Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/18217
Title: Culicídeos vetores em uma unidade de conservação da caatinga na região do seridó no Rio Grande do Norte aspectos da transmissão de doenças
Authors: Fernandes, Gláucia de Oliveira
Keywords: Mosquitos;Semiárido;Fatores climáticos;Fatores socioambientais;Criadouros;Arboviroses;Haemagogus;Anopheles;Mosquitoes;Semiarid;Climatic factors;Socioenvironmental factors;Breeding sites;Arboviruses;Haemagogus;Anopheles
Issue Date: 24-Feb-2011
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: FERNANDES, Gláucia de Oliveira. Culicídeos vetores em uma unidade de conservação da caatinga na região do seridó no Rio Grande do Norte aspectos da transmissão de doenças. 2011. 121 f. Dissertação (Mestrado em Meio Ambiente, Cultura e Desenvolvimento) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2011.
Portuguese Abstract: A raridade de registro de ocorrência de espécies de culicídeos, insetos veiculadores de agentes etiológicos de arboviroses, protozooses e filarioses, aliada à inexistência de informações sobre as interações destes com o ambiente silvestre contribui para tornar a Caatinga um dos Biomas mais desconhecidos do Brasil. Este estudo teve como objetivo identificar espécies de culicídeos em uma área preservada de Caatinga, as possíveis associações destes com fatores abióticos locais e a caracterização dos ecótopos naturais e artificiais existentes na Caatinga do Seridó potiguar. A Estação Ecológica do Seridó (ESEC-Seridó) é uma Unidade de Conservação da Caatinga situada em uma área rural no interior do Estado do Rio Grande do Norte. O clima quente e seco com um curto período chuvoso favorece a adaptação de vegetais, resultando em paisagens distintas ao longo do ano. O estudo ocorreu ao longo de um ano, com coletas mensais, nos intervalos entre 10h-12h, 14h-16h e 18h-20h. Os mosquitos adultos foram coletados em área de mata com um sugador manual com atrativo humano nos três horários, uma armadilha Shannon também foi utilizada nas coletas noturnas. Durante o período chuvoso ovitrampas foram distribuídas aleatoriamente em diferentes pontos. Os diferentes locais de captura foram observados e fotografados. Os imaturos e adultos capturados foram levados ao laboratório para identificação. De 5081 fêmeas coletadas em isca-humana e armadilha Shannon, 75% pertencem a espécie Mansonia wilsoni e foram identificados 8 gêneros Aedeomyia, Aedes, Anopheles, Coquillettidia, Culex, Haemagogus, Mansonia e Psorophora. Dos 92 ovos de Haemagogus encontrados, 71 foram à margem do açude. Larvas de mosquitos foram encontradas e fotografadas em criadouro artificial de uma área rural vizinha. O fator que mais influenciou na densidade de culicídeos na Caatinga foi a umidade. A chuva foi importante no aparecimento dos gêneros Haemagogus, Anopheles, Aedes e Psorophora. A temperatura influenciou negativamente Anopheles albitarsis. A ocorrência de importantes espécies vetoras de doenças em uma área preservada e pouco conhecida da Caatinga associada às questões ambientais e socioculturais são fatores que favorecem o aparecimento de insetos transmissores, tornando essas áreas potencialmente sujeitas ao ressurgimento de doenças
Abstract: The scarcity of occurrence records of culicid species, transmitting insects of etiologic agents for arboviruses, protozoan diseases and philarioses, and lack of information about their interactions with the forest environment make the Caatinga one of the most unknown biomes in Brazil. The aim of this study was to identify culicid species in a conservation unit located in a preserved area of the Caatinga and the possible associations with local abiotic factors, as well as characterize the natural and artificial ecotopes present in the Caatinga of Rio Grande do Norte state. The Ecological Station of Serido (ESEC-Seridó) is a Caatinga Conservation Unit located in a rural area of Rio Grande do Norte. The hot and dry climate of the Caatinga, along with a short rainy season, favor the adaptation and resistance of plants, resulting in completely distinct landscapes over the course of the year. The study took place over the course of one year, with monthly collections between 10h-12h, 14h-16h and 18h-20h. Adult mosquitoes were collected in a forest area using a manual suction trap with human bait as attractant at the three times and a Shannon trap for night collections. During the rainy season ovitraps were randomly distributed at different sites. The different capture sites were observed and photographed. Immature and adult insects captured were taken to the laboratory for identification. Of the 5081 insects collected in human-bait and Shannon traps, 75% were Mansonia wilsoni. In addition, Aedeomyia, Aedes, Anopheles, Coquillettidia, Culex, Haemagogus, Mansonia and Psorophora were identified. Of the 92 Haemagogus eggs found, 71 were collected on the banks of a reservoir. Mosquito larvae were found and photographed in an artificial breeding site of a neighboring rural area. Humidity had the greatest influence on culicid density in the Caatinga. Rain was important in the appearance of Haemagogus, Anopheles, Aedes and Psorophora. Temperature had a negative influence on Anopheles triannulatus. The occurence of important vector species of diseases in a little known preserved area of the Caatinga as well as environmental and sociocultural questions are factors that favor the emergence of transmitting insects, making these areas potential subject to the resurgence of diseases
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/18217
Appears in Collections:PRODEMA - Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
GlauciaOF_DISSERT.pdf4,12 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.