Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/19050
Título: Alocação de recursos públicos destinados a assistência hospitalar e ensino fundamental nas capitais brasileiras
Autor(es): Souza, Fabia Jaiany Viana de
Melo, Mariana Medeiros Dantas de
Araújo, Aneide Oliveira
Silva, Maurício Corrêa da
Palavras-chave: Alocação de recursos públicos - Brasil;Assistência hospitalar - Alocação de recursos públicos;Educação Fundamental - Alocação de recursos públicos
Data do documento: 2013
Citação: SOUZA, Fabia Jaiany Viana de et al. Alocação de recursos públicos destinados a assistência hospitalar e ensino fundamental nas capitais brasileiras. REUNIR - Revista de Administração, Contabilidade e Sustentabilidade. Campina Grande, v. 3, n. 1, p. 21-43, jan./abr., 2013. ISSN: 2237-3667. Disponível em: <http://150.165.111.246/revistaadmin/index.php/uacc/article/view/80/pdf> Acesso em: 19 maio 2015.
Resumo: A alocação de recursos públicos tem sido um dos desafios encontrados diariamente pela sociedade, pois é necessário que ela ocorra de modo a realizar o máximo de benefício social possível. Esta pesquisa tem como objetivo geral analisar a eficiência dos gastos públicos com assistência hospitalar e ensino fundamental nas capitais brasileiras no ano de 2009. Foram utilizadas as pesquisas descritiva, bibliográfica, quantitativa e qualitativa. A coleta de dados foi realizada nos sítios da STN, IBGE, DATASUS, MEC e Sistema da FIRJAN. Os resultados revelaram que em média a despesa com assistência hospitalar correspondeu a R$ R$ 403.151.579,13, sendo Macapá a capital com menor destinação de recursos para essa subfunção e São Paulo aquela com maior alocação de recursos. Constatou-se ainda, que as despesas com ensino fundamental foram em média R$ 376.799.800,62. São Paulo foi a capital que apresentou a maior destinação de recursos com ensino fundamental e Boa Vista a que destinou menos recursos no ano de 2009. Conclui-se que dentre as 22 capitais analisadas 4 delas (Florianópolis, João Pessoa, Macapá e São Paulo) foram eficientes com relação aos gastos com assistência hospitalar e 6 delas (Boa Vista, Manaus, Porto Velho, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo) foram considerados eficientes quanto a aplicação dos gastos com ensino fundamental
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/19050
ISSN: 2237-3667
Aparece nas coleções:CCSA - DCC - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
AlocaçãoRecursosPublicos_2013.pdf699,84 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.