Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/25809
Title: A influência das pistas ambientais na expressão das estratégias de história de vida
Authors: Carvalho, Amanda Toledo Pereira de
Keywords: Teoria da história de vida;Estratégias de história de vida;Mortalidade;Imprevisibilidade;Comportamento reprodutivo
Issue Date: 30-Apr-2018
Citation: CARVALHO, Amanda Toledo Pereira de. A influência das pistas ambientais na expressão das estratégias de história de vida. 2018. 72f. Dissertação (Mestrado em Psicobiologia) - Centro de Biociências, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Portuguese Abstract: Nas últimas décadas, o fenômeno global da redução drástica do tamanho das famílias a despeito da abundância de recursos tem desafiado as explicações correntes acerca do comportamento reprodutivo humano. Nesse sentido, no estudo empírico buscamos compreender de que forma fatores como a mortalidade, imprevisibilidade, contexto socioeconômico e densidade populacional poderiam explicar variações nas estratégias reprodutivas na população brasileira. Utilizando 152 universitários (Midade = 23,5) que responderam a questionários, encontramos evidências de que os índices de mortalidade no local de residência, a imprevisibilidade parental durante a infância e as crenças de imprevisibilidade atuais predizem alguns marcadores comportamentais de história de vida como o esforço reprodutivo, quantidade de filhos idealizada, idade da primeira reprodução idealizada e tempo de relacionamento. Nossos resultados corroboraram em parte a literatura atual acerca da relação entre ambiente e desenvolvimento de estratégias de história de vida, trazendo também resultados divergentes no que diz respeito à relação entre o contexto da infância e a estratégia de história de vida adotada pelos indivíduos, demonstrando a necessidade de aprofundamento das investigações acerca do tema, especialmente utilizando amostras de países fora do contexto norte-americano e europeu, tal como o Brasil.
Abstract: In the past decades, the global phenomenon of fertility decline in spite of the current affluence of resources have been challenging tenets of human reproductive behavior. In this context, in our empiric study we sought to understand how factors such as mortality, unpredictability, socioeconomic context and populational density might explain variation in reproductive strategies in a Brazilian sample. 152 students responded to questionnaires, and we found evidences that local mortality rates, parental unpredictability during childhoold and current unpredictability beliefs predict behavioral life history markers such as reproductive effort, idealized offspring quantity, age of first reproduction and commited relationship duration. Our results partially corroborate current literature about the interaction between environment and life history strategies development. On the other hand, we found unusual results regarding the relation between childhood context and life history strategies, which demonstrate that more investigation on this subject is required, especially in countries out of North American and European contexts, such as Brazil.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/25809
Appears in Collections:PPGPSICO - Mestrado em Psicobiologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Influênciapistasambientais_Carvalho_2018.pdf1.07 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.