Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/24927
Título: Alterações fisiológicas mamárias durante a gravidez e lactação: aspectos ultrassonográficos e dopplerfluxométricos
Autor(es): Holanda, Antônio Arildo Reginaldo de
Palavras-chave: Gravidez;Lactação;Ultrassonografia mamária;Dopplerfluxometria das artérias mamárias internas
Data do documento: 6-Dez-2017
Citação: HOLANDA, Antônio Arildo Reginaldo de. Alterações fisiológicas mamárias durante a gravidez e lactação: aspectos ultrassonográficos e dopplerfluxométricos. 2017. 69f. Tese (Doutorado em Ciências da Saúde) - Centro de Ciências da Saúde, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2017.
Resumo: During pregnancy and lactation breasts undergo important changes that are not fully understood. Ultrasound and magnetic resonance are the most suitable methods to assess breast alterations during pregnancy and lactation, making a solid knowledge of anatomy and breast diseases essential. Moreover, there are few articles on breast imaging, relating anatomy and physiology during the pregnancy-postpartum cycle. The present study aimed to assess physiological breast changes using ultrasound and dopper flowmetry of internal mammary arteries (IMA) in normal pregnant and lactating women, compared to a group of non-pregnant women evaluated in the folicular phase of the menstrual cycle. This cross-sectional observational study was conducted between August 2013 and August 2016, with 165 women. The dependent variables were measures of skin, subcutaneous adipose tissue, fibroglandualr tissue, retromammary adipose tissue, duct diameter, as well as pulsatility (PI) and resistive indices (RI) of internal mammary arteries. The independent variables were the different assessment moments, represented by the five groups established. Statistical analysis involved calculating the means and standard deviations using two MANOVA models (Multivariate analysis of variance) to assess the group effect on the average values obtained. ANOVA univariate models were individually fit to the mean values. The Tukey-Kramer multiple comparisons test was applied to analyze intergroup differences and characteristics, at a 5% significance level. In the comparison between three groups of pregnant women, it was observed that fibroglandular tissue thickness and duct diameter showed a significant difference with gestational period (p< 0.001), from the first to the second and from the first to the third trimesters. Doppler fluxometry of the internal mammary arteries showed a difference between breasts and between gestational period, i.e. the right breast exhibited higher measures than the left and these values decreased throughout the pregnancy (p< 0.001). No differences were found when the groups of pregnant and lactating women were compared, but significant differences with a control group were observed in terms of skin (p = 0.001), fibroglandular tissue thickness, duct diameter and laser Doppler flow measurements of the IMA (all three with p < 0.001) and subcutaneous adipose tissue (p = 0.045). This study provides more specific information on the ultrasound characteristics of breasts and Doppler flowmetry aspects of internal mammary arteries during normal pregnancy and lactation, quantifying the values and characterizing the physiological changes of each period of the pregnancy-lactation cycle, which may serve as parameters for future studies.
metadata.dc.description.resumo: Durante a gravidez e lactação, as mamas apresentam alterações importantes que ainda não são totalmente compreendidas. A ultrassonografia e a ressonância magnética são os métodos mais apropriados para avaliar as alterações mamárias durante a gravidez e lactação, sendo fundamental um conhecimento sólido da anatomia e das doenças mamárias. Além disso, existem poucas publicações sobre a imagem da mama, relacionando a anatomia e fisiologia durante o ciclo grávido-puerperal. A presente pesquisa teve como objetivo avaliar as alterações fisiológicas mamárias mediante ultrassonografia mamária e Dopplerfluxometria das artérias mamárias internas (AMI) em gestantes e lactantes normais, comparadas com um grupo de mulheres não grávidas, avaliadas na fase folicular do ciclo menstrual. Este estudo, classificado como observacional, de corte transversal, foi realizado entre agosto de 2013 e agosto de 2016, com 165 mulheres. As variáveis dependentes foram as medidas da pele, do tecido adiposo subcutâneo, do tecido fibroglandular, do tecido adiposo retromamário, o diâmetro dos ductos, assim como os Índices de pulsatilidade (IP) e resistência (IR) das artérias mamárias internas. As variáveis independentes foram os diversos momentos de avaliação, representados pelos cinco grupos estabelecidos. Para a análise estatística, foram calculadas médias e desvios-padrão, sendo usados dois modelos MANOVA (Análise de Variância Multivariada) para avaliar o efeito dos grupos sobre os valores médios encontrados, bem como foram ajustados modelos ANOVA univariados para os valores médios individualmente. O teste de comparações múltiplas de Tukey-Kramer foi usado para a análise da diferença e das características entre os grupos. Foi considerado o nível de significância de 5%. Na comparação entre os três grupos de grávidas, observou-se que a localização da mama (direita/esquerda) e o período gestacional não tiveram efeito significativo sobre as espessuras mamárias da pele, tecido celular subcutâneo e tecido adiposo retromamário, porém a espessura do tecido fibroglandular e o diâmetro dos ductos, apresentaram diferença significativa com o período gestacional (p<0,001), do primeiro para o segundo e do primeiro para o terceiro trimestres. A Dopplerfluxometria das artérias mamárias internas revelou diferença entre as mamas e o período gestacional, ou seja, o lado direito apresentou medidas superiores ao lado esquerdo e os valores foram decrescentes ao longo da gestação (p<0,001). Quando comparados os grupos de grávidas do terceiro trimestre e de lactantes, não foram observadas diferenças entre si, mas apresentaram diferenças significativas com um grupo controle, quanto às medidas da pele (p = 0,001), do tecido fibroglandular, diâmetro dos ductos e índices dopplerfluxométricos das AMI (os três com p < 0,0001) e ao tecido adiposo subcutâneo (p = 0,045). Conclui-se que esta pesquisa contribuiu com informações mais específicas acerca das características ultrassonográficas das mamas e aspectos dopplerfluxométricos das artérias mamárias internas, durante a gravidez e lactação normais, caracterizando mediante quantificação de valores, as mudanças fisiológicas próprias de cada período do ciclo grávido-lactacional estudado, podendo servir de parâmetro para estudos posteriores.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/24927
Aparece nas coleções:PPGCSA - Doutorado em Ciências da Saúde

Arquivos associados a este item:
Arquivo TamanhoFormato 
AntonioArildoReginaldoDeHolanda_TESE.pdf6,59 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.