Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26468
Título: Diversidade molecular dos camarões de água doce do grupo Macrobrachium amazonicum (Heller, 1862) (Decapoda, Palaemonidae) nas ecorregiões hidrográficas do nordeste do Brasil
Autor(es): Xavier, Ana Carolina Carvalho
Palavras-chave: Filogeografia;Introdução de espécies;Complexo de espécies;DNA mitocondrial;Macrobrachium pantanalense
Data do documento: 5-Jul-2018
Referência: XAVIER, Ana Carolina Carvalho. Diversidade molecular dos camarões de água doce do grupo Macrobrachium amazonicum (Heller, 1862) (Decapoda, Palaemonidae) nas ecorregiões hidrográficas do nordeste do Brasil. 2018. 58f. Dissertação (Mestrado em Sistemática e Evolução) - Centro de Biociências, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Abstract: Macrobrachium amazonicum (Heller, 1862) is a species of freshwater prawns with wide geographical distribution in the Neotropical region and of great socioeconomic importance in Brazil. The species is found in several cisandian hydrographic ecoregions, occurring from large hydrographic basins, such as the Amazon and Paraná-Paraguay rivers, to smaller coastal basins in different phytophysiognomic domains. However, part of this occurrence may be due to anthropic introductions. Because it is a freshwater species, it is expected that the dispersion will be limited and that it will present population structuring related to the hydrographic ecoregions. But occurrence in estuarine areas may allow connection between adjacent watersheds. Despite this, few studies on the systematics and geographic distribution of this species were carried out in the Brazilian northeast, where the species was supposedly introduced. The present study aims to investigate the molecular diversity of the shrimp strains of the M. amazonicum group of the ecoregions of the Brazilian northeast (Maranhão-Piauí, Northeast Middle East and São Francisco), in order to determine if the genetic structure of the species is related to hydrographic ecoregions, and to verify possible areas of introduction of the species. Mitochondrial DNA sequences of the cytochrome oxidase subunit I gene (COI) and phylogenetic and phylogeographic analyzes were used. The molecular data showed the existence of three clades - Amazonas, Coastal and Paraná/Paraguay. Northeastern Brazilian specimens belong to the coastal clade and present low haplotypic diversity in the ecoregion of the Northeast of the Middle East, as well as haplotypes similar to those in the Amazon Estuary ecoregion, and distinct from the adjacent ecoregion (Maranhão-Piauí), corroborating the hypothesis that the populations of this region, as well as the ecoregion of the Upper Paraná, also with low haplotype diversity, are in fact derived from anthropogenic introductions. This information on the evolution and geographic distribution of the M. amazonicum group in Brazil can help in the management and conservation, when recognizing a distinct lineage, as occurred with the description of M. pantanalense Santos, Hayd & Anger, 2013, the results of the delimitations of lineages and distance values p indicate a possible new species within this group, as well as it is possible to recognize areas of anthropic introduction.
Resumo: Macrobrachium amazonicum (Heller, 1862) é uma espécie de camarão de água doce com ampla distribuição geográfica na região Neotropical e de grande importância socioeconômica no Brasil. A espécie é encontrada em diversas ecorregiões hidrográficas cisandianas, ocorrendo desde grandes bacias hidrográficas, como as dos rios Amazonas e Paraná-Paraguai, até bacias costeiras menores em diferentes domínios fitofisionômicos. No entanto, parte dessa ocorrência pode ser decorrente de introduções antrópicas. Por se tratar de uma espécie de água doce é esperado que a dispersão seja limitada e que apresente estruturação populacional relacionada com as ecorregiões hidrográficas. Mas a ocorrência nas áreas estuarinas pode permitir a conexão entre bacias hidrográficas adjacentes. Apesar disso, poucos estudos sobre a sistemática e distribuição geográfica desta espécie foram efetuados no nordeste brasileiro, onde supostamente a espécie foi introduzida. O presente estudo tem como objetivo investigar a diversidade molecular das linhagens do camarão do grupo M. amazonicum das bacias das ecorregiões do nordeste brasileiro (Maranhão-Piauí, Nordeste Médio-Oriental e São Francisco), no intuito de determinar se a estruturação genética da espécie está relacionada com as ecorregiões hidrográficas, e verificar possíveis áreas de introdução da espécie. Para isso foram utilizadas sequências de DNA mitocondrial do gene citocromo oxidade sub-unidade I (COI) e análises filogenéticas e filogeográficas. Os dados moleculares mostraram a existência de três clados – Amazonas, Costeiro e Paraná/Paraguai. As amostras do nordeste brasileiro pertencem ao clado Costeiro e apresentaram baixa diversidade haplotípica na ecorregião do Nordeste Médio-Oriental, além de apresentarem haplótipos idênticos ao da ecorregião do Estuário do Amazonas, e distintos da ecorregião adjacente (Maranhão-Piauí), corroborando a hipótese de que as populações dessa região, bem como da ecorregião do Alto Paraná, também com baixa diversidade haplotípica, são de fato provenientes de introduções antropogênicas. Essas informações sobre a evolução e distribuição geográfica do grupo M. amazonicum no Brasil podem auxiliar no manejo e conservação, ao reconhecer uma linhagem distinta, como ocorreu com a descrição de M. pantanalense Santos, Hayd & Anger, 2013, os resultados das delimitações de linhagens e valores de distância p indicam uma possível nova espécie dentro desse grupo, bem como é possível reconhecer áreas de introdução antrópica.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26468
Aparece nas coleções:PPGSE - Mestrado em Sistemática e Evolução

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Diversidademolecularcamarões_Xavier_2018.pdf2,13 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.