Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/19894
Título: “Currículo encarnado”: cartografia simbólica e afinidades pós-coloniais
Autor(es): Lima, José Gllauco Smith Avelino de
Palavras-chave: Currículo encarnado;Paulo Freire;Pós-colonialismo
Data do documento: 30-Set-2014
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: LIMA, José Gllauco Smith Avelino de.“Currículo encarnado”: cartografia simbólica e afinidades pós-coloniais. 2014. 134f. Tese (Doutorado em Educação) - Centro de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2014.
Resumo: This thesis has as main objective to reflect about the defining conceptual elements of the embodied curriculum concept, ident ified curriculum conception from the analysis about the rationality employed in the doctoral work of teacher Antonio Fernando Gouvê a da Silva, entitled The construction of the curriculum in popular critical perspective: the significant words to the context ualized practices , written and defended in the Postgraduate Program in Education: Curriculum, in the Pontifícia Catholic University of São Paulo, in 2004. We looked, also, on the problematization of the affinities between postcolonial theories – analytical perspectives towards the discussion about coloniality and their effect on contemporary social weaving – and the embodied curriculum concept. We argue that the reflections present in the aforementioned work bring an articulated curriculum concept based on three conceptual symbiotic elements, namely: negativity, dialogue and praxis, which, by endorsing the possibility of a curricular ingrained practice in the life context of the individuals, have some post - colonial inclinations that lead to the problematizat ion about the neo - colonial manifestations in curricular sphere, outlining a critique of the modus operandi of the colonialism, particularly, in its cultural and epistemic dimension from which the education is inseparable. For that, we used as methodologica l procedure the symbolic cartography, knowledge building strategy systematized by Boaventura de Sousa Santos, which allowed us to construct interpretive maps that enabled the symbolization of the universe which we longed to understand, that is, the concept ual categories mentioned above, which, in our view, underlie the concept of embodied curriculum. In this direction, we anchored ourselves in a meaningful dialogue with the theoretical approach of Paulo Freire and some of his interpreters regarding the disc ussion on curriculum, especially the reflections dev eloped by Antonio Fernando Gouvê a da Silva, and authors whose theoretical developments resonate in prospects for humanization, social justice and empowerment, among which we highlight: Theodor Adorno, Hug o Zemelman, Wilfred Carr, Adolfo Sánchez Vázquez, among others. We seek, in the same manner, on the contributions of authors considered post - colonial, as Hugo Achugar, Gayatri Spivak, Boaventura de Sousa Santos and Enrique Dussel, to name a few, the reason s why we consider the embodied curriculum as a place of political - pedagogical enunciation, conducive to an educational praxis that engages in a curricular work of reality translation in order to see what overwhelms it to, then, elicit the construction of a school curriculum as an awareness project for releasing in relation to what is unjust and inhumane. We consider, finally, that the success of this curriculum embodied translation implies a larger number of speakers mobilized in the production of knowledge that yearns for social emancipation and contribute to the enrichment of human capabilities as the maintenance of the life and the dignity of people.
metadata.dc.description.resumo: Esta tese possui como objetivo principal refletir acerca dos elementos conceituais definidores do conceito currículo encarnado, concepção curricular identificada a partir da análise em torno da racionalidade empregada no trabalho de doutoramento do Professor Antonio Fernando Gouvêa da Silva, intitulado A construção do currículo na perspectiva popular crítica: das falas significativas às práticas contextualizadas, escrito e defendido no âmbito do Programa de Pós-Graduação em Educação: Currículo, da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, no ano de 2004. Debruçamo-nos, também, sobre a problematização das afinidades entre as teorias pós-coloniais - perspectivas analíticas voltadas para a discussão em torno da colonialidade e seus efeitos na tessitura social contemporânea - e o conceito currículo encarnado. Argumentamos que as reflexões presentes no trabalho supracitado trazem um conceito de currículo articulado com base em três elementos conceituais simbióticos, a saber: a negatividade, o diálogo e a práxis, os quais, ao endossarem a possibilidade de uma prática curricular entranhada no contexto de vida dos sujeitos, apresentam algumas inclinações pós-coloniais que propiciam a problematização sobre manifestações neocoloniais na esfera curricular, delineando uma crítica ao modus operandi do colonialismo, particularmente, em sua dimensão cultural e epistêmica da qual a educação é indissociável. Para tanto, utilizamos como procedimento metodológico a cartografia simbólica, estratégia de construção do conhecimento sistematizada por Boaventura de Sousa Santos, a qual nos permitiu a construção de mapas interpretativos que possibilitaram a simbolização do universo que se almejou compreender, qual seja, as categorias conceituais citadas acima, as quais, em nosso entendimento, fundamentam o conceito currículo encarnado. Nessa direção, nos ancoramos em um diálogo profícuo com a abordagem teórica de Paulo Freire e de alguns de seus intérpretes no que tange à discussão sobre currículo, especialmente as reflexões desenvolvidas por Antonio Fernando Gouvêa da Silva, e com autores cujos desdobramentos teóricos ressoam em perspectivas de humanização, justiça e emancipação social, dentre os quais destacamos: Theodor Adorno, Hugo Zemelman, Wilfred Carr, Adolfo Sánchez Vázquez, entre outros. Buscamos, de igual maneira, nas contribuições de autores considerados pós-coloniais, como Hugo Achugar, Gayatri Spivak, Boaventura de Sousa Santos e Enrique Dussel, para citar alguns, as razões pelas quais consideramos o currículo encarnado como um lugar de enunciação político-pedagógico, propiciador de uma práxis educacional que se engaja em um trabalho curricular de tradução da realidade com o intuito de nela enxergar aquilo que oprime para, então, suscitar a construção de um currículo escolar como projeto de conscientização para libertação em relação ao que é injusto e desumano. Consideramos, por fim, que o êxito dessa tradução curricular encarnada implica a ampliação do número de falantes mobilizados na produção de um conhecimento que anseie pela emancipação social e contribua para o enriquecimento das capacidades humanas quanto à manutenção da vida e da dignidade das pessoas.
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/19894
Aparece nas coleções:PPGED - Doutorado em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
JoseGllaucoSmithAvelinoDeLima_TESE.pdf1,83 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.