Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/20991
Título: Politícas públicas no Brasil: o desafio de garantir os direitos da infância
Autor(es): Silva, Daniele Dorotéia Rocha da
Castro, Alda Maria Duarte Araújo
Palavras-chave: Política pública;Garantia dos direitos;Infância;Public policies;Right guarantees;Childhood
Data do documento: 2008
Citação: SILVA, Daniele Dorotéia Rocha da; CASTRO ,Alda Maria Duarte Araújo. Politícas Públicas no Brasil: o desafio de garantir os direitos da infância. Contexto & Educação, v. 23, n. 79, Jan./Jun.2008. Disponível em: <https://www.revistas.unijui.edu.br/index.php/contextoeducacao/article/view/1050/801>. Acesso em: 05 maio 2016.
Resumo: The article talks about the challenge of the construction of public policies for the child in the age group from 0 to 6 years old in Brazil, in the perspective of the right guarantees. One can presuppose that to comprehend the development of these policies, it is necessary to analyze the historical route of its assistance, possibilities and limits. It is also important to consider the contradictory relationships of power present in society, and its influence in the building of the conception of child and childhood that are very far to be neutral words, so they are policies. In this point of view, this work analyzes the arrangement of the current policies of assistance to children, making clear the shape as they were reorganized by the neo liberal policies and set of instructions of international organizations. The studies show that, instead of public and universal policies, programs and actions are introduced based on the focus in the fight against poverty, made with low costs and questionable quality.
metadata.dc.description.resumo: Este artigo discute o desafio da construção de políticas públicas para a criança na faixa etária de 0 a 6 anos, no Brasil, na perspectiva da garantia dos direitos. Parte do pressuposto de que, para se compreender o desenvolvimento dessas políticas, necessário se faz analisar o percurso histórico do seu atendimento, suas possibilidades e seus limites. É importante também considerar as contraditórias relações de poder existentes na sociedade e sua influência na construção de concepções de criança e infância, que, longe de serem neutras, são políticas. Nessa perspectiva, o trabalho analisa a configuração das atuais políticas de atendimento à criança, evidenciando a forma como foram redimensionadas pelas políticas neoliberais e pelas diretrizes dos organismos internacionais. Os estudos indicam que em lugar de políticas públicas e universais, são postos em prática programas e ações pautados pelo princípio da focalização no combate à pobreza, elaborados com baixos custos e de qualidade questionável
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/20991
Aparece nas coleções:CE - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Politícas Públicas no Brasil_2008.pdf208,14 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.