Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/17421
Título: A experiência de adolescentes portadores de diabetes Mellitus Tipo 1: seus significados e sentido
Autor(es): Cavalcanti, Tatiana Nunes
Palavras-chave: Adolescente;Diabetes mellitus tipo 1;Psicologia fenomenológico existencial;Experiência;Pesquisa fenomenológica;Adolescent;Diabetes mellitus type 1;Psychology phenomenological existential;Experience;Phenomenological Research
Data do documento: 11-Ago-2008
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: CAVALCANTI, Tatiana Nunes. A experiência de adolescentes portadores de diabetes Mellitus Tipo 1: seus significados e sentido. 2008. 125 f. Dissertação (Mestrado em Psicologia, Sociedade e Qualidade de Vida) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2008.
Resumo: Worldwide, the diabetes mellitus is considered a serious problem of public health; it also involves high costs for its treatment and its complications. Even though the onset of diabetes mellitus type 1 is on 5% to 10% of the diabetic population, it is the most aggressive type of anifestation; furthermore, it is the commonest chronic disease in childhood and adolescence. Such data show the importance of understanding the development of this disease from the moment the individual perceives it, according to their experience, observing the complexity of the phenomenon thoroughly. This study aimed to comprehend the experience of the adolescent with onset of diabetes mellitus type 1 in order to learn how these young individuals perceive and reason their place in the world when they experience this illness. The methodological strategy was based on qualitative research of phenomenological inspiration. We applied the main ideas of heideggerian ontology and some concepts of existential phenomenological psychology to guide our reflexive path. The participants were 10 young individuals (06 female and 04 male), ages between 15 and 18, under treatment in the city of Recife, Pernambuco. The methodological resource was the narrative, which allowed us access to the adolescents experience. The comprehension of the reports was based on the heideggerian hermeneutics, whose priority is the interpretation of the meaning expressed by the participants speech. The results showed that factors such as social, family, economic and cultural context greatly influence the perception and the way the individuals deal with, perceive and reason their experience. We noticed that the diabetes type 1 may often represent a limitation, but it does not make it impossible to be part of the world with others. The data show a significant affective ambivalence regarding the content more directly related to the disease. This demonstrates the unique way which each one gives meaning and reasons their condition of existence. This research points out the need to understand the complexity of this phenomenon in a more complete manner, considering the adolescent in their timely and historical context. We believe we can encourage thinking that may become actions which are more fit to the reality researched regarding all the parties involved with the subject, such as health professionals, adolescents, family, support programs and public health policies
metadata.dc.description.resumo: O diabetes mellitus, no cenário mundial, é considerado como um problema sério de saúde pública, além de envolver altos custos no seu tratamento e das suas complicações. Embora acometa de 5% a 10% da população diabética, o diabetes mellitus tipo 1 é o tipo mais agressivo de suas representações, além de ser a doença crônica mais comum na infância e adolescência. Tais dados indicaram a importância de se compreender o processo dessa doença a partir da percepção da pessoa acometida, de acordo com a sua experiência, observando a complexidade do fenômeno em sua totalidade. Esse estudo objetivou compreender a experiência do adolescente portador de diabetes mellitus tipo 1 no sentido de apreendermos como esses jovens significam e dão sentido ao seu estar no mundo, ao experienciar essa enfermidade. A estratégia metodológica teve como fundamento a pesquisa de abordagem qualitativa de inspiração fenomenológica. Utilizamos as principais idéias da ontologia heideggeriana e alguns conceitos da psicologia fenomenológico-existencial para nortear o nosso percurso reflexivo. Participaram do estudo 10 jovens (06 do sexo feminino e 04 do sexo masculino), com idades entre 15 e 18 anos, sob tratamento, na cidade do Recife, Pernambuco. O recurso metodológico utilizado foi a narrativa que nos permitiu acesso à experiência dos adolescentes. A compreensão dos relatos teve como base a hermenêutica heideggeriana que prioriza a interpretação do sentido que emerge através das falas dos participantes. Os resultados revelaram que fatores como o contexto social, familiar, econômico e cultural influenciam, sobremaneira, a percepção e a forma como os jovens lidam, significam e dão sentido a sua experiência. Percebemos que ter o diabetes tipo 1 pode representar, muitas vezes, uma limitação, mas não uma impossibilidade de estar-no-mundo-com-os-outros. Os dados revelaram uma significativa ambivalência afetiva quanto ao conteúdo mais especificamente relacionado à doença. Isso demonstra a singularidade com que cada um significa e atribui sentido a sua condição de existência. Esse estudo evidenciou a necessidade de se compreender a complexidade desse fenômeno de uma forma mais integrada, considerando o adolescente em seu contexto histórico e temporal. Acreditamos poder favorecer reflexões que possam ser revertidas em ações mais condizentes com a realidade estudada a todos os envolvidos que lidam com a temática, a saber, profissionais de saúde, adolescentes, familiares, programas de apoio e políticas públicas de saúde
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/17421
Aparece nas coleções:PPGPSI - Mestrado em Psicologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TatianaNC.pdf285,77 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.