Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/20747
Título: A escrita no ensino fundamental II: uma análise dos desvios ortográficos e sugestões de estratégias de intervenção
Autor(es): Silva, Fernando Rodrigues da
Palavras-chave: Gêneros discursivos;Desvios de escrita;Desvios gramaticais;Variação linguística
Data do documento: 7-Ago-2015
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: SILVA, Fernando Rodrigues da. A escrita no ensino fundamental II: uma análise dos desvios ortográficos e sugestões de estratégias de intervenção. 2015. 145f. Dissertação (Mestrado Profissional em Letras - Profletras/CN) - Centro de Ensino Superior do Seridó - CERES, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Resumo: Why students of 6th year still present oral marks in written? To answer this question our paper presents what they are and how writing and grammatical deviations occur and emerged in an attempt to expand on these studies. The same objective to evaluate the presence of these deviations in genres produced by students of the 6th year of the Municipal School Manoel Catarino Filho and check if there are more variation deviations or grammatical deviations. It also aims to improve the linguistic and discursive ability of students in various traffic environments of certain genres and consequently the formation of active readers and writers. In order to better understand how this process occurs, the text starts of the socio discursive conception of gender, with the theoretical background studies of Bakhtin (1992) and Marcuschi (2002) about this conception and the rhetoric conception of Aristoteles and Platão. The text underlies even the works of Callou (2007), Neves (2003), Faraco (2002), Franchi (2006) and Cagliari (2005) on the Grammar School, linguistic variation as also on the sociolinguistic parameters as well in research on the phonetics and phonology of Oliveira e Nascimento (1990), Seara (2009), Hora (2009) and in the PCN. To compose the corpus of this study we collected 23 texts produced by students to serve as a data source for analysis of the presented deviations by quantitative and qualitative research method, in which categorize the deviations found in two groups: oral and linguistic variation deviations and writing and grammar deviations. The results showed that there was a rate of occurrence of oral and variation deviations greater of writing and grammar deviations. We concluded that the orality has a great influence on the written production of students. Finally, we propose some activities aimed at minimizing the occurrence of deviations in written productions of the students.
metadata.dc.description.resumo: O ensino de Língua Portuguesa, no Brasil, ainda necessita de grandes avanços quanto ao desenvolvimento de estratégias que possibilitem um bom desempenho dos alunos do ensino fundamental na leitura e na escrita. Pensando nisso, este trabalho surgiu na tentativa de ampliar os estudos sobre os desvios motivados pela variação linguística dos alunos ou por desconhecimento das normas gramaticais que tanto incidem em suas produções escrita. O objetivo é avaliar a presença destes desvios nos gêneros textuais produzidos por alunos do 6º ano da Escola Municipal Manoel Catarino Filho. Visa, ainda, aprimorar a capacidade linguístico-discursiva dos alunos nos mais diversos ambientes de circulação de determinados gêneros discursivos e, consequentemente, à formação de leitores e escritores atuantes. A fim de melhor compreender como se dá este processo, o texto parte da concepção sociodiscursiva de gênero, tendo como embasamento teórico os estudos de Bakhtin (1992) e Marcuschi (2002) acerca deste, bem como a concepção retórica de Aristóteles e Platão. A pesquisa ainda se apoia no que diz os PCN, com relação ao ensino de Língua Portuguesa, nos trabalhos de Callou (2007), Neves (2003), Faraco (2002), Franchi (2006) e Cagliari (2005) sobre o ensino de gramática, variação linguística e também sobre os estudos da sociolinguística. Acerca da fonética e fonologia, buscamos as pesquisas de Oliveira (1990), Seara (2009) e Hora (2009). Para compor o corpus da pesquisa e como forma de estimular a prática de escrita dos alunos e a reflexão crítica sobre a língua, propomos atividades de produção textual de gêneros discursivos diferenciados para analisarmos os desvios apresentados. Este trabalho verificou que houve uma taxa de ocorrência de desvios motivados pela variação maior do que os desvios motivados pelo desconhecimento da norma gramatical. A conclusão a que chegamos comprovou que a oralidade apresenta uma grande influência sobre a produção escrita dos alunos, a qual foi bastante refletida nestas. Por fim, propomos algumas atividades que visam minimizar a ocorrência dos referidos desvios nas produções escritas dos alunos.
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/20747
Aparece nas coleções:PROFLETRAS - CN - Mestrado Profissional em Letras

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
FernandoRodriguesDaSilva_DISSERT.pdf3,91 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.