Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/14989
Título: Ergonomia, sustentabilidade sócio-ambiental e atividade de pesca artesanal com jangadas: estudo de caso na Praia de Ponta Negra, Natal-RN
Título(s) alternativo(s): Ergonomics, sustainability socio-environmental and activity with artusanal fishing rafts: a case study at praia de Ponta Negra, Natal-RN
Autor(es): Celestino, Joyce Elanne Mateus
Palavras-chave: Ergonomia;Meio ambiente;Pesca artesanal;Jangadeiros;Ergonomics;Environment;Fishing;Raftsm
Data do documento: 10-Nov-2010
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: CELESTINO, Joyce Elanne Mateus. Ergonomics, sustainability socio-environmental and activity with artusanal fishing rafts: a case study at praia de Ponta Negra, Natal-RN. 2010. 212 f. Dissertação (Mestrado em Estratégia; Qualidade; Gestão Ambiental; Gestão da Produção e Operações) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2010.
Resumo: The fishing is made possible by the handiwork of a fisherman, not using appliances that achieve the same levels of industrial fishing productivity and not causing environmental impacts on fish stocks with the same intensity. The adoption of sustainability practices in this type of fishing has been requested for the achievement of environmental and socioeconomic improvements, since its production has been decreasing over the years and overfishing has led to reduced stocks also stand out environmental aggressions such as pollution. Thus, this research aims to analyze the interference of environmental aspects/impacts that permeate the activity performed by fisherman on the beach of Ponta Negra, Natal-RN, in order to propose recommendations for environmental sustainability. We used a methodology based on the ergonomic work analysis (WISNER, 1987; GUERIN, 2001; VIDAL, 2008) using techniques such as observational and interactional observation protocols, photographs, videos, conversational action, and listening to verbalizations. To understand the vulnerability of the environment in which the activity is carried fisherman and the interferences that it suffers, we used the study of environmental aspects/impacts (SÁNCHEZ 2008). As a result, it appears that from the observations located and reports raftsmen, changes in the sea, the search for new fishing grounds farther from the coast, reducing fishery production, waste generation and pollution of the workplace, and the difficulty in docking rafts, factors arising from the pressures both for society as Seen by fisherman, denoting the necessity of drawing up recommendations and actions proposed by management activity by promoting discussion among raftsmen and accountable institutions, and training through workshops on environmental education, aiming to positive changes in the activity fisherman from Ponta Negra and the environment in which raftsmen are inserted in order to seek a sustainable activity, preserving its characteristics
metadata.dc.description.resumo: A pesca artesanal se viabiliza pelo trabalho manual do pescador, não utilizando aparelhagens que atinjam os mesmos níveis de produtividade pesqueira industrial e não causando impactos ambientais sobre os estoques pesqueiros com a mesma intensidade. A adoção de práticas de sustentabilidade nesse tipo de pesca vem sendo requisitada para o alcance de melhorias ambientais e socioeconômicas, visto que sua produção tem sofrido decréscimo com o passar dos anos e a sobrepesca tem levado à redução dos estoques, além disso, destacam-se as agressões ao meio ambiente, como a poluição. Dessa forma, esta pesquisa objetiva analisar a interferência dos aspectos/impactos ambientais que permeiam a atividade jangadeira realizada na Praia de Ponta Negra, Natal-RN, a fim de propor recomendações para a sustentabilidade ambiental. Para tanto, utilizou-se uma metodologia baseada na Análise Ergonômica do Trabalho (WISNER, 1987; GUÈRIN, 2001; VIDAL, 2008) que aplica técnicas observacionais e interacionais como protocolos de observação, registros fotográficos, vídeos, ação conversacional e escuta de verbalizações. Para conhecer a vulnerabilidade do meio no qual se desenvolve a atividade jangadeira e as interferências que este sofre, empregou-se o estudo dos aspectos/impactos ambientais (SÀNCHEZ 2008). Como resultados, constataram-se a partir das observações situadas e dos relatos dos jangadeiros, mudanças no mar, a busca por novos pesqueiros mais distantes da costa, redução da produção pesqueira, geração de resíduos e poluição do ambiente de trabalho, e a dificuldade no atracamento das jangadas, fatores decorrentes das pressões exercidas tanto pela sociedade, quanto pela atividade jangadeira, que denotam a necessidade da elaboração de propostas de recomendações e ações, através da gestão da atividade fomentando a discussão entre os jangadeiros e as instituições responsáveis, e capacitação por meio de oficinas de educação ambiental, visando transformações positivas na atividade jangadeira de Ponta Negra, bem como no meio ambiente no qual os jangadeiros estão inseridos, a fim de buscar a sustentabilidade da atividade, preservando suas características
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/14989
Aparece nas coleções:PPGEP - Mestrado em Engenharia de Produção

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
JoyceEMC_DISSERT.pdf6,76 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.