Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/19302
Título: Metrópole digital: o jovem aprendiz na educação tecnológica
Autor(es): Assunção, Zoraia da Silva
Palavras-chave: Educação profissional;Mercado de trabalho;Jovem aprendiz
Data do documento: 26-Fev-2014
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: ASSUNÇÃO, Zoraia da Silva. Metrópole digital: o jovem aprendiz na educação tecnológica. 2014. 256f. Tese (Doutorado em Educação) - Centro de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2014.
Resumo: This thesis was elaborated in the scenario of Digital Metropolis Institute (IMD) – a supplementary unit at the Federal University of Rio Grande do Norte in the training of personnel with technical and higher level courses whose technical level training is associated with a process of digital inclusion, with the purpose of attracting young people to this area, with emphasis on Software and Hardware Development. It aims to investigate the cognitive change of young apprentice on technological education and his/her entrance into the labor market, through the formation and the social inclusion proposed by the Instituto Metrópole Digital; understanding the juvenile subjectivity production through the Instituto Metrópole Digital’s education by performance in the labor market; recognizing the Brazilian professional qualification public policies for youth and identifying the role of Tutoring in the learning process during the course of formation of the young apprentice of the technological education proposed by the Instituto Metrópole Digital.The clipping of the object of investigation was the process of cognitive change and constitution of subjectivity of the young apprentice in information technology (IT) in the IMD. It was searched support in theory Freireana as proposal that problematizes the policies and the process of formation and professional qualification, in the perspective of a citizen and liberating consciousness. By qualitative and ethnographic nature, descriptive-explanatory, it counts with the participation of young people, high school students from public and private schools, aged between 15 and 18 years. There are strong aspects: a cognitive change on the young apprentice of technological education onto overdrive high school as the student of the Instituto Metrópole Digital; it happened the social integration for those who remain in the course, both in the neighborhood where they reside and at school where he attended high school, the young man is recognized and becomes reference to other young, favoring him a life projection which when the activities of mentoring is learning motivator, it exerts a positive influence to the young on the continuity of studies, it provides intellectual and institutional affiliation and continuity in the investments to the academic life for a better insertion in the labor market, which refers to the modification of the life project-invest in academic training, in exchange for a technical job in the labor market. There are weak aspects: the absence of professor in the course, in his most important role, which involves awareness of his/her condition in action, in explicit position that the professional practice constitutes as this constitution requires reciprocity of its students and the context in which it operates; fragile formation of mentoring, absence of dialogues in the classroom that favors the formation of subject learning, mainly in guiding action, mediator of the young; There is a lack of methodological proposal to develop real projects on the labor market with problem solving and collaborative learning. It considers that without converting information into knowledge cannot discern clearly enough that there is no direct causal relationship between Professional and technological Education and the level of employability of the young worker certificate. It suggests to the evasion: a greater knowledge of the reality of the student of the Institute Metropolis Digital; better knowledge of youth and their expectations of life project; the Tutoring will be Teacher-tutor; investing in employability conditions effective the young into the labor market.
metadata.dc.description.resumo: Elaborada no cenário do Instituto Metrópole Digital (IMD) – unidade suplementar da Universidade Federal do Rio Grande do Norte que atua na formação de pessoal com cursos de nível técnico e superior, sendo a formação de nível técnico, associada a um processo de inclusão digital, com o propósito de atrair jovens para a área de TI, com ênfases em Desenvolvimento de Software e Hardware –, esta Tese objetiva Investigar a mudança cognitiva de jovem aprendiz da Educação Tecnológica e seu ingresso no mercado de trabalho, a partir da formação e da inclusão social proposta pelo Instituto Metrópole Digital, compreender a produção de subjetividade juvenil a partir da Educação Tecnológica do Instituto Metrópole Digital para a atuação no mercado de trabalho; conhecer políticas públicas brasileiras de qualificação profissional para a juventude e identificar o papel da Tutoria no processo de aprendizagem no curso de formação do jovem aprendiz da Educação Tecnológica proposta pelo Instituto Metrópole Digital. O recorte do objeto de investigação foi o processo de mudança cognitiva e constituição da subjetividade do jovem aprendiz em Tecnologia da Informação (TI) no IMD. Busca suporte na teoria freireana como proposta que problematiza as políticas e o processo de formação e qualificação profissional, na perspectiva de uma consciência cidadã e libertadora. De cunho qualitativo e etnográfico, descritivo-explicativo, conta com a participação de jovens, alunos do ensino médio oriundos de escolas públicas e privadas, com idades entre 15 e 18 anos. Constata aspectos fortes: que houve mudança cognitiva do jovem aprendiz da Educação Tecnológica na ultrapassagem do ensino médio para o estudante do Instituto Metrópole Digital; que acontece a inserção social para àqueles que permanecem no curso, tanto no bairro onde reside quanto na escola onde cursou o ensino médio, o jovem é reconhecido e torna-se referência para outros jovens, favorecendo-o uma projeção de vida; que, quando a atuação da Tutoria é motivadora para a aprendizagem, exerce uma influência positiva para o jovem na continuidade dos estudos, possibilita afiliação institucional e intelectual e a continuidade nos investimentos para a vida acadêmica visando uma melhor inserção no mercado de trabalho, o que remete à modificação do projeto de vida – investir numa formação acadêmica, em troca de um emprego técnico no mercado de trabalho. Aponta aspectos fracos: ausência do professor no Curso, em seu papel mais importante, que envolve consciência da sua condição em ação, na posição explícita que o exercício profissional constitui na medida em que essa constituição requer reciprocidade de seus alunos e do contexto em que atua; uma frágil formação da Tutoria, ausência de diálogos em sala de aula que favoreça a formação sujeito da aprendizagem, principalmente na ação orientadora, mediadora do jovem; verifica-se a ausência de proposta metodológica visando o desenvolvimento de Projetos reais do mercado de trabalho com resolução de problemas e aprendizagem colaborativa. Considera que sem converter informação em conhecimento não é possível discernir com suficiente clareza que não há relação causal direta entre Educação Profissional e Tecnológica e o nível de empregabilidade do jovem trabalhador certificado. Sugere para a evasão: um maior conhecimento da realidade do aluno do Instituto Metrópole Digital; melhor conhecimento sobre juventude e as expectativas de projeto de vida; que a Tutoria passe a ser Professor-tutor; investir nas condições de empregabilidade efetiva do jovem no mercado de trabalho.
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/19302
Aparece nas coleções:PPGED - Doutorado em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ZoraiaDaSilvaAssuncao_TESE.pdf3,14 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.