Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/23746
Título: A construção de estrutura argumental com verbos de cognição no português brasileiro
Autor(es): Costa, Sheyla Patricia Trindade da Silva
Palavras-chave: Verbos de cognição;Estrutura argumental;Linguística funcional centrada no uso;Gramática de construções
Data do documento: 31-Mai-2017
Citação: COSTA, Sheyla Patricia Trindade da Silva. A construção de estrutura argumental com verbos de cognição no português brasileiro. 2017. 157f. Tese (Doutorado em Estudos da Linguagem) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Resumo: This paper focuses specifically on the construction with cognition verbs, which correspond to one of the subtypes of mental processes verbs, along with the processes of perception, affection and desire (HALLIDAY, 1985; HALLIDAY; MATTHIESSEN, 2004). Mental cognition processes are related to the decision, the consideration or belief, memory and understanding and can be expressed by verbs such as decidir (to decide), considerar (to consider), achar (to think), supor (to assume), crer (to believe), acreditar (to rely on), confiar (to trust) imaginar (to imagine), lembrar (to remember), esquecer (to forget) saber (to know), descobrir (to find), entender (to understand) conhecer (to know) and pensar (to think). The corpus of the research consists of oral and written texts of high school students, drawn from Corpus Discurso & Gramática: a língua falada e escrita na cidade do Natal (FURTADO DA CUNHA, 1998). Our overall objective is to identify the construction of prototypical argument structure of cognition verbs in Portuguese in Brazil. The theoretical approache adopted is the Usage-Based Functional Linguistics, a theoretical and methodological model that absorbs principles, processes and categories members of North-America Functional and Cognitive Linguistics. The results show seventeen verbs used to express fourteen semantic values related to the mental processes of cognition. From the collected data, we proceed to the morphosyntactic and semantic characterization of the complements of these verbs. We have also identified the plot structure construction with cognition verbs in PB and three subschemas derived therefrom, of which one is instantiated in most constructs and configures therefore as the prototypical structure of this type of verb. We also found similarities between our results and those of research undertaken on cognition verbs in Spanish.
metadata.dc.description.resumo: Esta tese se debruça especificamente sobre a construção com verbos de cognição, os quais correspondem a um dos subtipos de verbos de processos mentais, ao lado dos que expressam processos de percepção, de afeição e de desejo (HALLIDAY, 1985; HALLIDAY; MATTHIESSEN, 2004). Os processos mentais de cognição estão relacionados à decisão, à consideração ou à crença, à memória e à compreensão e podem ser expressos por verbos como decidir, considerar, achar, supor, crer, acreditar, confiar, imaginar, lembrar, esquecer, saber, descobrir, entender, conhecer e pensar. O corpus da pesquisa é composto por textos orais e escritos de alunos do ensino médio, extraídos do Corpus Discurso & Gramática: a língua falada e escrita na cidade do Natal (FURTADO DA CUNHA, 1998). Nosso objetivo geral é investigar a construção com verbos de cognição no português do Brasil. O suporte teórico adotado é o da Linguística Funcional Centrada no Uso, um modelo teórico-metodológico que absorve princípios, processos e categorias integrantes da Linguística Funcional Norte-americana e da Linguística Cognitiva. Os resultados obtidos apresentam dezessete verbos utilizados para expressar catorze valores semânticos relacionados aos processos mentais de cognição. A partir dos dados coletados, procedemos à caracterização morfossintática e semântica dos complementos desses verbos. Também identificamos a construção de estrutura argumental com verbos de cognição no PB e três subesquemas dela derivados, dentre os quais um é instanciado na grande maioria dos construtos e se configura, portanto, como a estrutura prototípica desse tipo de verbo. Constatamos, ainda, semelhanças entre nossos resultados e os de pesquisa empreendida sobre verbos de cognição em espanhol.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/23746
Aparece nas coleções:PPGEL - Doutorado em Estudos da Linguagem

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
SheylaPatriciaTrindadeDaSilvaCosta_TESE.pdf1,44 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.