Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/18790
Title: Interpretação conjunta de dados de GPR e medidas de permeabilidade sobre um análogo de reservatório siliciclástico falhado na Bacia de Tucano, no NE do Brasil
Authors: Miranda, Hugo César Brandão de
Keywords: Bandas de deformação;Análogos de reservatórios;GPR;Minípermeâmetro
Issue Date: 8-Dec-2004
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: MIRANDA, Hugo César Brandão de. Interpretação conjunta de dados de GPR e medidas de permeabilidade sobre um análogo de reservatório siliciclástico falhado na Bacia de Tucano, no NE do Brasil. 2004. 127 f. Dissertação (Mestrado em Geodinâmica; Geofísica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2004.
Portuguese Abstract: O presente trabalho apresenta a utilização integrada de técnicas geofísicas para investigar a distribuição espacial de falhas e bandas de deformação (BD`s) em afloramentos análogos de reservatórios siliciclásticos na Bacia do Tucano no Estado da Bahia, nordeste do Brasil. Foram utilizadas as ferramentas geofísicas de Radar Penetrante no Solo (GPR) e minipermeâmetro, em estudos integrados com a geologia estrutural, com o intuito de analisar o impacto causado pelas BD´s nas condições permo-porosas da rocha. Os dados de GPR foram processados utilizando uma parametrização adequada para realçar descontinuidades nas camadas sedimentares. Esta parametrização possibilitou a detecção, em subsuperfície, das BD s que apresentam rejeitos maiores que 10 cm. Uma boa correlação foi verificada entre as BD´s detectadas pelo GPR e BD´s identificadas em superfície usando fotos aéreas de pequeno formato e mapas estruturais de detalhe da área investigada. Após adaptações no minipermeâmetro, que possibilitaram melhor precisão nas medidas, foram testadas duas metodologias de medição de permeabilidade: in situ e em amostras ou testemunhos. A metodologia que forneceu melhor resultado foi a primeira, que consiste de raspagem do afloramento seguida da medição nos locais raspados. Os perfis de permeabilidade obtidos permitiram caracterizar a transição entre BD´s e rocha sã; variações de até três ordens de grandeza foram verificadas. Também foram identificados nos perfis de permeabilidade padrões aproximadamente periódicos, associados com diminuições granulométricas e texturais em algumas fácies sedimentares, possivelmente ligados a ciclos deposicionais. A interpretação conjunta dos dados geológicos, geofísicos e de poços rasos, proporcionou a identificação, em subsuperfície, de um aumento do número de BD`s e uma diminuição granulométrica, a partir de 8 m de profundidade. Esta mudança está associada com uma brusca diminuição da permeabilidade a partir desta profundidade, que foi confirmada em medições realizadas em testemunhos extraídos de poços. Os resultados obtidos mostraram que as seções de GPR, além de proporcionarem imagens de alta resolução, detectando estruturas decacentimétricas, também apresentaram correlação com os dados de permeabilidade. Potencialmente, o GPR pode ser usado na composição de leis de escala, servindo de ligação entre dados de afloramento e dados sísmicos convencionais, auxiliando no entendimento do impacto de falhas, fraturas e BD`s nas condições permo-porosas de um reservatório de petróleo
Abstract: It is presented an integrated geophysical investigation of the spatial distribution of faults and deformation bands (DB´s) in a faulted siliciclastic reservoir analogue, located in Tucano Basin, Bahia State, northeastern Brazil. Ground Penetrating Radar (GPR) and permeability measurements allowed the analysis of the influence of DB´s in the rock permeability and porosity. GPR data were processed using a suitable flow parametrization in order to highlight discontinuities in sedimentary layers. The obtained images allowed the subsurface detection of DB´s presenting displacements greater that 10 cm. A good correlation was verified between DB´s detected by GPR and those observed in surface, the latter identified using conventional structural methods. After some adaptations in the minipermeameter in order to increase measurement precision, two approaches to measure permeabilities were tested: in situ and in collected cores. The former approach provided better results than the latter and consisted of scratching the outcrop surface, followed by direct measurements on outcrop rocks. The measured permeability profiles allowed to characterize the spatial transition from DB´s to undeformed rock; variation of up to three orders of magnitude were detected. The permeability profiles also presented quasi-periodic patterns, associated with textural and granulometric changes, possibly associated to depositional cycles. Integrated interpretation of the geological, geophysical and core data, provided the subsurface identification of an increase in the DB´s number associated with a sedimentary layer presenting granulometric decrease at depths greater than 8 m. An associated sharp decrease in permeability was also measured in cores from boreholes. The obtained results reveal that radagrams, besides providing high resolution images, allowing the detection of small structures (> 10 cm), also presented a correlation with the permeability data. In this way, GPR data may be used to build upscaling laws, bridging the gap between outcrop and seismic data sets, which may result in better models for faulted reservoirs
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/18790
Appears in Collections:PPGG - Mestrado em Geodinâmica e Geofísica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
HugoCBM_DISSERT.pdf7.62 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.