Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/20000
Title: Características psicológicas do paciente obeso grave e suas implicações pós-operatórias na cirurgia bariátrica
Authors: Venzon, Clarissa Nesi
Keywords: Bypass gástrico;Avaliação psicológica;Rorschach;MCMI-III;Obesidade mórbida;Compulsão alimentar periódica
Issue Date: 19-Sep-2013
Publisher: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citation: VENZON, Clarissa Nesi. Características psicológicas do paciente obeso grave e suas implicações pós-operatórias na cirurgia bariátrica. 2013. 177f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2013.
Portuguese Abstract: A Obesidade é uma doença crônica de etiologia multifatorial que se caracteriza por excesso de gordura corpórea, cujo grau varia de acordo com o Índice de Massa Corporal (IMC=m2 /kg). A obesidade grave é caracterizada por IMC>40, frequentemente associada a alterações clínicas endócrino-metabólicas ou mecânicas e transtornos psicológicos; o quadro de Compulsão Alimentar Periódica (CAP) tem alta incidência nesta população. A cirurgia Bariátrica vem sendo o tratamento de escolha para a obesidade grave, por apresentar rápido emagrecimento e melhora nas condições clínicas. Têm-se verificado aumento de peso após dois anos de cirurgia em 20% a 30% dos casos. O objetivo geral desta pesquisa é avaliar características psicológicas e comportamentais entre obesos graves submetidos à Cirurgia Bariátrica do tipo Bypass Gástrico há pelo menos 24 meses. Foram investigados aspectos específicos como, (1) características do funcionamento personalidade e presença de transtornos clínicos e de personalidade; (2) a incidência de CAP e sua relação com perda de peso; (3) a diferença entre os grupos em relação aos acompanhamentos pós-cirúrgicos; atividade física, acompanhamento psicológico e nutricional. Método: 40 adultos (homens e mulheres), com idades entre 23 a 60 anos, submetidos à cirurgia bariátrica há pelo menos 24 meses, na cidade de Natal-RN, foram divididos em dois grupos com n= 20, Grupo de Ganho, com perda < 50% do peso excedente inicial, e o Grupo de Perda, com perda >50%. O protocolo de pesquisa foi composto por questionário biossociodemográfico, o método de Rorschach – Sistema Compreensivo (SC); Inventário de Personalidade de Millon (MCMI-III); e Escala de Compulsão Alimentar Periódica (ECAP). Através do método de Rorschach foram evidenciadas diferenças significativas entre os dois grupos, relacionadas aos tipos vivenciais (EB), maior presença de EB Extratensivo no Grupo Ganho e Intratensivo no Grupo de Perda; e ao descontrole na expressão dos afetos, com elevação de respostas de Cor Pura no Grupo Ganho. Em relação à população normativa do SC, a amostra como um todo apresentou maior tendência a experienciar sofrimento psíquico, auto percepção denegrida, autocrítica excessiva, distorções perceptivas, vulnerabilidade a desenvolver transtornos afetivos e elevação da pontuação na Constelação de Suicídio. O MCMI-III indicou maior incidência de transtornos clínicos e de personalidade no Grupo Ganho: Transtorno Depressivo e Esquizotípico, Ansiedade, Distimia, Depressão Maior; Transtorno do Pensamento, Bipolar- Maníaco e Transtornos de Estresse Pós-Traumático. Os resultados da ECAP indicaram diferença significativa, com elevação de CAP no Grupo de Ganho como também, entre a gravidade de CAP e presença de transtornos clínicos e de personalidade. Em relação aos acompanhamentos foi encontrada diferença significativa no quesito atividade física com mediana elevada no Grupo de Perda. Os grupos ainda se diferenciaram em relação ao peso inicial e tempo póscirúrgico, indicando que quanto maior o peso inicial e tempo percorrido maior o aumento de peso pós-cirúrgico. Os resultados ainda revelam que os participantes com mais de 3 anos de tempo cirurgia, apresentam elevação na presença de Transtornos Clínicos de Transtorno Depressivo Maior; Transtorno Somatoforme; Distimia. Tais resultados corroboram conclusões de estudos sobre a relação entre CAP pós-cirúrgico e novo ganho de peso, como também acerca de maior incidência de transtornos clínicos na população obesa grave. Conclui-se que o processo cirúrgico é apenas uma faceta do tratamento da obesidade grave, e que o acompanhamento pós-cirúrgico deve receber maior atenção e ocorrer em longo prazo para a manutenção não só dos resultados cirúrgicos, como da melhoria da qualidade de vida dos pacientes.
Abstract: Obesity is a chronic disease that has multi-factorial aetiology, characterized by high degree of body fat; the degree of obesity will vary according to the Body Mass Index (BMI=m2 /kg). The severe degree of obesity is characterized by BMI>40 and it is regularly associated to endocrine-metabolic or mechanic clinical alterations, and to psychological disorders. Binge Eating (BE) results were overly high for this population. The Bariatric Surgery has been the treatment chosen by those diagnosed with severe obesity as this intervention provides prompt outcomes for loss of weight and clinical improvement conditions. However, recent research has acquiesced that after two years between 20% and 30% of people subject to this intervention gained weight. The main objective of this research is to assess the psychological and behavioral characteristics of those diagnosed with severe obesity that have been subject to Gastric Bypass Surgery in the past 24 months. Specific aspects were investigated: (1) characteristics of different personalities and diagnose of clinic and personality disorders; (2) BE and its relation with loss of weight; (2) the difference between the groups regarding post-surgery care, e.g. physical activity, psychological and dietician input. Method: 40 adults (women and men) aged 23 and 60 year-old who went through a bariatric surgery in the past 24 months, in the city of Natal-RN (Brazil); they were assembled in two groups n=20, Gain group displaying loss of < 50% of their initial surplus of weight, and the Loss group displaying loss of >50%. The research protocol is made of a socio-demographic questionnaire and 3 psychometric instruments: Rorschach – Comprehensive System; Millon Personality Inventory (MCMI-III); and the Binge Eating Scale (Escala de Compulsão Alimentar Periódica (ECAP). Through Rorschach significant differences between these groups were verified according to the kind of personality (EB) - more EB Extratensivo in Gain group and Intratensivo in Loss group – and the lack of control to express affect, increasing the answer for Color Pure at Group I. Concerning the people standardization, the sample as a whole tends to show psychic pain, denigrated selfperception, high levels of self-criticism, distorted perceptions, vulnerability to develop mood disorders and high scores regarding Suicide. MCMI-III results showed more clinic and personality disorders in Group I: Depressive Disorder and Schizotypal, Anxiety, Dysthymia, Major Depressive Disorder; Thought Disorder, Bipolar- Manic and Posttraumatic Stress Disorder. In relation to ECAP, the results indicated significant differences, showing increased BE results in Gain group. There were found significant differences between BE severity and the presence of clinic and personality disorders. Concerning the post-surgery care, the observed differences are statistically significant regarding physical activities with median-increased differences in Loss group. There is a difference between the initial weight and the time post-surgery, indicating that the higher the initial weight and the time after the surgery the higher the re-gain of weight post-surgery. Finally, the results show that the participants with more than 3 years of surgery will have Clinic and Major Depressive Disorders; Somatoform Disorder; Dysthymia. These results confirm prior studies related to BE post-surgery and re-gain of weight as well as the proneness of clinic disorders in severe obesity people. That means the results reinforce that the surgery process is a facet of the severe obesity treatment. The post-surgery process needs to be the main focus of attention and have a long-term input to sustain the care of the surgery results and the quality of life of the patients.
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/20000
Appears in Collections:PPGPSI - Mestrado em Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ClarissaNesiVenzon_DISSERT.pdf2.07 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.