Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/19171
Título: Comensalidade e cuidado: meninas-jovens-mulheres órfãs no contexto de HIV/Aids
Autor(es): Moreira, Sueli Aparecida
França Júnior, Ivan
Ayres, José Ricardo
Medeiros, Michelle
Palavras-chave: Comensalidade;Síndrome da imunodeficiência adquirida - AIDS;Crianças órfãs
Data do documento: 2012
Citação: Moreira Sueli Aparecida et al. Comensalidade e cuidado: meninas-jovens-mulheres órfãs no contexto de HIV/Aids. Interface, v. 16, p. 651-664, 2012. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/icse/v16n42/v16n42a06.pdf>. Acesso em: 22 maio 2015.
Resumo: O “monopólio da cozinha”, histórica e culturalmente, é atribuído às mulheres, mães. Para cuidar da família, elas elegem alimentos, compram, cozinham e os servem. Sustentam a comensalidade. Em contextos de HIV/Aids, onde há perda da mãe, as filhas tornam-se responsáveis por esses cuidados. O que pensam as meninas do papel de cuidadoras com o qual, prematuramente, deparam-se? O que dizem seus irmãos sobre isso? Realizamos entrevistas semidirigidas com 14 jovens órfãos. Os dados foram analisados pela proposta de Mills (2009). As jovens não demonstram insatisfação por executarem novas tarefas, mas deploram o fato de impedirem o estudo e a vida além-casa. Seus irmãos entendem a lida da cozinha como coisa de mulher e, por isso, dificilmente colaboram. Essas jovens necessitam de cuidados direcionados à situação vulnerável em que vivem. As políticas de Saúde Pública poderiam pleitear macroestruturas que atuassem sobre essa demanda
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/19171
ISSN: 1807-5762
Aparece nas coleções:CCSA - DETUR - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ComensalidadeCuidadoMeninas_2012.pdf167,15 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.