Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/19414
Título: Evidências de validade de conteúdo de instrumentos para o cuidado à pessoa com lesão cutânea
Autor(es): Costa, Roberta Kaliny de Souza
Palavras-chave: Enfermagem;Estudos da validação;Avaliação em enfermagem;Cuidados de enfermagem;Cicatrização
Data do documento: 15-Ago-2014
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: COSTA, Roberta Kaliny de Souza. Evidências de validade de conteúdo de instrumentos para o cuidado à pessoa com lesão cutânea. 2014. 80f. Tese (Doutorado em Ciências da Saúde) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2014.
metadata.dc.description.resumo: As feridas estão entre os problemas cutâneos mais frequentes no cotidiano dos serviços de atenção à saúde. A qualidade do cuidado de pessoas com lesões na pele exige assistência integral, prestada por profissionais capacitados e sistematizada por protocolos. O enfermeiro desempenha um papel relevante no acompanhamento desses pacientes. O preparo do profissional para prestar esse cuidado deve ser baseado em evidências científicas e se iniciar durante a graduação. A avaliação do desempenho do futuro enfermeiro no cuidado de pacientes com feridas deve captar a habilidade do mesmo na execução de tarefas específicas e resolução de problemas em situações reais. Os instrumentos adotados nesse tipo de avaliação devem ser confiáveis, baseados em evidências científicas e proporcionar a padronização de condutas eficientes no ensino. A carência dessas ferramentas de mensuração validadas na literatura reforça a validação de instrumentos para tal fim. Assim, este estudo objetivou analisar a evidência de validade de um instrumento para avaliar o cuidado de graduandos de enfermagem à pessoa com lesão cutânea, por profissionais de saúde mediante a técnica Delphi. Estudo do tipo metodológico, com abordagem quantitativa, realizado em duas etapas: a primeira foi de elaboração do instrumento, a partir de uma revisão integrativa da literatura; a segunda, de proposição aos juízes do estudo por meio da técnica Delphi. O estudo foi iniciado após aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa. A primeira etapa foi realizada entre novembro e dezembro de 2012, na biblioteca virtual de saúde, na página da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior e de Secretarias Municipais de Saúde. Na etapa subsequente, realizada no período de janeiro a julho de 2013, buscou-se por meio da plataforma Lattes do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, identificar profissionais de saúde do Brasil para atuarem como juízes do instrumento. O formulário de avaliação do instrumento foi submetido via online aos pesquisados. Participaram da pesquisa 30 juízes na primeira rodada e 18 juízes na segunda rodada Delphi. A análise foi feita adotando-se índice Kappa ≥0,80 e Índice de Validade de Conteúdo (IVC)>0,80. Na primeira submissão aos juízes, os itens que não atingiram os índices Kappa e IVC estabelecidos pertenciam às categorias: preparação para o atendimento, higieniza as mãos, realiza anamnese, realiza exame físico, identifica fatores de risco, verifica sinais vitais, avalia a dor, identifica infecção na ferida, avalia a ferida, realiza limpeza na ferida, realiza curativo, avalia a necessidade de desbridamento, organiza ambiente do atendimento. Após as adequações e melhorias nos itens que não obtiveram os índices Kappa ou IVC estabelecidos houve a ressubmissão do instrumento aos juízes. Nesta segunda etapa da técnica Delphi, verificou-se que, das 20 categorias do instrumento, 18 apresentaram melhores escores na fase Delphi 2, uma manteve os mesmos índices da fase anterior e outra teve seus escores reduzidos, porém dentro do nível Kappa e IVC estabelecidos. Quanto aos requisitos de avaliação do instrumento, constatou-se que os escores na segunda fase foram maiores em sete dos dez itens, com significância estatística nos aspectos referentes à atualização, ao vocabulário e à precisão, indicando evidências de validade do instrumento perante o consenso dos juízes. Assim, aceita-se a hipótese alternativa no estudo, a medida que foram obtidos na fase Delphi 2 índices de validade maiores ou iguais aos da fase Delphi1. A construção e utilização de instrumentos confiáveis são relevantes para a profissão, fornecendo subsídios para a identificação de deficiências e a tomada de providências que propiciem a sensibilização quanto à necessidade de preparação de profissionais para o cuidado seguro e de qualidade na atenção à saúde das pessoas com feridas.
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/19414
Aparece nas coleções:PPGCSA - Doutorado em Ciências da Saúde

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
RobertaKalinyDeSouzaCosta_TESE.pdf2,65 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.