Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/23491
Título: Experiência intercultural mediada pela internet: o ensino de línguas via telecolaboração
Autor(es): Lima, Bruno Ferreira de
Palavras-chave: Experiência intercultural;Telecolaboração;Competência comunicativa intercultural
Data do documento: 24-Mar-2017
Citação: LIMA, Bruno Ferreira de. Experiência intercultural mediada pela internet: o ensino de línguas via telecolaboração. 2017. 196f. Tese (Doutorado em Estudos da Linguagem) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Resumo: This work aims to promote an intercultural experience via asynchronous telecolaboration in the school environment. There are also specific objectives in this research, which are to elaborate and implement a protocol of preparatory activities for the asynchronous telecolaboration and to identify aspects that denote the development of the Intercultural Communicative Competence (ICC) in the productions of the participating Brazilian students. Based on this, we carried out a qualitative interpretative research (BORTONI-RICARDO, 2008) that counted on the participation of 30 Brazilian High School students from IFRN Campus Natal Zona Norte, who corresponded via e-mail with about 110 university students from the University of California - Davis for six weeks. The corpus analyzed was composed of a questionnaire applied to the Brazilian students as part of their preparation for the telecolaboration, and by e-mails written by them during the weeks of the partnership. We are support the studies of Byram (1997, 2008) and Kramsch (1993, 1996, 1998), regarding the development of Intercultural Communicative Competence, intercultural language teaching and the relationship between language and culture; In Belz (2003), Menard-Warwick et al (2013) and O'Dowd (2003; 2011) who discuss telecolaboration as a resource for language teaching. The results show that the Brazilian students took advantage of the intercultural experience to discuss complex subjects such as prejudice, cultural diversity and the notions linked to the English language in Brazil. The activity protocol proved to be consistent in preparing students for the collaboration. In the list of actions developed and implemented, we highlight the simulations of sending and replying to messages and the exhibition of real emails for discussing grammatical correction, the adequacy of levels of formality and addressing cultural aspects. In addition, through the linguistic analysis applied to the e-mails, in which the Appraisal Systems were used, the indicators of the development of all the components of the ICC, namely, attitude, knowledge, skills and critical cultural awareness were evidenced.
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho tem como objetivo geral promover uma experiência intercultural via telecolaboração assíncrona no ambiente escolar. Também são objetivos específicos desta pesquisa elaborar e implementar um protocolo de atividades preparatórias para a telecolaboração assíncrona e identificar aspectos que denotem o desenvolvimento da Competência Comunicativa Intercultural (CCI) nas produções dos alunos brasileiros participantes. Com base nisso, realizamos uma pesquisa qualitativa interpretativista (BORTONI-RICARDO,2008) que contou com a participação 30 alunos brasileiros do Ensino Médio do IFRN Campus Natal Zona Norte que se corresponderam via e-mail com cerca de 110 alunos universitários da Universidade da Califórnia em Davis durante seis semanas. O corpus analisado foi composto por um questionário aplicado aos alunos brasileiros como parte de sua preparação para a telecolaboração, e pelos e-mails escritos por eles ao longo das semanas da parceria. Apoiamo-nos, principalmente, nos estudos de Byram (1997; 2008) e Kramsch (1993; 1996; 1998), no que diz respeito ao desenvolvimento da Competência Comunicativa Intercultural, ao ensino intercultural de línguas e à relação entre língua e cultura; em Belz (2003), Menard-Warwick et al (2013) e O´Dowd (2003; 2011) que discorrem sobre a telecolaboração como recurso para o ensino de línguas. Os resultados relevam que os alunos brasileiros aproveitaram a experiência intercultural para discutir assuntos complexos como preconceito, diversidade cultural e as noções atreladas à língua inglesa no Brasil. O protocolo de atividades mostrou-se consistente na preparação dos alunos para a colaboração. Dele, destacam-se as simulações de envio e resposta de mensagens e a exposição de e-mails reais com o propósito de debater a correção gramatical, a adequação dos níveis de formalidade e discutir aspectos culturais. Ademais, através de análise linguística aplicada aos e-mails, em que se utilizaram os Sistemas de Avaliatividade, ficaram evidenciados os indicadores do desenvolvimento de todos os componentes da CCI, quais sejam, atitude, conhecimento, habilidades e consciência cultural crítica.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/23491
Aparece nas coleções:PPGEL - Doutorado em Estudos da Linguagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
BrunoFerreiraDeLima_TESE.pdf1,89 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.