Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/16295
Título: A Hora e o Nevoeiro: discurso épico, vontade de potência e mal-estar da modernidade no poema Mensagem de Fernando Pessoa
Autor(es): Silva, Francisco Welson Lima da
Palavras-chave: Literatura;Literatura Portuguesa;Literatura comparada;Poesia;Fernando Pessoa;Mensagem;Mal-estar da modernidade;Literature;Portuguese literature;Compared literature;Poetry;Fernando Pessoa;Message;Malaise of modernity
Data do documento: 30-Out-2008
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: SILVA, Francisco Welson Lima da. A Hora e o Nevoeiro: discurso épico, vontade de potência e mal-estar da modernidade no poema Mensagem de Fernando Pessoa. 2008. 179 f. Tese (Doutorado em Linguística Aplicada; Literatura Comparada) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2008.
Resumo: Considering articles written for Fernando Pessoa in 1912 about The new Portuguese poetry , where he already proclaimed the appearance of the Super-Camões, poet that would be able to revolutionize Portuguese literature e, concomitantly, to make resurging from rubble the Portuguese nation; we understand that, decades before the writing of Message, the poet was already armed with a Will of Power , expression of Friedrich Nietzsche that incorporate the idea of resurgence to the man like creator of news values. Fernando Pessoa believed to make his poetical word, the epic, restoring word of the ideas of Messianism and Fifth Empire as the pushing force of the new Portuguese largeness. However, we look for to investigate the conditions of Malaise that surround the universe of the poem and that restrict its capacity of action on the reality in its return, a time that the space destined in modernity to the poet and to his poetry hindered him of a devoted and positive action, We select therefore theorist like Sigmund Freud e Walter Benjamin
metadata.dc.description.resumo: Considerando os artigos escritos por Fernando Pessoa em 1912 sobre A nova poesia portuguesa , em que ele já proclamava o aparecimento do Super-Camões, poeta que seria capaz de revolucionar a literatura portuguesa e, concomitantemente, fazer ressurgir dos escombros a nação portuguesa; entendemos que o poeta, décadas antes da escritura de Mensagem já se revestia de uma Vontade de Potência , expressão nietzschiana que incorporava a idéia de ressurgimento do homem como criador de novos valores. Pessoa acreditava fazer da sua palavra poética, uma nova palavra épica, restauradora das idéias de Messianismo e Quinto Império como força impulsionadora de uma nova grandeza lusitana. No entanto, procuramos investigar as condições de Mal-Estar que circundam o universo do poema e que restringem a sua capacidade de ação sobre a realidade em sua volta, uma vez que o espaço destinado na modernidade ao poeta e à sua poesia o impediam de uma ação mais consagradora e positiva, elencamos, para isso, teóricos como Sigmund Freud e Walter Benjamin Palavras-chave: Literatura, Literatura Portuguesa, Literatura Comparada, Poesia, Fernando
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/16295
Aparece nas coleções:PPGEL - Doutorado em Estudos da Linguagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
FranciscoWLS.pdf784,83 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.