Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22574
Título: Estratégias ambientais como fonte de competitividade: um estudo de caso no setor petroquímico
Autor(es): Nelson, Rafael Beserra
Palavras-chave: Competitividade;Estratégias ambientais;Medição;Indicadores;Setor petroquímico
Data do documento: 5-Dez-2014
Citação: NELSON, Rafael Beserra. Estratégias ambientais como fonte de competitividade: um estudo de caso no setor petroquímico. 2014. 167f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) - Centro de Tecnologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2014.
Resumo: Environmental issues are increasingly on the agenda, whether in daily life or in the workplace. For these approaches start to be used as environmental strategies, it is necessary to demonstrate the influence of these approaches on business competitiveness. This study aims to assess the quantitative impact of environmental strategies in the competitiveness of a petrochemical company. From that measurement, it is possible to demonstrate the effective contribution of environmental strategies for competitiveness, encouraging the use of these strategies and disseminating the sustainability paradigm. This paper is a case study with both quantitative and qualitative approaches, and was developed through a questionnaire applied to the decision makers of the company. Statistical analysis of collected data allowed the identification of the environmental strategy that most influences the competitiveness of the company. The study also revealed the most important strategies for each of the competitive factors: supply, financial, marketing, and internal processes. This work enabled the real measurement of the influence of environmental strategies in the competitiveness of an organization, classifying these environmental strategies and providing concrete data for the use of these strategies in the company's decision-making.
metadata.dc.description.resumo: A questão ambiental está cada vez mais em pauta, seja na vida cotidiana ou no ambiente de trabalho. Para que essas abordagens passem a ser utilizadas como estratégias, se faz necessário demonstrar sua influência na competitividade das empresas. O objetivo deste trabalho é avaliar o impacto quantitativo das estratégias ambientais na competitividade de uma empresa do setor petroquímico. A partir dessa mensuração torna-se possível demonstrar a contribuição efetiva das estratégias ambientais para a competitividade, incentivando o uso dessas estratégias e disseminando o paradigma da sustentabilidade. Este trabalho consiste num estudo de caso, com abordagem quanti e qualitativa, e desenvolveu-se por meio de questionário aplicado aos tomadores de decisão da empresa. A análise estatística dos dados coletados permitiu identificar a estratégia ambiental que mais influencia na competitividade da empresa. Também foram reveladas as estratégias mais importantes para cada um dos fatores competitivos: de fornecimento, financeiros, mercadológicos, e de processos internos. Enfim, foi realizada a mensuração real da influência das estratégias ambientais na competitividade de uma organização, classificando essas estratégias ambientais e fornecendo dados concretos para a utilização dessas estratégias na tomada de decisão da empresa.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22574
Aparece nas coleções:PPGEP - Mestrado em Engenharia de Produção

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
RafaelBeserraNelson_DISSERT.pdf4,06 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.