Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/21712
Título: Cuidado parental diferencial em Callithrix jacchus em ambiente natural
Autor(es): Terceiro, Francisco Edvaldo de Oliveira
Palavras-chave: Saguis;Investimento parental;Conflito pais-prole;Reprodutor cooperativo
Data do documento: 3-Mar-2016
Citação: TERCEIRO, Francisco Edvaldo de Oliveira. Cuidado parental diferencial em Callithrix jacchus em ambiente natural. 2016. 64f. Dissertação (Mestrado em Psicobiologia) - Centro de Biociências, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Resumo: Parental care is very important to increase the offspring’s chance of survival but this behavior produces costs for the parents. This implies a conflict between parents and offspring. Trivers (1974) emphasized that parents should optimize their investment to be able to guarantee the survival of the current brood and still be able to have more litters in the future. On the other hand, infants would try to maximize their gains. In species that are cooperative breeders and have a costly reproduction this conflict will be distributed across group members. For instance Callithrix jacchus are primates that live in groups which vary from five to seventeen individuals, including adult males and females, as well as immature animals. One of their most remarkable features is that helpers contribute to care for the offspring. Care-taking behavior seems to be influenced by a variety of factors such as age, sex, and rearing experience, but it is not entirely clear how these factors interact in determining how much each individual contributes. Therefore, it is our objective to study the investment made by the care-takers towards the infants in C. jacchus groups and analyze if exists differential parental care in natural conditions. We studied a group at the Floresta Nacional de Assu during twelve months and recorded care-taking behaviours such as carrying, food sharing, grooming and nursing from all the individuals in the group. We analyzed this behavior across various litters in one family group. We founded that the sex of care-takers and offspring is only relevant for grooming behavior and that competition between female among litters direct changes the allocation of care for all behaviors recorded and affects the allocation of care of all the members of the group. These results lead us to conclude that there is no evidence of differential parental care at the individual level. In the other hand, parental and alloparental behavior of C.jacchus reflects the social dynamics of the group and for that matter can be used to do so as an alternative for aggressive and affiliative behavior.
metadata.dc.description.resumo: O cuidado parental é muito importante para aumentar a chance de sobrevivência da prole. Porém esse comportamento causa custos aos parentes implicando em um conflito entre pais e prole. Trivers (1974) enfatizou que pais devem otimizar o seu investimento para serem capazes de garantir a sobrevivência da prole atual e ainda serem capazes de ter mais proles no futuro. Por outro lado, infantes tentariam maximizar seus ganhos. Em espécies que são reprodutores cooperativos e possuem uma reprodução custosa esse conflito vai estar distribuido entre os membros do grupo. Como exemplo temos Callithrix jacchus, primatas que vivem em grupos de cinco a dezessete indivíduos, incluindo machos e fêmeas adultos assim como animais imaturos. Uma de suas características mais notáveis é que ajudantes contribuem para o cuidado da prole. O cuidado de comportamento parental parece ser influenciado por uma variedade de fatores tais como idade, sexo e experiência mas ainda não é claro como estes fatores interagem e determinam quando cada individuo irá contribuir. Portanto, é nosso objetivo estudar o investimento feito pelos cuidadores para os infantes em C.jacchus e analisar se existe cuidado parental diferencial em condições naturais. Nós estudamos uma grupo na Floresta Nacional de Assu durante doze meses e gravamos comportamentos de cuidado tais como carregamento, partilha de alimento, catação e amamentação de todos os indivíduos do grupo. Nós analisamos esse comportamento entre várias proles em um grupo familiar. Nós encontramos que o sexo dos cuidadores e dos filhotes só é relevante para o comportamento de catação e que a competição entre fêmeas em diferentes proles muda diretamente a alocação de cuidado para todos os comportamentos registrados e afeta a alocação de cuidado de todos os membros do grupo. Os resultados nos levam a concluir que não existe cuidado parental diferencial ao nível de indivíduo. Por outro lado, o cuidado parental e aloparental refletem a dinâmica social do grupo de C.jacchus e por essa razão podem ser usados com esse propósito como uma alternativa aos comportamentos agressivos e afiliativos.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/21712
Aparece nas coleções:PPGPSICO - Mestrado em Psicobiologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
FranciscoEdvaldoDeOliveiraTerceiro_DISSERT.pdf906,79 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.