Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/19493
Título: Análise geoambiental da plataforma continental Rasa Equatorial, por meio de sensoriamento remoto e dados sedimentológicos: parrachos de Rio do Fogo-RN, Brasil
Autor(es): Araújo, Paulo Victor do Nascimento
Palavras-chave: Recifes de corais;Batimetria;Geomorfologia;Sensoriamento remoto;Mapeamento ambiental
Data do documento: 30-Mai-2014
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: ARAÚJO, Paulo Victor do Nascimento. Análise geoambiental da plataforma continental Rasa Equatorial, por meio de sensoriamento remoto e dados sedimentológicos: parrachos de Rio do Fogo-RN, Brasil. 2014. 95f. Dissertação (Mestrado em Geodinâmica e Geofísica) - Centro de Ciências Exatas e da Terra, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2014.
Resumo: In the shallow continental shelf in Northeastern Rio Grande do Norte - Brazil, important underwater geomorphological features can be found 6km from the coastline. They are coral reefs, locally known as “parrachos”. The present study aims to characterize and analyze the geomorphological feature as well as the ones of the benthic surface, and the distribution of biogenic sediments found in parrachos at Rio do Fogo and associated shallow platforms, by using remote sensing products and in situ data collections. This was made possible due to sedimentological, bathymetric and geomorphological maps elaborated from composite bands of images from the satellite sensors ETM+/Landsat-7, OLI/Landsat-8, MS/GeoEye and PAN/WordView-1, and analysis of bottom sediments samples. These maps were analyzed, integrally interpreted and validated in fieldwork, thus permitting the generation of a new geomorphological zoning of the shallow shelf in study and a geoenvironmental map of the Parrachos in Rio do Fogo. The images used were subject to Digital Image Processing techniques. All obtained data and information were stored in a Geographic Information System (GIS) and can become available to the scientific community. This shallow platform has a carbonate bottom composed mostly by algae. Collected and analyzed sediment samples can be classified as biogenic carbonatic sands, as they are composed 75% by calcareous algae, according to the found samples. The most abundant classes are green algae, red algae, nonbiogenic sediments (mineral grains), ancient algae and molluscs. At the parrachos the following was mapped: Barreta Channel, intertidal reefs, submerged reefs, the spur and grooves, the pools, the sandy bank, the bank of algae, sea grass, submerged roads and Rio do Fogo Channel. This work presents new information about geomorphology and evolution in the study area, and will be guiding future decision making in the handling and environmental management of the region
metadata.dc.description.resumo: A Plataforma Continental possui grande importância no estudo da evolução costeira, pois representa uma área afetada pelas oscilações do nível do mar no período Quaternário. Na plataforma continental rasa no Nordeste do Rio Grande do Norte, importantes feições geomorfológicas submersas podem ser encontradas a cerca de 6 km da linha de costa. São os recifes de corais, conhecidos localmente por parrachos. O presente estudo objetiva caracterizar e analisar as feições geomorfológicas e da superfície bentônica, além da distribuição dos sedimentos biogênicos encontrados nos parrachos de Rio do Fogo e plataforma rasa associada, a partir da utilização de produtos de sensores remotos e coletas de dados in situ. Para isto foram criados mapas sedimentológicos, batimétricos e geomorfológicos gerados a partir de composições de bandas de imagens dos sensores orbitais ETM+/Landsat-7, OLI/Landsat 8, MS/GeoEye e PAN/WordView 1, e análise de amostras de sedimentos de fundo. Estes mapas foram analisados e interpretados de forma integrada e validados em trabalhos de campo, permitindo ao final, a geração de um novo zoneamento geomorfológico da plataforma rasa em estudo e um mapa geoambiental dos Parrachos de Rio do Fogo. As imagens utilizadas, foram submetidas a técnicas de processamento digital de imagens (PDI). Todos os dados e informações obtidos estão armazenados em um Sistema de Informações Geográficas (SIG) e podem ser disponibilizados a comunidade científica. Esta plataforma rasa possui um fundo carbonático, composto principalmente por algas. As amostras de sedimento coletadas e analisadas podem ser classificadas como areias carbonáticas biogênicas, onde 75% do material encontrado é composto por algas calcárias. As classes mais abundantes são às algas verdes, algas vermelhas, sedimentos não biogênicos (grãos minerais), algas antigas e os moluscos. Nos parrachos foram mapeados: o Canal de Barreta, recifes intermareais, recifes submersos, rastros e sulcos, piscinas, um banco arenoso e composto por algas, fanerógamas marinhas, caminhos submersos e o Canal de Rio do Fogo. O presente trabalho apresenta novas informações sobre a geomorfologia e evolução da área de estudo e será norteador, em futuras tomadas de decisão no manejo e gerenciamento ambiental da região.
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/19493
Aparece nas coleções:PPGG - Mestrado em Geodinâmica e Geofísica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PauloVictorDoNascimentoAraujo_DISSERT.pdf3,06 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.