Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/20169
Título: Assinatura estrutural e geofísica da porção norte (fronteira Ceará-Piauí) no lineamento transbrasiliano: reativação na bacia do Parnaíba
Autor(es): Cacama, Moisés Samuel João Bota
Palavras-chave: Lineamento transbrasiliano;Graben de Jaibaras;Bacia do Parnaíba
Data do documento: 25-Mai-2015
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: CACAMA, Moisés Samuel João Bota. Assinatura estrutural e geofísica da porção norte (fronteira Ceará-Piauí) no lineamento transbrasiliano: reativação na bacia do Parnaíba. 2015. 90f. Dissertação (Mestrado em Geodinâmica e Geofísica) - Centro de Ciências Exatas e da Terra, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Resumo: The Transbrasiliano Lineament is a major shear zone trending NE-SW, related to the Brasiliano orogeny and evolved through high to low temperature stages. In this study, the structural and geophysical signature of the northern segment of Transbrasiliano Lineament was studied in its northern border, between Ceará and Piauí states, involving the Brasiliano mylonite zone, the Jaibaras Graben and reactivations affecting the sedimentary sequences post-ordovician of Parnaíba Basin. In the literature, is commonly the phanerozoic reactivation of this structure referred, generating several late Brasiliano grabens predating the paleozoic Parnaíba syneclises, like the Jaibaras Graben. Faults that cut the stratigraphic units of the Parnaíba Basin along the entire length of the Transbrasiliano Lineament express its reactivation during younger events. The magnetic anomaly field reduced to the pole map exhibit anomalies NE-trending, interpreted as the signature of the Transbrasiliano Lineament (and Brasiliano structures of the Borborema Province) in its high-temperature expression. The Jaibaras Graben is marked by a straight anomalous track with high magnetic susceptibility (interpreted as a prevalence of ferromagnesian rocks, probably volcanic), apparently without significant continuity in the substrate of Parnaíba Basin. The geometric and kinematic analysis of the structures in the study area, using remote sensing and field data, led to the characterization of four deformation phases brittle the ductilebrittle Dn, D1, D2 and D3. The Dn deformation phase of ediacaran-cambrian age, occurs exclusively in the Jaibaras Graben, with the development of comparatively higher temperature (as regards to younger events) ductile-brittle structures. D1, D2 and D3 deformation phases affect both the Jaibaras Graben as well as the paleozoic sequences of the northeastern edge of Parnaíba Basin, generating structures developed at lower temperatures, basically brittle/cataclastic. The SRTM image analysis allowed mapping different NE, NW and E-W trending lineaments in Parnaíba Basin, whose correlation with mesoscopic structures is discussed in terms of the reactivation of Transbrasiliano Lineament in association with the stages of general Atlantic opening and separation between South America and Africa, or even the distal orogenic events in Paleozoic.
metadata.dc.description.resumo: O Lineamento Transbrasiliano é uma importante zona de cisalhamento com direção NE-SW, relacionada orog nese Brasiliana e que evoluiu em estágios de alta até baixa temperatura. No presente trabalho, investigou-se a assinatura estrutural e geofísica da porção norte do Lineamento Transbrasiliano (fronteira Ceará-Piauí), envolvendo a zona milonítica brasiliana, o Graben de Jaibaras e as reativações que afetam as sequências sedimentares pós-ordovicianas da Bacia do Parnaíba. Na literatura é comum a referência à reativação fanerozoica dessa estrutura, a qual teria originado diversos grabens tardi-brasilianos precedentes à sinéclise paleozoica do Parnaíba, a exemplo do Graben de Jaibaras. As falhas que seccionam as unidades estratigráficas da Bacia do Parnaíba, ao longo de toda a extensão do Lineamento Transbrasiliano, exprimem a sua reativação em eventos mais jovens. O mapa do campo magnético anômalo reduzido ao polo exibe anomalias com direção NE, interpretadas como a assinatura do Lineamento Transbrasiliano (e das estruturas brasilianas da Província Borborema) na sua expressão de alta temperatura. O Graben de Jaibaras é marcado por uma faixa anômala retilínea com alta susceptilidade magnética (interpretada como o predomínio de rochas ferromagnesianas, provavelmente vulcânicas), aparentemente sem continuidade expressiva no substrato da Bacia do Parnaíba. A análise geométrica e cinemática das estruturas da área enfocada, utilizando dados de sensores remotos e de campo, permitiu a caracterização de quatro fases de deformação frágil a dúctil-frágil Dn, D1, D2 e D3. A fase deformacional Dn, de idade ediacarana-cambriana, ocorre de modo exclusivo no Graben de Jaibaras, com desenvolvimento de estruturas de temperatura mais elevada (comparativamente aos eventos mais jovens), dúcteis-frágeis. As fases deformacionais D1, D2 e D3 ocorrem afetando tanto o Graben de Jaibaras como as sequências paleozoicas da borda NE da Bacia do Parnaíba, com geração de estruturas em temperatura baixa, basicamente rúpteis/cataclásticas. A análise de imagens SRTM permitiu cartografar diversos lineamentos de direção NE, NW e E-W na Bacia do Parnaíba, cuja correlação com as estruturas mesoscópicas é discutida em termos da reativação do Lineamento Transbrasiliano em associação com os estágios de abertura do Atlântico e separação América do Sul-África, ou mesmo a eventos orogênicos distais no Paleozoico.
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/20169
Aparece nas coleções:PPGG - Mestrado em Geodinâmica e Geofísica

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MoisesSamuelJoaoBotaCacama_DISSERT.pdf14,86 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.