Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/19214
Título: Análise do impacto dos royalties do petróleo no desenvolvimento local dos municípios potiguares
Autor(es): Segantini, Giovanna Tonetto
Lucena, Edzana Roberta Ferreira da Cunha Vieira
Oliveira, Ridalvo Medeiros Alves de
Palavras-chave: Royalties do petróleo;IDH-M
Data do documento: 2009
Citação: SEGANTINI, Giovanna Tonetto; LUCENA, Edzana Roberta Ferreira da Cunha Vieira; OLIVEIRA, Ridalvo Medeiros Alves de. Análise do impacto dos royalties do petróleo no desenvolvimento local dos municípios potiguares. Revista Ambiente Contábil, Natal, v. 1. n. 2, p. 12-21, jul./dez., 2009. ISSN 2176-9036. Disponível em: <http://periodicos.ufrn.br/ambiente/article/view/1337>. Acesso em: 25 maio 2015.
Resumo: Os royalties do petróleo são compensações financeiras consequentes da exploração de petróleo ou gás natural. Devido à relevância da receita dos royalties do petróleo para a política fiscal e de desenvolvimento econômico do Rio Grande do Norte, e em particular, para os municípios que compõem a Área de Petróleo Potiguar, se fez necessário estabelecer um estudo sobre as suas influências na dinâmica socioeconômica dessa região. O objetivo geral desse artigo é investigar as contribuições das receitas extraordinárias, originadas da atividade industrial de petróleo no território potiguar, para a melhoria da qualidade de vida destes municípios. Assim, através da evolução dos índices de IDH-M vislumbrou-se observar se os royalties têm contribuído para o desenvolvimento humano nos municípios em estudo. Os dados para a pesquisa foram obtidos junto ao IBGE, ANP e FERMURN, e para analisar a evolução das duas variáveis – royalties e IDH-M – foi utilizada a metodologia descritiva. Ao final do artigo conclui-se que um dos fatores que ocasionaram na melhoria da dinâmica de desenvolvimento dos municípios da região foi o incremento dessa receita extraordinária nos orçamentos municipais, permitindo investimentos em programas que possibilitaram melhoria nas variáveis: renda, longevidade e educação. O resultado do coeficiente de Pearson (0,689) apresentou que existe uma correlação positiva entre as variáveis no período de 1995 a 2000
URI: http://repositorio.ufrn.br:8080/jspui/handle/123456789/19214
ISSN: 2176-9036
Aparece nas coleções:CCSA - DCC - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
AnaliseImpactoRoyalties_2009.pdf73,29 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.