Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/14952
Título: Modelo de classificação para pequenas empresas supermercadistas quanto ao uso de técnicas de prevenção de perdas: um estudo de caso
Autor(es): Arcoverde, Carlos Frederico de Araújo
Palavras-chave: Prevenção de perdas;Varejo;Supermercados;Classificação;Loss prevention;Retail;Supermarket;classification
Data do documento: 26-Mai-2010
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: ARCOVERDE, Carlos Frederico de Araújo. Modelo de classificação para pequenas empresas supermercadistas quanto ao uso de técnicas de prevenção de perdas: um estudo de caso. 2010. 172 f. Dissertação (Mestrado em Estratégia; Qualidade; Gestão Ambiental; Gestão da Produção e Operações) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2010.
Resumo: The objective of this work is to draw attention to the importance of use of techniques of loss prevention in small retail organization, analyzing and creating a classification model related to the use of these in companies. This work identifies the fragilities and virtues of companies and classifies them relating the use of techniques of loss prevention. The used methodology is based in a revision of the available literature on measurements and techniques of loss prevention, analyzing the processes that techniques needed to be adopted to reduce losses, approaching the "pillars" of loss prevention, the cycle life of products in retail and cycles of continues improvement in business. Based on the objectives of this work and on the light of researched techniques, was defined the case study, developed from a questionnaire application and the researcher's observation on a net of 16 small supermarkets. From those studies a model of classification of companies was created. The practical implications of this work are useful to point mistakes in retail administration that can become losses, reducing the profitability of companies or even making them impracticable. The academic contribution of this study is a proposal of an unpublished model of classification for small supermarkets based on the use of techniques of loss prevention. As a result of the research, 14 companies were classified as Companies with Minimum Use of Loss Prevention Techniques - CMULPT, and 02 companies were classified as Companies with Deficient Use of Loss Prevention Techniques - CDULPT. The result of the research concludes that on average the group was classified as being Companies with Minimum Use of Techniques of Prevention of Losses EUMTPP, and that the companies should adopt a program of loss prevention focusing in the identification and quantification of losses and in a implantation of a culture of loss prevention
metadata.dc.description.resumo: Este estudo trata da importância do uso de técnicas de revenção de perdas no pequeno varejo supermercadista, analisando e criando um modelo de classificação quanto ao uso destas técnicas nas empresas. O trabalho identifica as ragilidades e virtudes das empresas e as classifica quanto ao uso de técnicas de prevenção de perdas. A metodologia utilizada foi a revisão da literatura disponível sobre técnicas e índices de prevenção de perdas, analisando os processos utilizados pelos lojistas, em relação a técnicas de precisam ser adotados para reduzir perdas. Para tanto, foram abordados os pilares da prevenção de perdas, o ciclo de vida dos produtos no varejo e ciclos de melhoria continua. Baseado nos objetivos do trabalho e a luz das técnicas pesquisadas definiu-se o estudo de caso, desenvolvido através da aplicação de questionário e observação do pesquisador sobre rede de 16 pequenos supermercados. A partir dos estudos realizados criou-se um modelo de classificação de empresas. As implicações práticas deste estudo apontam como os erros na gestão do varejo podem se transformar em perdas, diminuindo a lucratividade das empresas ou até mesmo inviabilizando-as. A contribuição acadêmica deste estudo consiste na proposição de um modelo inédito de classificação de pequenos supermercados quanto ao uso de técnicas de prevenção de perdas e no aprofundamento do conhecimento de processos utilizados no combate às perdas. Como resultado da pesquisa, foram classificadas 16 empresas quanto ao uso de técnicas de prevenção de perdas, sendo 14 delas classificadas como Empresas com Uso Mínimo de Técnicas de Prevenção de Perdas EUMTPP e duas delas como Empresas com Uso Deficiente Técnicas de Prevenção de Perdas EUDTPP. Concluiu-se que o grupo de empresas pesquisado foi classificado como sendo Empresas com Uso Mínimo de Técnicas de Prevenção de Perdas EUMTPP e que as empresas devem adotar um programa de prevenção de perdas focando na identificação dos processos geradores de perdas, na quantificação das perdas e na implantação de uma cultura de prevenção de perdas
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/14952
Aparece nas coleções:PPGEP - Mestrado em Engenharia de Produção

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CarlosFAA_DISSERT.pdf1,33 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.