Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/19176
Título: Planejamento e políticas públicas do turismo: uma discussão teórica no contexto das Unidades de Conservação do Brasil
Título(s) alternativo(s): Planning and public policies of tourism: a theoretical discussion in the context of Protected Areas of Brazil
Autor(es): Wanderley Filha, Iracy
Azevedo, Francisco Fransualdo de
Nóbrega, Wilker Ricardo de Mendonça
Albuquerque, Jaci Câmara de
Palavras-chave: Planejamento em Turismo;Unidades de conservação;Política pública de turismo
Data do documento: Nov-2013
Citação: WANDERLEY FILHA, Iracy et al. Planejamento e políticas públicas do turismo: uma discussão teórica no contexto das Unidades de Conservação do Brasil. Revista Brasileira de Ecoturismo, v. 6, p. 27-44, 2013. Disponível em: <http://www.sbecotur.org.br/rbecotur/seer/index.php/ecoturismo/article/view/774/576>. Acesso em: 25 maio 2015.
Resumo: O processo de planejamento e gestão em áreas naturais tem ocupado um lugar de destaque nas discussões acadêmicas e governamentais, no sentido do uso destas áreas como opções de lazer e contemplação de grupos de turistas interessados em relacionar-se com a natureza. Este estudo tem como objetivo discutir as estratégias de planejamento e gestão do turismo em Unidades de Conservação (UC’s). Para isso, foi adotada uma abordagem qualitativa, sob uma perspectiva crítica, através de uma pesquisa bibliográfica, documental, e em meios digitais, acerca de temas como planejamento, gestão, políticas públicas, Estado, desenvolvimento sustentável e turismo. No que concerne à identificação das estratégias do planejamento e da gestão do turismo nas UC’s brasileiras, estas foram examinadas a partir das categorias estabelecidas pela Lei Federal Nº 9.985 de 18 de julho de 2000, que instituiu o Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC), bem como através das diretrizes estabelecidas pelo Ministério do Turismo (Mtur) através do Plano Nacional do Turismo (PNT). Os principais resultados e reflexões deste trabalho apontaram que, os estados e municípios brasileiros, na sua maioria, não dispõem de infraestrutura necessária para a efetiva implantação do turismo em UC’s, isto é, de modo que os recursos estruturais possibilitem a consolidação das funções socioambientais, econômicas e culturais do ecoturismo. Em se tratando do PNT, os resultados também revelaram que no Macro Programa 4, de estruturação e diversificação da oferta turística, há referência à segmentação do mercado porém, este não evidencia quais segmentos serão trabalhados prioritariamente, muito menos como devem ser geridos. O estudo buscou despertar a necessidade de ampliar e aprofundar debates sobre o planejamento e gestão do turismo em UC’s no sentido de promover as condições técnicas e infraestruturais necessárias para implementação do segmento ecoturístico
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/19176
ISSN: 1983-9391
Aparece nas coleções:CCSA - DETUR - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PlanejamentoPolíticasPúblicas_2013.pdf193,49 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.