Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/21311
Título: A música como moduladora na escolha de parceiros: um estudo sobre musicalidade e seleção sexual humana
Autor(es): Fernandes, Igor Fernando Costa
Palavras-chave: Musicalidade humana;Música;Seleção de parceiros;Musicologia evolucionista
Data do documento: 29-Fev-2016
Editor: Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Citação: FERNANDES, Igor Fernando Costa. A música como moduladora na escolha de parceiros: um estudo sobre musicalidade e seleção sexual humana. 2016. 93f. Dissertação (Mestrado em Psicobiologia) - Centro de Biociências, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Resumo: The human musicality is subject of debate in many different areas of knowledge. Musicality´s universal presence, dating from at least 36,000 years, and its everyday use as a tool of expression are some of the many arguments that corroborate the importance of this behavior in our species. Human musicality has parallels with similar attributes in other species of birds, cetaceans and primates, in which this feature has been studied systematically since the Darwin´s first observations in the Evolutionary Theory composition. The Musicology Evolutionist proposes to study the latest function of human musicality. Our hypotheses proposed to explain the function of musical behavior in our species is that the music would be intrinsically linked to the behavior selection and partners choice. In our study, three groups composed of both sexes were exposed to a musical stimulus each and asked to evaluate photos of subjects of both sexes according to characteristics such as attractiveness, intelligence, familiarity, reliability and aroused sexual interest. Therefore, we sought to investigate the effect of musical stimuli, according to its quality, the sexual partners selection, through photographic stimuli evaluation. We found differences in the effect of music on men and women. Women are more responsive to presented melodies. The results also point to a greater effect of low quality musical stimuli, which negatively affect the perception of partners. We also found different effects according to the presented potential partners market value. Finally we find different musical stimuli effects in the different variables evaluation, such as attractiveness, intelligence, familiarity, reliability and aroused sexual interest. From the obtained results, we find evidence supporting the hypothesis that human musical behavior is linked to the selection and choice of sexual partners.
metadata.dc.description.resumo: A musicalidade humana é alvo de discussão das mais diversas áreas de conhecimento. Sua presençauniversal, datada de pelo menos 36 mil anos, bem como sua utilização cotidiana como ferramenta de expressão são alguns dos diversos argumentos que corroboram para a importância deste comportamento em nossa espécie. A musicalidade humana possui paralelos com atributos semelhantes em outras espécies de aves, cetáceos e primatas, nas quais esta característica tem sidoestudada de forma sistemática desde às primeiras observações feitas por Darwin na composição da Teoria Evolucionista. A Musicologia Evolucionista se propõe ao estudo da função última da musicalidade humana, tendo como uma das hipóteses propostas para explicar a função do comportamento musical em nossa espécie a de que este estaria intrinsicamente ligado ao comportamento de seleção e escolha de parceiros. Dessa forma, buscamos investigar o efeito dos estímulos musicais, segundo sua qualidade, na seleção de parceiros sexuais, através de avaliação de estímulos fotográficos. Encontramos diferenças do efeito da música em homens e mulheres, sendo as mulheres mais responsivas às melodias apresentadas. Os resultados apontam também para um maior efeito de estímulos musicais de baixa qualidade, os quais interferem negativamente na percepção dos parceiros. Encontramos ainda diferentes efeitos segundo o valor de mercado dos parceiros potenciais apresentados. Por último encontramos diferentes efeitos dos estímulos musicais na avaliação das diversas variáveis avaliadas, tais como atratividade, inteligência, familiaridade, confiabilidade e interesse sexual despertado. A partir dos resultados obtidos encontramos evidências que corroboram com a hipótese de que o comportamento musical humano está ligado ao processo de seleção e escolha de parceiros sexuais.
URI: http://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/21311
Aparece nas coleções:PPGPSICO - Mestrado em Psicobiologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
IgorFernandoCostaFernandes_DISSERT.pdf2,6 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.