Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/24100
Título: Centro de parto normal peri-hospitalar: proposta arquitetônica para uma unidade adaptável
Autor(es): Andrade, Aline Christiane Bezerra Lopes de
Palavras-chave: Centro de parto normal;Parto humanizado;Arquitetura de sistemas de saúde;Projeto adaptável
Data do documento: 19-Ago-2016
Citação: ANDRADE, Aline Christiane Bezerra Lopes de. Centro de parto normal peri-hospitalar: proposta arquitetônica para uma unidade adaptável. 2016. 180f. Dissertação (Mestrado Profissional em Arquitetura, Projeto e Meio Ambiente) - Centro de Tecnologia, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2016.
Resumo: Number of cesarean section in Brazil exceeds World Health Organization’s recommendation. To stimulate preference for natural childbirth, Brazilian Ministry of Health, among other measures, has encouraged improvement of buildings for obstetric and neonatal care services. These improvements prioritize user privacy and hospitality, aiming at humanizing care. In this context, the Peri-hospital Birth Center (PBC) has emerged as an establishment to perform natural childbirth, functionally linked to a reference hospital. This study aims at developing an architectural design of a PBC, able to adapt to different implantation and population contexts, emphasizing humanization and environmental comfort aspects. This project is intended to municipalities located in the coastal region of the state of Rio Grande do Norte, inserted in bioclimatic zone 8. This work includes theoretical and methodological framework, addressing issues related to humanization, environmental comfort and adoption of model projects. It also presents empirical reference, studies of buildings used as reference to this proposal. Moreover, design concept, architectural programming, pre-sizing and architectural party are described in the architectural proposal preparation. Finally, it shows the evolution of the architectural proposal, which proposes a minimum unit with possibility of expansion to future demands. This proposal is also capable of deployment on land with different orientations, preserving the environmental conditions of comfort for users. The minimum unit, with 846,06m2, has 03 PPP rooms and 02 wards with shared accommodation. The activities are supported by minor administrative technical and logistical units. The minimum lot suggested for implementation is 48m x 60m, and accommodates the expansion of the unit to 1005,59m2 with 05 PPP rooms and 03 wards of shared accommodation. The group of rooms in different blocks allows the variation of its position in search of the best orientation conditions in relation to solar geometry and natural ventilation.
metadata.dc.description.resumo: O número de partos cirúrgicos no Brasil excede a recomendação da Organização Mundial da Saúde. Para estimular a preferência pelo parto normal, o Ministério da Saúde, entre outras medidas, tem incentivado a melhoria das edificações destinadas aos serviços de atenção obstétrica e neonatal, priorizando o acolhimento e a privacidade dos usuários, por meio de um atendimento humanizado. Nesse contexto surgiu o Centro de Parto Normal Peri-hospitalar (CPNp), estabelecimento vinculado funcionalmente a um hospital de referência. Diante disso, esta dissertação tem como objetivo elaborar o anteprojeto arquitetônico de um Centro de Parto Normal Perihospitalar, que possa ser adaptado a diferentes tipos de terreno e de demandas, baseado em aspectos de humanização e de conforto ambiental. A proposta é destinado a municípios da região litorânea do RN, inseridos na zona bioclimática 8, definida na NBR 15220. Este documento contempla referencial teóricometodológico, abordando temas relacionados à humanização, ao conforto ambiental e à adoção de projetos-modelo; referencial empírico, com estudos de edificações cujos usos e soluções foram referência para proposta desenvolvida; preparação da proposta arquitetônica, onde são descritos o conceito do projeto, a programação arquitetônica, o pré-dimensionamento e o partido; por fim, é mostrada a evolução da proposta arquitetônica, na qual se apresenta uma unidade mínima com possibilidade de ampliação para demandas futuras e passível de implantação em terrenos com orientações distintas. A unidade mínima, com 846,06m2 de área construída, possui 03 quartos PPP e 02 enfermarias de alojamento conjunto. Pequenas unidades de apoio administrativo, técnico e logístico dão suporte às atividades. O lote mínimo sugerido para implantação é de 48m de largura por 60m de profundidade, e acomoda a ampliação da unidade para 1005,59m2, com 05 quartos PPP e 03 enfermarias de alojamento conjunto. O agrupamento de ambientes em diferentes blocos permite a variação de sua posição em busca das melhores condições de orientação em relação à geometria solar e à ventilação natural.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/24100
Aparece nas coleções:PPGAPM - Mestrado profissional em Arquitetura, Projeto e Meio Ambiente

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CentroPartoNormal_Andrade_2016.pdf50,21 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.