Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/23182
Título: A escola para o jovem: representações de alunos em situação de distorção idade-série no município de Areia Branca-RN
Autor(es): Souza, Francisco das Chagas Silva
Medeiros Neta, Olivia Morais de
Silva, Alexsandra Moura da
Palavras-chave: Representações sociais;distorção idade-série;vulnerabilidade social
Data do documento: 2015
Citação: SOUZA, Francisco das Chagas; MEDEIROS NETA, Olivia Morais de; SILVA, Alexsandra Moura. A escola para o jovem: representações de alunos em situação de distorção idade-série no município de Areia Branca-RN. Holos, v. 4, p. 33-51, 2015. Disponível em: <http://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/HOLOS/article/view/3183>. Acesso em 25 abr. 2017.
Resumo: This study aims to examine how adolescents in age-grade and social vulnerability, students of a public school in the municipality of Areia Branca-RN, realize the educational institution where they live. The approach of the Social Representation Theory (SRT) for the theoretical foundation was adopted. Eight students from the 4th grade of elementary school were selected with age between 11 and 13 years. The methodology consisted of interviews, the application of Free Association of Technical Words (TALP) and the production of drawings by students. It was noted that, despite all the difficulties, the students have researched the school as an element of transformation and represent it as a fundamental element to develop as a person. It was also observed that before so many disagreements these young people still design a future full of dreams and desires
metadata.dc.description.resumo: Este estudo visa analisar como jovens em situação de distorção idade-série e de vulnerabilidade social, alunos de uma escola pública, situada no município de Areia Branca-RN, percebem a instituição escolar em que estão inseridos. Foi adotada a abordagem da Teoria das Representações Sociais (TRS) para a fundamentação teórica. Foram selecionados oito alunos do 4º ano do Ensino Fundamental, com a idade entre 11 e 13 anos. A metodologia constou de entrevistas, da aplicação da Técnica de Associação Livre de Palavras (TALP) e da elaboração de desenhos pelos alunos. Foi notado que, apesar de todas as dificuldades, os alunos pesquisados têm a escola como um elemento de transformação e a representam como um elemento fundamental para se desenvolver como pessoa. Também foi observado que diante de tantos desencontros esses jovens ainda projetam um futuro cheio de sonhos e desejos
URI: http://hdl.handle.net/123456789/23182
ISSN: 1807-1600
Aparece nas coleções:CE - Artigos publicados em periódicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
AEscolaParaOJovem_2015.pdf382,49 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.