Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/21482
Título: O processo de urbanização e o uso agrícola do território na região metropolitana de Natal/RN – 1990 a 2015
Autor(es): Santos, Elizabete Rodrigues Gurgel dos
Palavras-chave: Urbanização;Território;Rural e urbano
Data do documento: 29-Abr-2016
Citação: SANTOS, Elizabete Rodrigues Gurgel dos. O processo de urbanização e o uso agrícola do território na região metropolitana de Natal/RN – 1990 a 2015. 2016. 146f. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Resumo: There are few studies on rural and urban, town and country, the Brazilian Geography. However, analyzing the urbanization as a process that occurs throughout the country, and rural and urban content while coexisting in the geographic space is challenging. Thus, this work tries to escape the dichotomy, once undertaken the analysis of rural and urban, from an integrated view of space, aiming to analyze the agricultural use of the land in Greater Natal and the same process of urbanization. For this, it elaborated an urbanization rate from pre-selected variables that considers the different technical levels and allows you to view the density of urbanization in each municipality of RMN, according to the real conditions, and proportional to population size and their demands. Two of the RMN of municipalities are considered by the government and by the IBGE, as 100% urban. However, field research revealed the remarkable presence of rural content in these municipalities and urban areas where the content is thin, with the occurrence of agricultural use of these municipalities. This regulation has consequences for farmers, which besides not having access to some government policies and programs, because they live in municipalities 100% urban, yet do not receive technical assistance, and need to pay property tax, when, according to the nature of the activity developed and the characteristics of locality should be charged for the ITR. Moreover, agriculture is responsible for generating many jobs in RMN, with municipalities where there is a considerable percentage of workers covered by the primary sector, and also in most of the municipalities land used for cultivation and pastures is quite considerable, there the importance of studying the agricultural land use in RMN. With the survey found that it's in Natal where increased urban density is found, since it is in this city where there is a greater materiality of that content. What can be attributed to both the internal demand of the population of this municipality, as the demand generated by other municipalities in the state, resulting in the occurrence of a strong central Christmas. The municipalities of Parnamirim and São Gonçalo do Amarante has increased its centrality, the first, the second municipality with greater urbanization rate. However, even with the highest levels of urbanization, there is, in these municipalities, rarefactions areas of urban content and density of rural content that may be perceived to be in people's way of life or even in agricultural practice with ruralities features that show the coexistence of rural and urban content into the same space.
metadata.dc.description.resumo: Não são raros estudos sobre o rural e o urbano, a cidade e o campo, na Geografia brasileira. No entanto, analisar a urbanização enquanto um processo que ocorre em todo o território, e o rural e o urbano enquanto conteúdos que coexistem no espaço geográfico é desafiador. Assim, essa dissertação busca fugir da dicotomia, outrora empreendida nas análises do rural e do urbano, a partir de uma visão integrada do espaço, objetivando analisar o uso agrícola do território na Região Metropolitana de Natal e o processo de urbanização do mesmo. Para isso, elaborou-se um índice de urbanização a partir de variáveis pré-selecionadas que considera os diferentes níveis técnicos e permite visualizar as densidades da urbanização em cada município da RMN, de acordo com a realidade do estado, e proporcional ao tamanho da população e suas demandas. Dois dos municípios da RMN são considerados, pelo poder público e pelo próprio IBGE, como 100% urbanos. No entanto, a pesquisa de campo revelou a presença marcante do conteúdo rural nesses municípios e áreas em que o conteúdo urbano é rarefeito, com ocorrência de uso agrícola de parte desses municípios. Essa normatização traz consequências para os agricultores, que além de não terem acesso a algumas políticas e programas governamentais, por residirem em municípios 100% urbano, ainda não recebem assistência técnica, e, precisam pagar IPTU, quando, de acordo com a natureza da atividade desenvolvida e as características da localidade, deveria ser cobrado o ITR. Além disso, a atividade agrícola é responsável pela geração de muitos empregos na RMN, havendo municípios em que há um percentual considerável de trabalhadores vinculados ao setor primário, e também em grande parte dos municípios a terra utilizada para plantação e pastagens é bastante considerável, daí a importância de se estudar o uso agrícola do território na RMN. Com a pesquisa constatou-se que é no município de Natal onde é encontrado uma maior densidade urbana, já que é nesse município onde há uma maior materialidade desse conteúdo. O que pode ser atribuído tanto a demanda interna da população desse município, quanto a demanda gerada por outros municípios do estado, culminando na ocorrência de uma forte centralidade de Natal. Os municípios de Parnamirim e São Gonçalo do Amarante tem aumentado sua centralidade, sendo o primeiro, o segundo município com maior índice de urbanização. Contudo, mesmo com os maiores níveis de urbanização, há, nesses municípios, áreas de rarefações do conteúdo urbano e de densidade do conteúdo rural, que podem ser percebidos seja no modo de vida da população ou até mesmo na prática agrícola com características de ruralidades que comprovam a coexistência do conteúdo rural e urbano em um mesmo espaço.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/21482
Aparece nas coleções:PPGe - Mestrado em Geografia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ElizabeteRodriguesGurgelDosSantos_DISSERT.pdf3,49 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.