Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22472
Título: Saúde bucal na atenção básica: estratégias para melhorar o acesso
Autor(es): Rezende, Samiramis Simone de Sousa
Palavras-chave: Acolhimento;Trabalho odontológico;Atenção primária em saúde;Pesquisa qualitativa;Pesquisa participativa
Data do documento: 30-Set-2016
Citação: REZENDE, Samiramis Simone de Sousa. Saúde bucal na atenção básica: estratégias para melhorar o acesso. 2016. 105f. Dissertação (Mestrado Profissional em Saúde da Família) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Resumo: In Brazil despite the expansion of oral health services occurred in recent years, the organization of demand and access to comprehensive care are still challenges in the SUS. The purpose of this study was to analyze the access to oral health actions in primary care and compose intervention strategies with a view to its improvement. This study adopted a qualitative approach in an interventionist character and was conducted with a family health team in a basic unit network from of the city of Jaboatão dos Guararapes, Pernambuco, Brazil. Regarding the methodological strategies, initially, the dialectical hermeneutic circle (HDC) technique was used, to investigate how the professionals of the health team understand the thematic approach. New and old concepts have been constructed / rebuilt, from which themes have been defined for further study. Workshops were held in order to dialogue with the participants and seek tools / instruments that could contribute to improve the work process with regard to access to comprehensive oral care. The data were recorded through the Research Journal and previously authorized audio recording. The proposed activities have developed on a shared basis with the professional team and the strategies of action were made by the participants based on the literature, considering their knowledge and practical experience. The analysis was produced in dynamic analytical process and collective construction of strategies to qualify health care. All participants concluded that in order to provide skilled oral health care, they could not act alone and that changes needed to improve the access to oral health, should include an expanded view of comprehensive care and shared action among subjects in work processes, using strategy with risk classification. The survey results of the research indicate that access to oral health is not restricted to the performance of the professional / team in this area, but also extends and articulates with the work of other professionals in the family health team and the implication of all involved in the processes of Health work: workers, users and managers.
metadata.dc.description.resumo: No Brasil, apesar da expansão dos serviços de saúde bucal ocorrida nos últimos anos, a organização da demanda e o acesso à atenção integral ainda são desafios no SUS. Esta pesquisa teve como objetivo analisar o acesso às ações de saúde bucal na atenção básica e compor estratégias de intervenção na perspectiva de sua melhoria. O estudo adotou abordagem qualitativa, de caráter interventivo, e foi realizado com uma equipe de saúde da família, em uma unidade da rede básica do município de Jaboatão dos Guararapes, Pernambuco - Brasil. Nas estratégias metodológicas, inicialmente, usou-se a técnica do círculo hermenêutico dialético (CHD), para investigar como os profissionais da equipe de saúde entendem a temática abordada. Foram construídos/reconstruídos novos e velhos conceitos, a partir dos quais se definiram temáticas para aprofundamento. Foram realizadas oficinas, com o intuito de dialogar com os participantes e buscar ferramentas/instrumentos que pudessem contribuir para melhorar o processo de trabalho no que diz respeito ao acesso ao cuidado integral à saúde bucal. Os dados foram registrados por meio do Diário de Pesquisa e por gravação de áudio previamente autorizada. As atividades propostas se desenvolveram de forma compartilhada com profissionais da equipe, e as estratégias de ações foram compostas pelos participantes com base na literatura, considerando seus saberes e experiências práticas. A análise se produziu em processo dinâmico e de construção coletiva de estratégias para qualificar a assistência em saúde. Os participantes concluíram que, para prestar assistência qualificada em saúde bucal, não poderiam atuar isoladamente e que mudanças necessárias para melhorar o acesso à saúde bucal devem incluir visão ampliada do cuidado integral e ação compartilhada entre sujeitos nos processos de trabalho, com a utilização da estratégia de acolhimento com classificação de risco. Os resultados da pesquisa indicam que o acesso à saúde bucal não se restringe à atuação do profissional/equipe dessa área, mas também se amplia e se articula à atuação de demais profissionais da equipe de saúde da família e à implicação de todos envolvidos nos processos de trabalho em saúde: trabalhadores, usuários e gestores.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22472
Aparece nas coleções:PPGSFN - Mestrado em Saúde da Família no Nordeste

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
SamiramisSimoneDeSousaRezende_DISSERT.pdf2,13 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.