Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/18807
Título: Vulnerabilidade ambiental da zona costeira de Pititinga, Rio do Fogo, Rio Grande do Norte
Autor(es): Lima, Eduardo Queiroz de
Palavras-chave: Zona costeira;Vulnerabilidade;Erosão;Mapeamento;Coastal zone;Vulnerability;Erosion;Mapping
Data do documento: 30-Jul-2010
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: LIMA, Eduardo Queiroz de. Vulnerabilidade ambiental da zona costeira de Pititinga, Rio do Fogo, Rio Grande do Norte. 2010. 116 f. Dissertação (Mestrado em Geodinâmica; Geofísica) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2010.
Resumo: This work presents a study on the environmental vulnerability of the coastal region of Pititinga, Rio do Fogo/RN. The coastal erosion of Pititinga beach was analyzed and considerated as one more process that produces environmental vulnerability in the area of study, taking into account its human and natural environment and establishing the relation between them, to understand the arrangement that produced its spatial configuration. The natural environment was expressed by thematics maps with geology, geomorphology, vegetation and soil themes, while the human environment was expressed by the use and occupation of the soil map. The coastal erosion was put in an erosion vulnerability map. The methodological procedure to generate the thematics maps, vulnerability maps and of the erosion coastal involved the bibliographic research, field visits with check-list form fill, collect and analysis of sediment sample, photo-interpretation techniques, integration of the information in a database, data store and spatial analysis in a Geographic Information System (GIS) ambient. The natural vulnerability map shows a predominancy of environments with low (29,6%) or medium (42,4%) vulnerability, pointed the frontal and mobile dune as the areas with the highest vulnerability. The environmental vulnerability map, presents a predominancy of environments with low vulnerability (53,8%), with the high vulnerability concentrated on Pititinga community. The coastal erosion vulnerability presented distinct behaviors on three sections among the coastal line according each one characteristics. Where there are frontal and transgressive dunes, vulnerability are, generally, medium or low, respectively, and in the absence of them, as what occurs in Pititinga community, the vulnerability is predominately very high
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho apresenta um estudo sobre a Vulnerabilidade Ambiental da região costeira de Pititinga, Rio do Fogo/RN. A erosão costeira da praia de Pititinga foi analisada e considerada como mais um processo que gera vulnerabilidade ambiental na área de estudo, considerando seu meio natural e humano e estabelecendo a relação entre eles, para compreender os arranjos que produziram a sua configuração espacial. O meio natural foi expresso por meio de mapas temáticos envolvendo os temas geologia, geomorfologia, vegetação e pedologia, enquanto que o meio antrópico foi expresso pelo mapa de uso e ocupação do solo. A erosão costeira foi cartografada em um mapa de vulnerabilidade à erosão. O procedimento metodológico para gerar os mapas temáticos, os mapas de vulnerabilidade natural e ambiental e da erosão costeira envolveu o levantamento bibliográfico, visitas a campo com preenchimento de check-list, coleta e análise de amostras de sedimentos, técnicas de fotointerpretação, integração das informações em uma base de dados e armazenamento e análise espacial em um ambiente de Sistema de Informações Geográficas (SIG). O mapa de vulnerabilidade natural apontou para um predomínio de ambientes com vulnerabilidade baixa (29,6%) e média (42,4%), destacando as dunas frontais e móveis com as áreas de maior vulnerabilidade. Já o mapa de vulnerabilidade ambiental, apresenta um predomínio de ambientes com vulnerabilidade baixa (53,8%), estando a vulnerabilidade alta concentrada sobre a vila de Pititinga. A vulnerabilidade à erosão costeira apresentou comportamentos distintos em três trechos ao longo da linha de costa de acordo com as características de cada um. Quando ocorrem dunas frontais e transgressivas as susceptibilidades são, em geral, média e baixa, respectivamente, e quando da ausência destas, como ocorre vila de Pititinga, a vulnerabilidade é predominantemente muito alta
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/18807
Aparece nas coleções:PPGG - Mestrado em Geodinâmica e Geofísica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
EduardoQL_DISSERT.pdf4,6 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.