Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/24083
Título: Validade de equações de bioimpedanciometria para a predição da massa livre de gordura de atletas de futebol universitário
Título(s) alternativo(s): Validity of bioimpedanciometry equations for the prediction of fat-free mass of soccer college athletes
Autor(es): Silveira, Jônatas Cardoso da
Palavras-chave: Bioimpedanciometria;Composição corporal e DXA
Data do documento: 31-Mar-2017
Citação: SILVEIRA, Jônatas Cardoso da. Validade de equações de bioimpedanciometria para a predição da massa livre de gordura de atletas de futebol universitário. 2017. 32f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Resumo: The distribution of mass of is strongly related with the general levels of health and physical conditioning. For Mouad and Matthias (2015), through the body composition (BC) it is possible to know information such as size, shape, composition and genetic traits and acquired by the person or even of a population. Objective: Test the validity of prediction of fat-free mass of soccer athletes by equations of bioimpedanciometry, using the Absortometry of dual-energy X-ray as a default. Methods: The sample was composed of 39 men, of the college soccer team of Universidade Federal do Rio Grande do Norte. The measures of DXA AND BIA were collected on the same day in the laboratory of the institution. For calculation of composition by BIA was used software from Biotetronic, who proposed the equations of Segal et al. Al. (1988), Gray et al. Al. (1989), Lohman (1992) and Carvalho and Neto (1998). In the analysis of data was verified the normality, and performed a descriptive analysis of media and, standard deviation test T-Test for dependent samples (p < 0.05), linear regression models, Pearson correlation coefficients (R), the coefficient of determination (R2) and the standard error of estimate (EPE), as well as the coefficient of correlance of concordance (CCC), in addition to the method of Bland Altman. Conclusion: The results suggest that for all the equations proposed by the software of the BIA, when compared to the method of reference (DXA) the coefficients of correlation and concordance were classified as weak. There is still need for production of new equations that meet the study of a specific population or greater control of numerous variables that can alter the levels of resistance and reactance of the subject at that moment.
metadata.dc.description.resumo: A distribuição de massa de um indivíduo está fortemente relacionada com os níveis gerais de saúde e condicionamento físico do mesmo. Para Mouad e Matias (2015), através da composição corporal (CC) é possível saber informações como tamanho, forma, constituição e características genéticas e adquiridas da pessoa ou até mesmo de uma população. Objetivo: Testar a validade de predição da massa livre de gordura de atletas universitários de futebol por equações de bioimpedanciometria, utilizando a Absortometria de Raios X de Dupla Energia como padrão. Métodos: A amostra foi composta por 39 homens, da seleção de futebol universitária da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. As medidas de DXA e da BIA foram coletadas no mesmo dia no laboratório da instituição. Para cálculo de composição por BIA foi utilizado um software da Biotetronic, que propos as equações de Segal et. Al. (1988), Gray et. Al. (1989), Lohman (1992) e Carvalho e Neto (1998). Na análise dos dados foi verificada suanormalidade, e efetuada análise descritiva de média e desvio padrão, test T de Student para amostra dependentes (p < 0,05), modelos de regressão linear, coeficientes de correlação de Pearson (R), os coeficientes de determinação (R2) e o erro padrão de estimativa (EPE), assim como o coeficiente de correlaçao de concordância (CCC), além do método de Bland Altman. Conclusão: Os resultados sugerem que para todas as equações, propostas pelo software da BIA, quando comparadas ao método de referencia (DXA) os coeficientes de correlação e concordância foram classificados como fracos. Havendo ainda a necessidade de produção de novas equações que atendam ao estudo de uma população específica ou maior controle de inúmeras variáveis capazes de alterar os níveis de resistência e reatância do sujeito naquele momento.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/24083
Aparece nas coleções:PPGEF - Mestrado em Educação Física

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
JonatasCardosoDaSilveira_DISSERT.pdf944,47 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.