Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22166
Título: Avaliação da atenção à saúde da mulher no ciclo gravídico-puerperal no Nordeste do Brasil
Autor(es): Morais, Marcela Fernandes de Araújo Batista de
Palavras-chave: Avaliação em saúde;Qualidade da assistência à saúde;Acesso aos serviços de saúde;Atenção primária à saúde;Saúde materna
Data do documento: 11-Ago-2016
Citação: MORAIS, Marcela Fernandes de Araújo Batista de. Avaliação da atenção à saúde da mulher no ciclo gravídico-puerperal no Nordeste do Brasil. 2016. 80f. Dissertação (Mestrado Profissional em Saúde da Família) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Resumo: In the process of construction of the Single Health System (SUS), it is stronger and more evident the importance of National Primary Care (NPC). There are some high-priority actions, among others, the prenatal and puerperal assistance.The present study aimed to evaluate women’s health care in the pregnant and puerperal cycle in the Northeast of Brazil through the data of the NPCAQIP.It is an evaluation study, with quantitative approach. The data used was obtained through the external evaluation bank of the NPCAQIP. The number of participants who took part in the study was 5146 health care professionals on each cycle of evaluation, and concerning the clients, 1732 women on the first cycle took part in the study answering questions related to prenatal and 2004 women on the second cycle. For the variable concerning the puerperium, 1743 women took part on the first cycle and 1952 women took part on the second one.The results were presented and discussed in different dimensions related to structure, process of work in the prenatal and process of work in the puerperium. Concerning the infrastructure, it could be noticed an almost total improvement of its variables, just with regression of the availability of folic acid from one cycle to another. Despite this progress, some variables deserve attention, such as: low availability of HIV, syphilis and pregnancy rapid tests. In relation to the process of work in the prenatal, data showed great deficiency related to health education, it is also highlighted the percentage regression of women orientation on most variables. In the process of work in the puerperium it was identified that a considerable amount of women did not have puerperal consultation. Therefore, for the ones who had, it was identified a progress related to the importance of having this consultation within 10 days. It was also observed the regression of the visit of the Community Health Agent on the first week post-partum. In general, when we compare the first and second cycles of the program, it can be noticed advances, however there are still some challenges to be overcome.
metadata.dc.description.resumo: No processo de construção do Sistema Único de Saúde se fortalece e se evidencia a importância da Atenção Primária à Saúde. Dentro desta há ações prioritárias, dentre as quais se encontra o acompanhamento pré-natal e puerperal. O presente estudo teve como objetivo avaliar a atenção à saúde da mulher no ciclo gravídico-puerperal na região Nordeste do Brasil através dos dados do Programa de Melhoria e Acesso da Qualidade da Atenção Básica. Trata-se de um estudo avaliativo, com abordagem quantitativa, no qual foram utilizados dados secundários obtidos através do banco da avaliação externa dos dois ciclos realizados pelo programa. Participaram respondendo o instrumento, 5146 profissionais de saúde em cada ciclo de avaliação, e em relação aos usuários, responderam as questões voltadas ao pré-natal, 1732 mulheres no primeiro ciclo, e 2004 mulheres no segundo ciclo. Para as variáveis correspondentes ao puerpério, participaram 1743 mulheres no primeiro ciclo, e 1952 mulheres no segundo ciclo. Os resultados foram apresentados e discutidos em dimensões voltadas a estrutura, processo de trabalho no pré-natal e processo de trabalho no puerpério. No tocante à infraestrutura, observou-se melhoria em quase totalidade das suas variáveis, tendo apenas a disponibilidade de ácido fólico regredido de um ciclo para outro. Apesar desses avanços, algumas variáveis, tais como: baixa disponibilidade de testes rápidos de HIV, sífilis e gravidez, merecem destaque. Em relação ao processo de trabalho no pré-natal, os dados mostram grande deficiência em relação à educação em saúde, destaca-se também a regressão percentual na maioria das variáveis voltadas à orientação das mulheres. No processo de trabalho no puerpério foi identificado que um grande número de mulheres não realizou consulta puerperal. Para tanto, para as que realizaram, foi identificado um avanço importante no tocante a essa realização no prazo de até 10 dias. Também foi observada regressão quando analisada à visita do Agente Comunitário de Saúde na primeira semana pós-parto. No geral, quando comparados o primeiro com o segundo ciclo do programa, percebem-se avanços, embora ainda haja desafios a serem superados.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22166
Aparece nas coleções:PPGSFN - Mestrado em Saúde da Família no Nordeste

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MarcelaFernandesDeAraujoBatistaDeMorais_DISSERT.pdf1,39 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.