Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22999
Title: Determinantes climáticos na incidência da diarreia em crianças menores de cinco anos em La Paz - Bolívia
Authors: Mancilla, Maria Soledad Jaimes
Keywords: Fenômenos demográficos;Determinantes climáticos;Morbidade;Diarreia
Issue Date: 7-Jul-2015
Citation: MANCILLA, Maria Soledad Jaimes. Determinantes climáticos na incidência da diarreia em crianças menores de cinco anos em La Paz - Bolívia. 2015. 98f. Dissertação (Mestrado em Demografia) - Centro de Ciências Exatas e da Terra, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2015.
Portuguese Abstract: O ambiente tem um papel importante no processo saúde-doença, causando impactos de forma direta ou indireta. As diarreias como segunda causa de morte em crianças menores de 5 anos ao nível mundial, não escapam aos impactos ambientais, sendo influenciadas pela variabilidade dos fatores climatológicos que favorecem o aumento de casos por esta patologia. A Bolívia não foge desta realidade por ser um país com os mais elevados indicadores de morbimortalidade no referente às doenças diarreicas em crianças menores de cinco anos, dentro dos países latino-americanos. O presente trabalho tem como objetivo investigar as possíveis associações dos determinantes ambientais físicos como a temperatura, a precipitação e a umidade na ocorrência das diarreias em crianças menores de cinco anos, das regiões Amazônica e Altiplânica de La Paz-Bolívia, no período de 2007 a 2012. A informação para o presente estudo tem três fontes: parâmetros meteorológicos físicos (temperatura, precipitação e umidade), notificações semanais de doenças diarreicas em crianças menores de cinco anos e informações dos CENSOS 2001 e 2012 por municípios. Com a informação configurada por mês, foram obtidas as taxas de incidência diarreica por município e ajustadas pelo método Bayesiano Empírico. Utilizaram-se também diagramas de controle da doença para determinar os níveis endêmicos próprios para La Paz, gráficos de series temporais e correlação simples para observar o grado de dependência da doença com as variáveis climáticas analisadas e análise espacial para localizar a região mais afetada pela doença. Os dados mostraram uma maior incidência diarreica em crianças menores de 1 ano (86,48) em relação às crianças de 1 a 4 anos (34.52), considerando taxas por 1000 crianças segundo o grupo etário. Ambas as taxas são muito elevadas si, são comparadas com as taxas de incidência diarreica dos municípios de La Paz e El Alto (10 diarreias por 1000 crianças). Mediante gráficos de séries de tempo e análise de regressão linear observou-se uma variabilidade da incidência diarreica que pode ser explicada de 35% a 47% pela temperatura média. Os mapas mostraram uma maior incidência na região Amazônica no inverno, com uma forte correlação entre os vizinhos próximos. A utilização da análise espacial mostrou-se útil para o estudo da relação espacial e comportamento da doença diarreica. Abordar essas lacunas é de primordial importância no que se refere às políticas públicas, onde haja a necessidade de intervenção das esferas governamentais, a fim de identificar e minimizar o impacto negativo das alterações climáticas em áreas afetadas, cuja saúde das crianças incorra em risco presente ou futuro.
Abstract: The environment plays an important role in the health/disease process, impacting directly or indirectly. Diarrhea as the second cause of death in children under 5 years old worldwide, do not escape the environmental impacts, being influenced by the variability of climatological factors favoring the increase in cases of this disease. Bolivia does not escape this reality as a country with the highest morbidity and mortality indicators with regard to diarrheal diseases in children under five years old within the Latin American countries. This study aims to investigate possible associations of physical environmental determinants such as temperature, precipitation and humidity in the occurrence of diarrhea in children under five years old in the Amazon and Altiplanica regions of La Paz, Bolivia, from 2007 to 2012. The information for this study has three sources: physical meteorological parameters (temperature, precipitation and humidity), weekly reports of diarrheal diseases in children under five years old and information from CENSUS 2001 and 2012 by municipalities. With the information set per month, diarrheal incidence rates were obtained by municipality and adjusted by empirical Bayesian method. It was also used disease control diagrams to determine their own endemic levels to La Paz, time series graphs and simple correlation to observe the dependence of the disease with the analyzed climatic variables and spatial analysis to locate the region most affected by the disease. The data showed a higher incidence diarrheal in children under 1 year of age (86.48) compared to children 1-4 years old (34.52), considering rates per 1000 children according to age group. Both rates are very high in comparison with the diarrheal incidence rates in the municipalities of La Paz and El Alto (10 diarrheas per 1000 children). According to the time series graphs and linear regression analysis was observed a variability of diarrheal effect which can be explained from 35% to 47% by the average temperature. The maps showed a higher incidence in the Amazon region in winter, with a strong correlation between the close neighbors. The use of spatial analysis was useful for the study of spatial relationship and the behavior of diarrheal disease. Addressing these gaps is paramount when it comes to public policies, where there is the need for intervention of governmental spheres in order to identify and minimize the negative impact of climate change in the affected areas, whose health of children incurs present or future risk.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/22999
Appears in Collections:PPGDEM - Mestrado em Demografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DeterminantesClimáticosIncidência_Mancilla_2015.pdf4,73 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.