Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22814
Título: A forma da escola primária maranhense (1889-1912)
Autor(es): Oliveira, Rosângela Silva
Palavras-chave: Escola primária;Instituições escolares;Forma escolar
Data do documento: 29-Jul-2014
Citação: OLIVEIRA, Rosângela Silva. A forma da escola primária maranhense (1889-1912). 2014. 287f. Tese (Doutorado em Educação) - Centro de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2014.
Resumo: This study analyzed the shape of Maranhão primary school and its components during the period from 1889 to 1912. We tried to understand configuration identification of the provincial primary school organization in Maranhão last imperial decade to analyze the ruptures and continuities inferred with the new regime political, pointing to the dynamics of the strategies, processes and school devices that formed the Republican primary school form in the state of Maranhão. With data collected from documental, iconographic and bibliographic sources, printed sources used were documents the legislative process, Regulations and Regiments School, newspapers and magazines in circulation in Maranhão during the period under study, written record of Public Conferences, textbooks written by teachers normalistas, the annals of Pedagogical I do Maranhão Congress and results of academic research on the history of Maranhão education in the First Republic. It was identified pedagogical relationship details in elementary school Maranhão infants, registered in the form of written memory, important to identify the components of the primary school form. The results of the analysis of Republican primary school form in the State of the investigated period indicated that this consisted in a dynamic requiring changes in social relations of individuals and groups of the masses for the organization of society in Maranhão interdependencies chains under the form of federal unit. In this context, the shape of Maranhão public elementary school was set up with educational devices that promoted - systematically and simultaneously but in different degrees depending on the socio-economic conditions of the location where the primary school was inserted - the demerger, disassociation and the displacement of uses, native customs and knowledge to a standardized cultural knowledge, but immanent to become subjects and situations that produced them, (re) forming the Maranhão citizen with knowledge reintroduced for a specific social destination: the psychosocial illiteracy prisons.
metadata.dc.description.resumo: Este estudo analisou a forma da escola primária maranhense e seus elementos constitutivos durante o período de 1889 a 1912. Buscou-se compreender a identificação da configuração da organização escolar primária provincial maranhense na última década imperial para analisar as rupturas e continuidades inferidas com o novo regime político, tornando evidente a dinâmica das estratégias, processos e dispositivos escolares que constituíram a forma escolar primária republicana no Estado do Maranhão. Com dados coletados em fontes documentais, iconográficas e bibliográficas, as fontes impressas utilizadas foram documentos de tramitação legislativa, Regulamentos e Regimentos Escolares, jornais e revistas em circulação no Maranhão durante o período em estudo, registro escrito de Conferências Públicas, livros didáticos escritos por professores normalistas, os anais do I Congresso Pedagógico do Maranhão e resultados de pesquisas acadêmicas sobre a história da educação maranhense na Primeira República. Identificou-se detalhes da relação pedagógica na escola primária de infantes maranhenses, registradas sob a forma de memória escrita, importantes para identificar os elementos constitutivos da forma escolar primária. Os resultados das análises sobre a forma escolar primária republicana no Estado do Maranhão no período investigado apontaram que esta constituiu-se sob uma dinâmica que requeria alterações nas relações sociais de indivíduos e grupos das massas populares para organização da sociedade maranhense em cadeias de interdependências, sob a forma de unidade federativa. Neste contexto, a forma da escola pública primária maranhense foi configurada com dispositivos de escolaridade que promoviam – sistematicamente e simultaneamente, mas em graus distintos dependendo das condições socioeconômicas da localidade onde a escola primária estava inserida - a desincorporação, desvinculamento e o deslocamento dos usos, costumes e saberes nativos para um saber cultural padronizado, mas imanentes aos sujeitos constituídos e às situações que os produziram, (re)formando o cidadão maranhense com saberes reincorporados para um destino social específico: as prisões psicossociais do iletrismo.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22814
Aparece nas coleções:PPGED - Doutorado em Educação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
RosangelaSilvaOliveira_TESE.pdf6,79 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.