Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26669
Title: Quando a proximidade da morte entra em casa: compreendendo os cuidados paliativos na atenção domiciliar
Authors: Souza, Girleianne Araújo Costa da Silva
Keywords: Cuidados paliativos;Servico de atenção domiciliar;Atenção primária à saúde;Profissionais de saúde;Cuidado humanizado
Issue Date: 28-Aug-2018
Citation: SOUZA, Girleianne Araújo Costa da Silva. Quando a proximidade da morte entra em casa: compreendendo os cuidados paliativos na atenção domiciliar. 2018. 243f. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Natal, 2018.
Portuguese Abstract: São inegáveis os avanços tecnológicos da medicina capazes de favorecer a cura de diversas doenças, contudo, a morte permanece sendo uma certeza e ameaça o ideal de cura e preservação da vida. Sendo assim, o cuidado paliativo surge enquanto uma abordagem de cuidado que busca melhorar a qualidade de vida de pacientes e familiares que apresentam doenças crônicas, avançadas e sem possibilidades de cura. Mas, para a efetivação desta modalidade de cuidado, é necessário que haja uma reorganização dos serviços de saúde, e assim, o Serviço de Atenção Domiciliar (SAD), tem sido um enfoque indispensável. O objetivo deste estudo visa compreender a atuação do Serviço de Atenção Domiciliar em Cuidados Paliativos no contexto da Atenção Primária à Saúde e sua implicação com o cuidado humanizado. Realizamos uma pesquisa qualitativa, com 12 profissionais do Serviço de Atenção Domiciliar de Natal/RN. O estudo foi ancorado na Hermenêutica Gadameriana e teve como instrumentos a entrevista em profundidade com uso de “cenas” e observação etnográfica. Nos diálogos com as narrativas chegamos aos seguintes capítulos: 1) Sobre cuidados paliativos, no qual dialogamos com os olhares dos profissionais de saúde frente o CP e a humanização. 2) O serviço de Atenção Domiciliar e os Cuidados Paliativos, na qual faz um breve passeio pelo SUS, APS e SAD, compreendendo a relação entre a rede assistencial. Perpassa ainda pela descoberta dos cuidados paliativos no SAD frente a não escolha, dos profissionais de saúde, e o desejo dos mesmos, de ajudar e pela possibilidade do SAD ser o meio para os CP no domicílio através da desospitalização. 3) Cuidado Paliativo no SAD: entre as dificuldades e potencialidades. Neste capítulo, identificamos que a falta de estrutura da rede de saúde, o pouco tempo para cuidar e o despreparo dos profissionais geram dificuldades. Enquanto o aconchego do lar e da família, a espiritualidade e a existência de psicólogo na equipe são fatores potencializadores. 4) O grande desafio: como cuidar do morrer na Atenção Domiciliar? Aqui dialogamos com a ausência da morte na formação em saúde, perpassando pelos significados atribuídos pelos profissionais de saúde, compreendendo o processo de sofrimento diante das perdas em cuidados paliativos, mas descobrindo a potência deste cuidado e percebendo que é possível fazê-lo de forma humanizada no SAD. Este estudo, ao buscar des-cobrir, juntamente com os profissionais de saúde, caminhos para a realização de um Cuidado humanizado e integral de acordo com os princípios dos cuidados paliativos. Destaca o quanto é imprescindível o investimento no processo formativo, da graduação à educação permanente, no que diz respeito a educação para a morte, bem como espaços de cuidado para as emoções que envolvem as perdas desses cuidadores. Espera-se que esta pesquisa seja um interlocutor a mais na direção de fortalecer o Serviço de Atenção Domiciliar na Atenção Primária à Saúde, afim de que possamos ter também cuidados integrais e humanizados no fim da vida.
Abstract: Technological advances in medicine capable of favoring the cure of various diseases are undeniable, but death remains a certainty and threatens the ideal of healing and preservation of life. Thus, palliative care emerges as a care approach that seeks to improve the quality of life of patients and families who present chronic diseases, advanced and without possibilities of cure. But for the implementation of this type of care, it is necessary to reorganize the health services, and thus, the Home Care Service (HCS) has been an indispensable approach. The aim of this study is to understand the role of the Home Care Service in Palliative Care in the context of Primary Health Care and its implication with humanized care. We performed a qualitative research, with 12 professionals from the Home Care Service of Natal/RN. The study was anchored in the Gadamerian Hermeneutics and had as instruments the in-depth interview with use of "scenes" and ethnographic observation. In the dialogues with the narratives we arrive at the following chapters: 1) About palliative care, in which we dialogue with the health professionals' views regarding PC and humanization. 2) The Home Care and Palliative Care service. This makes a brief tour through HUS, PHC and HCS, understanding the relationship between the care network. It is also related to the discovery of palliative care in HCS in the face of the non-choice of health professionals and their desire to help and by the possibility of HCS being the means for PCs at home through de-hospitalization. 3) Palliative Care in HCS: between difficulties and potentialities. In this chapter, we have identified that the lack of structure of the health network, the short time to care for and the lack of preparation of the professionals generate difficulties. While the warmth of home and family, spirituality and the existence of psychologist in the team are potential factors. 4) The big challenge: how to take care of dying in Home Care? Here we talk about the absence of death in health education, permeating the meanings attributed by health professionals, understanding the process of suffering before the losses in palliative care, but discovering the power of this care and realizing that it is possible to do so in a humanized way in HCS. This study, when seeking to uncover, together with health professionals, ways to perform a Humanized and integral Care in accordance with the principles of palliative care. It highlights the importance of investing in the training process, from undergraduate to continuing education, in regard to education for death, as well as care spaces for the emotions that involve the loss of these caregivers. It is hoped that this research will be a further interlocutor in the direction of strengthen the Home Care Service in Primary Health Care, so that we can also have comprehensive and humanized care at the end of life.
URI: https://repositorio.ufrn.br/jspui/handle/123456789/26669
Appears in Collections:PPGPSI - Mestrado em Psicologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Quandoproximidademorte_Souza_2018.pdf1,78 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.