Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/19331
Título: Construções culturais: representações fílmicas do espaço e da identidade
Título(s) alternativo(s): Cultural constructions: film representations of space and identity
La construction culturelle - représentations de l’espace entre le film et l’identité
Autor(es): Costa, Maria Helena Braga e Vaz da
Palavras-chave: Cinema;Espaço;Intertextualidade;Identidade cultural
Data do documento: 2010
Editor: Universidade Federal da Grande Dourados
Citação: COSTA, Maria Helena Braga e Vaz da. Construções culturais: representações fílmicas do espaço e da identidade. Revista Entre-Lugar, Dourados, v. 01, n. 2, p. 17-32, 2010. ISSN 2177-7829. Disponível em: <http://www.periodicos.ufgd.edu.br/index.php/entre-lugar/article/viewFile/670/743> Acesso em: 25/05/2015
Resumo: This work comments on film as cultural representation and onsome theories that elaborate the concepts of intertextuality, perception of space, and cultural identity The intention here is to discuss about the Brazilian film O Homem que Copiava (Jorge Furtado, 2002), to demonstrate how the concepts refered above have been construted by film representation contributing for the construction of a subjective and colective view about perception of space practice and identity in post-modernity.
Ce travail vise à formuler des observations sur film comme un moyen de représentation culturelle et des théories qui précisent sur les concepts de l’intertextualité, la construction des perceptions de l’espace, et l’identité culturelle. L’intention est ici de démontrer par débat autour du film brésilien L’homme qui a copié (Jorge Furtado, 2002), que les concepts énumérés ci-dessus ont été élaborés parla représentation cinématographique de contribuer à la construction d’une vision subjective et collective sur la pratique de la perception de l’espace et la constructionde l’identitédans la post-modernité.
metadata.dc.description.resumo: Esse trabalho tem como objetivo tecer alguns comentários sobre filme enquanto meio de representação cultural e algumas teorias que elaboram sobre os conceitos de intertextualidade, construção das percepções do espaço e identidade cultural. Pretende-se aqui demonstrar através da discussão sobre o filme brasileiro O Homem que Copiava (Jorge Furtado, 2002), como os conceitos elencados acima vêm sendo elaborados através da representação cinematográfica contribuindo para a construção de uma visão subjetiva e coletiva sobre a prática da percepção do espaço e a construção da identidade na pós-modernidade
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/19331
ISSN: 2177-7829
Aparece nas coleções:CCHLA - DEART - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Maria Helena Braga_Construções Culturais.pdf199,95 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.