Health Strategy as part of multiprofessional teams, facing actual achievement of changes in work processes necessary for the reorientation of health care in Brazil. In accordance, it is necessary to promote proper working conditions and welfare of labor agents which are protagonists the work at the United Health System
metadata.dc.description.resumo: O presente estudo tem como objetivo analisar o processo de trabalho do enfermeiro na Estratégia Saúde da Família (ESF), considerando seus elementos básicos e dinâmica, e buscando identificar aspectos que possam configurar potencialidades e fragilidades no seu desenvolvimento. Trata-se de um estudo de caso analítico, com abordagem qualitativa e marco teórico-metodológico na Hermenêutica Dialética. Foram campos empíricos da pesquisa as Unidades de Saúde da Família do município de Natal, RN, Brasil. Os sujeitos do estudo são enfermeiros que atuam nessa Estratégia. A coleta de informações foi realizada através de entrevista individual semiestruturada aliada à observação de campo. Foi iniciada após aprovação no Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, conforme diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisas envolvendo seres humanos (resolução 466/12), assegurando os devidos preceitos éticos. O projeto foi aprovado pelo parecer de número 398.929, CAAE 19588813.7.0000.5537. Dos 9 enfermeiros entrevistados, são 8 do sexo feminino e 1 masculino, com média de idade de 52 anos, média de tempo de graduação de 27 anos e tempo médio de permanência num mesmo território da ESF de 7 anos. Verificou-se que cabe ao profissional enfermeiro na Saúde da Família o importante papel de cuidar do ser humano em seus contextos de vida, família e comunidade, produzindo condições à satisfação de suas necessidades através do agir terapêutico em saúde, utilizando para tanto instrumentos materiais e imateriais. Foi possível relacionar aspectos que configuram potencialidades e fragilidades no processo de trabalho do enfermeiro na ESF, segundo o discurso dos trabalhadores entrevistados, incluindo-se os sentidos e contradições. Entre as potencialidades, foram destacadas o papel ampliado do enfermeiro na ESF; a percepção do enfermeiro sobre o trabalho em equipe; a autonomia relativa do enfermeiro; o compromisso dos profissionais com o trabalho; a Humanização como tecnologia; a presença de outros agentes no trabalho, como diretores e administradores nas Unidades Básicas de Saúde; o tempo de 8 experiência e a forma de vinculação dos profissionais no caso estudado; e a adesão do município de Natal/RN a estratégias e programas federais no âmbito da saúde. Como fragilidades no processo de trabalho do enfermeiro na Saúde da Família, foram apontadas a limitada qualificação da força de trabalho; a difícil delimitação das especificidades do trabalho do enfermeiro nesse cenário; os transtornos que ocorrem no processo; as lacunas persistentes nas equipes multiprofissionais; os déficits estruturais das UBS no caso em estudo; a baixa cobertura da Estratégia no município; e a vulnerabilidade política das condições para a realização do trabalho. Considera-se necessário compreender os dilemas vivenciados no cotidiano dos enfermeiros da Saúde da Família, como parte de equipes multiprofissionais, tendo em vista a conquista real de mudanças nos processos de trabalho, necessárias à reorientação do modelo de atenção à saúde brasileiro. Em consonância, é preciso promover condições de trabalho adequadas e o bem estar dos agentes que protagonizam do trabalho no Sistema Único de Saúde
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/14811
Aparece nas coleções:PPGE - Mestrado em Enfermagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
AnaCCC_DISSERT.pdf1,18 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.