Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/16384
Título: A construção estilística das identidades poéticas da cidade de Natal: um olhar bakhtiniano
Autor(es): Faria, Marilia Varella Bezerra de
Palavras-chave: Discurso. Estilo. Identidade. Linguagem;Discourse. Style. Identity. Language
Data do documento: 21-Dez-2007
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: FARIA, Marilia Varella Bezerra de. A construção estilística das identidades poéticas da cidade de Natal: um olhar bakhtiniano. 2007. 190 f. Tese (Doutorado em Linguística Aplicada; Literatura Comparada) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2007.
Resumo: The purpose of this work is to bring forward cultural identities of the city of Natal that are built upon representations contained in the work of Twentieth-Century Potiguar1 poets. We started out with the premise that the urban tissue owes its formation to the effect of the feelings produced and to the individuals that give shape to them, thus causing the city to abound with feelings and meanings that are relevant for both society and the individual. As cities and their identities may be studied and interpreted from different viewpoints, we have used in this study poetic discourse that functions as a memory to the city and takes shape out of a set of historically established social practices. Our research is situated within the area of Applied Linguistics, an area of knowledge focused mainly in language that is increasingly expanding its investigation limits in an interdisciplinary way. Therefore, this study is based on a social and historical model of language, with language construed as a discourse practice (Bakhtin and Circle), and presents an interface with cultural studies (Hall, Canclini), taking into account the fact that culture builds up values and brings forth differences in respect of the conditions under which such values and differences are produced. In this sense, we have tried to ―listen‖ to what the poets say, by understanding and interpreting the meanings produced by their discourse, in order to identify the formation of the identities of the city that arise out of distinct points of view and diverse stylistic marks. Analysis of these poetic utterances lead to multifold cultural identities of the city, ranging from a naive and multicolored Natal to a city that builds itself on its characters and on to an insurgent, usurped Natal
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho tem por objetivo apresentar identidades culturais da cidade de Natal, construídas a partir das representações contidas no discurso de poetas potiguares, no decorrer do século XX. Para tal alcance, tomamos como premissa o fato de que o tecido urbano forma-se em decorrência dos efeitos de sentidos produzidos e dos sujeitos que neles se constituem, o que torna a cidade carregada desses sentidos e plena de significação para as sociedades e para os próprios sujeitos. Também constatamos, neste percurso investigativo, que, como as cidades e suas identidades podem ser interpretadas sob olhares diversos, o discurso poético funciona como uma memória sobre a cidade, reconstituída em meio a um conjunto de práticas sociais determinadas historicamente. A pesquisa ora apresentada situa-se no âmbito da Linguística Aplicada, área de conhecimento que tem como foco principal a linguagem e que, cada vez mais, amplia suas fronteiras de investigação, revelando seu caráter interdisciplinar. Assim configurado o perfil deste estudo, tomamos como referência teórica o modelo sócio-histórico da linguagem, entendendo-a como prática discursiva (Bakhtin e Círculo). Ainda no campo teórico, estabelecemos uma interconexão com os estudos culturais (Hall, Canclini), considerando que a cultura constrói valores, produzindo diferenças em função de suas condições de produção. Nesse sentido, buscamos, pois, ―ouvir‖ o que dizem os poetas, na tentativa de compreender e interpretar os sentidos produzidos por seus enunciados, visando identificar a formação das identidades da cidade, que emergem em função dos diferentes pontos de vista e das diversas marcas estilísticas que neles se fazem presentes. A análise dos discursos poéticos revelou múltiplas identidades culturais para a cidade: desde uma Natal ingênua e multicor, passando por uma cidade que se constrói a partir da visão de seus personagens, até uma Natal rebelde ou usurpada
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/16384
Aparece nas coleções:PPGEL - Doutorado em Estudos da Linguagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MariliaVBF_TESE.pdf1,11 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.