Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22357
Título: Padrão de sono e tomada de decisão em médicos de unidades móveis de atenção às urgências submetidos a esquemas de turnos
Autor(es): Castro, Eleni de Araújo Sales
Palavras-chave: Trabalho em turnos;Sono;Tomada de decisão;Médicos;Atendimento pré-hospitalar
Data do documento: 20-Jun-2016
Citação: CASTRO, Eleni de Araújo Sales. Padrão de sono e tomada de decisão em médicos de unidades móveis de atenção às urgências submetidos a esquemas de turnos. 2016. 142f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Resumo: The change in sleep-wake patterns, one of the consequences of shift work and night shifts, causes many biopsychosocial changes that interfere on the health-disease processes of workers. One of the impacts caused by these changes is observed in decision-making, one of the components of executive functioning. In the context of emergency care in health work, decision making becomes one of the most important elements, because although most decisions can be resolved with a prepared team, the unpredictability scenario and the severity of interventions exposes the medical team to a constant stress, which can impair activities such as plan appropriate responses. This study aimed to assess the relationship between sleep and decision making in 26 medical technicians of the emergency care units undergoing shifts schemes and to translate and adapt to Portuguese decision-making hypothetical scenarios based on Policy-Capturing Technique. To sleep evaluation, we used the Pittsburgh Sleep Quality Index (PSQI), the Sleep Habits Questionnaire, the Epworth Sleepiness Scale and Chronotype Identification Questionnaire Horne-Ostberg. To evaluate the decision-making, was used the Iowa Gambling Task (IGT) and hypothetical scenarios created according to the Policy-Capturing Technique, which were translated into Portuguese and adapted according to the needs of our sample. For inclusion / exclusion criteria, the participants answered the Chalder Fatigue Scale, the Beck Anxiety Inventory (BAI), the Beck Depression Inventory (BDI) and the Inventory of Stress Symptoms for adults of Lipp (ISSL). Participants were divided into day shift (N = 6) and alternating shift (N = 20). The results showed a good sleep quality for physicians of the day shift and poor sleep quality for the alternating shift. A good quality sleep and less somnolence were correlated with better performance in decision-making. An assessment was made in order to verify the relationship between the two decision-making protocols and the results showed a correlation between them, indicating worse decision-making evaluated by IGT related to losses in decision making evaluated by the scenarios. It was found impaired decision making when measured along the shift. It is concluded that the scheme of alternating shift work can be detrimental to the sleep quality of doctors and a good sleep quality can contribute to a better performance in decision-making.
metadata.dc.description.resumo: A alteração no padrão de sono e vigília, uma das consequências do trabalho em turnos e noturno, causa inúmeras alterações biopsicossociais que interferem nos processos saúde-doença dos trabalhadores. Um dos impactos dessas alterações é observado no processo de tomada de decisão, um dos construtos das Funções Executivas. No contexto de trabalho de urgências e emergências em saúde, a tomada de decisão torna-se um dos elementos mais importantes, pois embora a maioria das decisões possa ser resolvida com a equipe preparada, o cenário de imprevisibilidade e gravidade das intervenções expõe a equipe médica a um estresse constante, que pode prejudicar atividades como planejar respostas apropriadas. Este estudo teve como objetivos gerais avaliar a relação entre sono e tomada de decisão em 26 médicos de unidades móveis de atenção às urgências, submetidos a esquemas de turnos e traduzir e adaptar para o português cenários hipotéticos de tomada de decisão baseados na Policy Capturing-Technique. Para avaliação do sono, foram utilizados o Índice de Qualidade de Sono de Pittsburgh (IQSP), o Questionário de Hábitos de Sono, a Escala de Sonolência de Epworth e o Questionário de Identificação de Cronotipo de Horne-Ostberg. Para avaliação da tomada de decisão foi utilizado o Iowa Gambling Task (IGT) e cenários hipotéticos criados de acordo com a Técnica Policy-Capturing. Para critérios de inclusão/exclusão, os participantes responderam à Escala de Fadiga de Chalder, ao Inventário de Ansiedade de Beck (BDI), ao Inventário de Depressão de Beck (BDI) e ao Inventário de Sintomas de Stress para Adultos de Lipp (ISSL). Os participantes foram divididos em turno diurno (N=6) e alternante (N=20). Os resultados mostraram uma boa qualidade de sono para os médicos do turno diurno e uma má qualidade do sono para os médicos do turno alternante. Uma boa qualidade de sono e menor sonolência foram correlacionados com melhores desempenhos na tomada de decisão. Foi feita uma avaliação com o objetivo de verificar relação entre os dois protocolos de tomada de decisão e o resultado mostrou correlação entre eles, indicando pior tomada de decisão avaliada pelo IGT relacionada a prejuízos na tomada de decisão avaliadas pelos cenários. Foi encontrada tomada de decisão prejudicada quando avaliada ao longo do turno. Conclui-se que o esquema de trabalho em turnos alternantes pode ser prejudicial para a qualidade de sono dos médicos e que uma boa qualidade de sono pode contribuir para um melhor desempenho na tomada de decisão.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22357
Aparece nas coleções:PPGPSI - Mestrado em Psicologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
EleniDeAraujoSalesCastro_DISSERT.pdf1,99 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.